Baixar

Distância

9,44 km

Desnível positivo

556 m

Dificuldade técnica

Difícil

Desnível negativo

626 m

Elevação máx

1.170 m

Trailrank

51 4,6

Elevação min

873 m

Tipo de trilha

Circular

Hora

3 horas 50 minutos

Coordenadas

1722

Enviada em

6 de maio de 2009

Registrada em

março 2009
  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
Compartilhar
-
-
1.170 m
873 m
9,44 km

Visualizado 14448 vezes, baixado 422 vezes

perto de Pitões das Júnias, Vila Real (Portugal)

Os moradores de Pitões das Júnias cumprem todos os anos uma tradição religiosa cuja origem se desconhece: Sobem ao alto de uma serra com mais de mil metros de altitude e numa pequena capela que ninguém sabe por que e por quem foi construída e rezam em honra de São João da Fraga. No regresso, comem a merenda, deixada na ida num carvalhal.

Esqueça os saltos altos e a melhor fatiota. Na festa de São João da Fraga, em Pitões das Júnias, no concelho de Montalegre, o que se usa mesmo, ou se recomenda, são as botas de montanha e uma vara de apoio. A capela do santo, fica a mais de uma hora de distância da aldeia. E o caminho até lá tem tanto de belo como de íngreme. Mesmo assim, no passado domingo, foram muitos os que venceram o sacrifício, ficando, assim, e, literalmente, “mais perto do céu”, diria ,mais tarde, o pároco da freguesia na hora da missa.
Pelo caminho, as conversas dos vários grupos, faziam-se ao ritmo da inclinação do terreno. Nas subidas mais acentuadas, o que se ouvia mesmo era a respiração ofegante.
“Enquanto há pernas, não há cabeça, quando vem a cabeça já não há pernas!”, desabafava para o colega do lado uma mulher de Pitões, lamentando os esforços a que submetera as pernas, que agora lhe começam a faltar.
Outro grupo rezava o terço. “É para que São João nos ajude durante todo o ano”, explicava uma das mulheres.
Já no topo, a mais de mil metros de altura, cada um ajeitava-se como podia pelas fragas que rodeiam a pequena capela, que ninguém sabe explicar quem e por que a mandou construir. “Pelo menos, 140 anos tem! O meu tio morreu com 90 anos há mais de cinco décadas e dizia que sempre se lembrava da capela”, respondia José Pereira, de Pitões, à curiosidade do vereador da cultura da Câmara de Montalegre.
Rezada a missa e feita a procissão à volta da capela com o São João da Fraga, aos romeiros espera-os o caminho de regresso à aldeia. No entanto, mais ou menos a meio, há uma paragem. Num carvalhal, onde à ida foram já deixados os farnéis, juntam-se merendas e convive-se. Para os desprevenidos, a associação cultural local partilha a carne que assa na brasa. O baile, ao toque de concertina e dos gaiteiros locais, animam o resto da tarde. À noite, a festa continua, mas na aldeia.
Tirado de: http://pitoes.multiply.com/journal/item/67
Pico

Capela de São João da Fraga

Refúgio de montanha

Pitões das Júnias

Partida/Chegada
Árvore

Rio 1

15-MAR-09 1:43:28PM
Árvore

Rio 2

15-MAR-09 1:29:24PM
Árvore

Rio 3

15-MAR-09 1:13:28PM

13 comentários

  • chinbelio 25 de dez de 2011

    divertida subida aunque algo peligrosa por estar la roca muy mojada

  • Foto de Paulo.Reis

    Paulo.Reis 9 de fev de 2013

    Espectacular track! Belissimo lugar...

  • feces01 3 de abr de 2013

    Ya subi dos veces y cada vez me gusta mas! se lo recomiendo a todos pero en dias secos ya que para llegar a la hermita, en lo alto hay mucha roca y se debe resbalar y en esas alturas un resbalon es...bueno no digo nada mas. Ir y disfrutarlo!

  • Foto de João Amaral

    João Amaral 24 de abr de 2013

    Já subi uma vez à Capela e deslumbrei-me.
    Sexta (26) vou lá de novo.
    Paisagem MAGNÍFICA!

  • feces01 25 de abr de 2013

    Joao si tienes tiempo, vete al pie de la cascata, justo en donde esta el puente de la misma. Esta fabuloso! estuve alli hace dos semanas y es un espectaculo increible.

  • Foto de João Amaral

    João Amaral 2 de mar de 2014

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Trilho fácil de seguir. Fisicamente dificil, principalmente o final!

  • Foto de Paulo.Reis

    Paulo.Reis 8 de ago de 2014

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Espectacular

  • Manuel Pimenta 24 de ago de 2015

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Caminho muito exposto, convém levar cobertura de cabeça e alguma água de reserva. No regresso vale a pena o desvio à ponte do Pereira para um mergulho na cascata.

  • Foto de Vítor Santos

    Vítor Santos 14 de out de 2015

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Trilho muito bonito com um final fantástico!

  • Foto de jorfontoura

    jorfontoura 19 de dez de 2016

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Dificil, com subida final ingreme por trilho incerto quase de cabras, em mitas vezes por rocha molhada e humida, quer pela chuva, que pelas geadas. Trilho que ja fiz por dois anos seguidos, como um regresso a casa da montanha, em 2015 e este ano 2016

  • Foto de jorfontoura

    jorfontoura 28 de jan de 2018

    Excelente trail muito technical. Dificuldade acrescida

  • as0690 5 de mai de 2019

    Eu fiz esta trilha  verificado  Ver mais

    Percurso sem partes planas.
    9,5km divididos em 2 partes iguais:
    1/4desce+1/4sobe+1/4desce+1/4sobe.
    Difícil

  • ElodieB 28 de jun de 2021

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    During most of the trail, it actually follows a PR signalization (yellow and red), when approaching the capela, the paths divides, take care not to follow on the PR too long.
    The hill is the hard part and I advise it not to do by rainy weather or humid weather as the stone on top will be slippery.
    Very nice view.

Você pode ou esta trilha