Dificuldade técnica   Difícil

Horas  6 horas 19 minutos

Coordenadas 6521

Uploaded 13 de Janeiro de 2013

Recorded Janeiro 2013

-
-
1.052 m
400 m
0
4,0
8,0
15,91 km

Visualizado 3986 vezes, baixado 35 vezes

próximo a Macieira, Viseu (Portugal)

Percurso(não assinalado) com início num parque de merendas ao pé do Alto de São Macário. Descida por estrada de alcatrão até à Aldeia da Pena. (tem café e restaurantes). Da Aldeia da Pena até Covas do Rio ("Caminho onde o morto matou o vivo") distam apenas 4,5 Km. No entanto, demoramos 1 hora a descer 1,5Km (com 200 metros de desnível) cujo caminho é cheio de pedras soltas e que com humidade são extremamente escorregadias. Contudo, tem uma bela cascata.
Covas do Rio é o ponto mais baixo(420 metros). Depois é sempre a subir até à Serra de São Macário. Uma parte inicial é realizada por estrada de alcatrão mas depois é sempre realizado por caminho de terra batida. Faz-se muito bem no outono/ inverno. Se realizar esta caminhada em tempo quente, avisa-se que as sombras não abundam e que terão de subir perto de 640 metros ao londo de 8,5Km. Poderá não ser agradável.
Portanto, a principal dificuldade é a descida de 1,5Km depois da Aldeia da Pena que deverá ser realizada com extremo cuidado.
Destaca-se, e muito, toda a BELISSIMA paisagem do longo de todo o percurso com especial enfase à subida até São Macário. Muito muito bonito. :)

Pode descarregar com confiança :)


Nota: Pede-se a quem descarregar este GPS que, depois, deixe o feedback para ser útil a outros. :)
  • Foto de Capela
  • Foto de Capela de São Macário
  • Foto de Capela de São Macário
  • Foto de Capela de São Macário
  • Foto de Aldeia da Pena
  • Foto de Aldeia da Pena
  • Foto de S Macario (1062.49m)

2 comentários

  • Foto de Ana Fernandes

    Ana Fernandes 18/Abr/2014

    Efectuei o percurso ao contrário e foi talvez mais fácil e rápido. O "caminho do morto que matou o vivo" será o troço mais bonito, com a sombra da vegeteção autóctone e o som quase ensurdecedor da água. Realizado a subir torna-se mais seguro, devido ao cascalho xistoso, e torna possível contemplar a abordagem ao "portal" em pedra, majestoso, erguido em direção ao céu.

  • Foto de npena

    npena 19/Abr/2014

    Olá Ana. Obrigado pelo comentário.

    O "caminho do morto que matou o vivo" faz parte de um outro trajeto conhecido como o trilho dos maias.
    Ainda não o efetuei mas também está aqui no wikiloc,
    :)

You can or this trail