Horas  54 minutos

Coordenadas 411

Uploaded 27 de Maio de 2018

Recorded Maio 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.096 m
981 m
0
1,6
3,2
6,37 km

Visualizado 717 vezes, baixado 62 vezes

próximo a Mucugê, Bahia (Brazil)

Tracklog do acesso à Cachoeira do Cardoso, nos arredores de Mucugê. A primeira parte do trajeto pode ser feita em carro (passeio ou 4x4), moto, bike ou a pé.

COMO CHEGAR:
Mucugê é uma pequena cidade na região central do Parque Nacional da Chapada Diamantina, o acesso é feito pela rodovia estadual BA-142. Desde Salvador são 480km e 126km para o aeroporto de Lençois. A empresa Cidade Sol faz o trajeto Salvador x Mucugê diariamente. Outras empresas que tem linha para a região são EMTRAM e Novo Horizonte.

O tracklog tem início às margens da rodovia BA-142, onde foi construída uma ponte grande sobre o Rio Mucugê, o local dá acesso a um novo loteamento.

A TRILHA:
Após tomar o acesso para o loteamento, siga pela estradinha principal, sem fazer nenhuma conversão. A estrada é praticamente plana, com terreno ligeiramento arenoso. Ainda assim é acessível por qualquer tipo de veículo. São 4.7km pela estradinha, ignorando algumas bifurcações que existem no caminho. Ao chegar na bifurcação sinalizada no tracklog, entre à esquerda, por uma estradinha mais precária. Se estiver de veículo de passeio, pode deixá-lo nesta bifurcação, há espaço ao lado da estradinha principal. Se estiver de moto, bike ou 4x4, pode continuar seguindo pela nova estradinha.

São mais 160 metros por uma estradinha ligeiramente precária até o ponto onde a mesma termina. Se estiver de 4x4, o veículo ficará por aqui.De moto ou bike pode seguir pela trilha que se inicia adiante por mais algumas centenas de metros, até encontrar algum ponto para parar. A moto pode ficar numa pequena clareira embaixo de uma árvore, já a bike pode ficar em algum ponto onde tem início uma subida com muitas pedras.

A trilha está bem demarcada em meio à vegetação conhecida regionalmente por gerais. O caminho segue em nível por mais de 400 metros, até ter início a subida pela Serra do Cardoso. A subida é relativamente tranquila e rápida. Logo no início da subida há uma bifurcação importante: é preciso seguir à esquerda, por uma trilha um pouco mais discreta. Rapidamente se chega ao topo da passagem pela Serra do Cardoso, com o GPS indicando 1.096m. Do alto já se tem o visual da Cachoeira do Cardoso, além do belo Vale do Rio Cumbuca (leste) e do Rio Mucugê (oeste).

A descida da Serra do Cardoso é um pouco mais acentuada que a subida, com alguns degraus. A trilha segue descendo em direção a um capão de mata na margem do Rio Cumbuca. Após se aproximar bastante do rio, a trilha continua por alguns afloramentos rochosos e lajeados até o poço da cachoeira do Cardoso, sempre paralela ao Rio Cumbuca.

São 1.4km de trilha até o poço da cachoeira, o trajeto não apresenta grandes dificuldades. A cachoeira, na verdade, é um degrau do Rio Cumbuca, que forma um poço grande em área bem ampla. Tanto na parte superior da queda, como após o poço, existem pequenos degraus que formam algumas piscinas naturais.

Bem na chegada à cachoeira existe uma pequena toca, que pode servir de abrigo para quem deseja bivacar no local.

OBSERVAÇÕES:
> Cachoeira do Cardoso está inserida no Parque Nacional da Chapada Diamantina, com acesso livre e gratuito;

> Trilha de baixa dificuldade técnica, além de ser bem curta. Para os que não possuem experiência em trilhas, é preciso ter atenção nos degraus da subida e descida da Serra do Cardoso.

> Trilha bem demarcada do início ao fim, porém os iniciantes na caminhada em montanha precisam ficar atentos em alguns pontos ligeiramente confusos.

> Montanhistas experientes não terão qualquer dificuldade.

> Sinal de telefone CLARO até o topo da Serra do Cardoso.

> Não há qualquer infraestrutura ou ponto de apoio durante o caminho. Leve água e lanche!

> Caminhada por áreas bem expostas ao tempo, use chapéu e protetor solar!

> Com algumas chuvas na Chapada, o rio Cumbuca se torna bem caudaloso, um espetáculo à parte.

> Não há ponto de água durante a trilha, a única fonte é o Rio Cumbuca.

View more external

4 comentários

  • Foto de CrisSouza

    CrisSouza 3/mar/2019

    I have followed this trail  verificado  View more

    Fiz essa trilha, pode seguir sem medo. Cachoeira muito gostosa.

  • Foto de Hélio Jr

    Hélio Jr 7/mar/2019

    CrisSouza, agradeço pelo feedback. Bons ventos!

  • juh.gouveia 23/abr/2019

    I have followed this trail  verificado  View more

    Fizemos seguindo esse log e deu tudo certinho. Obrigada!

  • Foto de Hélio Jr

    Hélio Jr 23/abr/2019

    Obrigado pelo feedback, Juh, Bons ventos!

You can or this trail