ee98029
186 3 0
  • Foto de Percurso Vermelho
  • Foto de Percurso Vermelho

Dificuldade técnica   Difícil

Coordenadas 328

Uploaded 7 de Março de 2010

Recorded Março 2010

-
-
319 m
94 m
0
1,0
1,9
3,84 km

Visualizado 2213 vezes, baixado 53 vezes

próximo a Campo, Porto (Portugal)

Percurso linear, com uma terminação no Lugar da Azenha, onde começa o estradão de Couce, e a outra no Centro de Interpretação Ambiental.

É considerado o mais difícil especialmente pela subida/descida junto à Azenha, muito íngreme. Tem uma extensão de cerca de 3200 metros, considerando-se razoável percorrê-lo em 2h30.

Passa por várias fragas, propiciando uma vista muito bonita sobre o vale do rio Ferreira. No término junto ao CIA pode ser observado do exterior o Fojo das Pombas (Mina Romana de elevadíssimo interesse arqueológico).
Do ponto de vista geológico "este percurso está implantado em terrenos com litologias pertencentes ao Précâmbrico e/ou Câmbrico e ao Ordovícico. Este percurso apresenta, na sua parte inicial, litologias como xistos e siltitos de idade ordovícica. À medida que o percurso se vai deslocando para Oeste, aqueles materiais vão dando origem a litologias mais grosseiras, culminando com bancadas métricas de quartzito onde é possível observar pistas de locomoção de trilobites (Cruziana). Estas bancadas quartzíticas, devido à sua maior resistência à erosão, materializam os grandes alinhamentos que formam as Serras desta região." Texto do Centro de Geologia da UP.

http://www.valongoambiental.com/index.php?section=69

2 comentários

  • vadio 11/jan/2011

    O percurso é bonito mas está mal sinalizado. Faltam algumas algumas marcações, pelo que o melhor é levar o gps.

    É preciso ter muita atenção aos poços romanos. Estes atingem dezenas de metros de profundidade e encontram-se mesmo ao lado do trilho e parcialmente encobertos pela vegetação. É uma pena que ninguém coloque barreiras, ou que pelo menos os sinalize de maneira a tornarem a zona mais segura para pessoas e animais.

  • Foto de ee98029

    ee98029 11/jan/2011

    É em parte verdade que podia estar melhor sinalizado, mas o vandalismo e a exploração florestal têm degradado a sinalética.

    No que concerne aos poços romanos não existe perigo algum se as pessoas se mantiverem nos trilhos marcados (caminhos florestais). Vedar tais buracos muito difícil senão impraticável.

    Recomendo, principalmente em dias de boa visibilidade!

You can or this trail