Horas  um dia 43 minutos

Coordenadas 3271

Uploaded 14 de Dezembro de 2015

Recorded Dezembro 2015

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
2.130 m
1.540 m
0
7,9
16
31,61 km

Visualizado 4449 vezes, baixado 270 vezes

próximo a San Martín de Castañeda, Castilla y León (España)

Subida a Peña Trevinca desde o parque de estacionamento de Laguna de Los Peces (1723m) com o Club de Montaña Sanabria. Atividade inserida nas Comemorações do Dia Internacional da Montanha.
Existem duas alternativas: pela GR-84 ou pelo caminho usado pelos vaqueiros da zona que atravessa o Collado de La Ventosa. Optamos por seguir pela primeira, GR84, e regressar pela segunda, Collado de La Ventosa, que é a mais curta.
Deixando para trás o estacionamento, seguimos o caminho que contorna a Laguna de Los Peces pela direita em direção à GR84 – Montaña de Sanabria. Seguimos a GR, passando pela Laguna de Murias ou de las Yeguas até ao refúgio de montanha com o mesmo nome. Aqui fizemos uma pequena pausa para o reforço da manhã. Continuando a GR, passamos pela estação meteorológica e pouco depois estávamos na bifurcação do caminho vindo de Collado de La Ventosa, à esquerda. Seguimos em frente, sempre a descer, atravessamos o Arroyo de La Cuchilla e pouco depois estávamos na Fonte do Arroyo de La Cuchilla, à nossa esquerda a paisagem é deslumbrante: Barragem de Vega del Conde, Vale do Rio Tera e Peña Trevinca com a sua forma piramidal caraterística. Continuando a descer atravessamos agora o Arroyo de Riopedro e um quilómetro depois estávamos no Refúgio de Montanha de Riopedro. Aproveitamos o lugar para almoçar e descansar para o que nos esperava, a ascensão ao cume de Peña Trevinca! Já com as forças repostas seguimos o caminho que nos leva a uma ponte de madeira sobre o Rio Tera e a uns 300 metros dali chegamos a uma bifurcação: à esquerda continua a GR84, à direita Peña Trevinca a 5,4Kms. Seguimos pela direita em direção a Peña Trevinca seguindo pela margem esquerda do Rio Tera, atravessamos vários Arroyos até à base de Peña Trevinca. Desde aqui o esforço aumenta, temos de vencer um desnível de 480 metros em dois quilómetros. O caminho está marcado por mariolas facilmente identificadas. A parte final da subida, próximo ao cume, é muito escarpada, em alternativa pode-se seguir as mariolas, contornando a aresta e alcançando o cume pela face norte.
Atingimos os 2127metros! Estamos perante o pico mais alto da província de Zamora. O cume constitui o limite das províncias de Zamora, Orense e León. Desta circunstancia surge seu nome - Peña Trevinca. O alto está marcado por uma cruz colocada pelos montanheiros zamoranos no ano de 1957. Agora encontra-se no chão, provavelmente consequência de uma tempestade. A dificuldade e dureza da sua ascensão é compensada pelas magnificas panorâmicas de 360º - Cordillera Cantábrica, Montes Aquilanos, Montes Telenos, Sierra del Eje e Vales do Rio Tera e Jares.
Depois de contemplar as panorâmicas e da foto da praxe, para evitar fazer o mesmo caminho, optamos por descer em direção das Lagunas de Piatorta para daqui continuar até à Barragem de Vega del Conde, evitando assim a sobreposição do trilho. Quando chegamos ao Arroyo de La Mermiñeira, começaram a aparecer nuvens baixas que nos fez alterar o desejado. Acabamos por descer ao longo do Arroyo até ao Vale do Rio Tera, sem caminho definido e com vegetação que dificultou a progressão, chegamos ao trilho usado na ascensão que seguimos até ao Refúgio de Riopedro.
Como o grupo era de 14 caminhantes, a pernoita teve de ser efetuada em dois refúgios. No Refúgio de Riopedro ficaram 6, os outros 8 seguiram para o Refúgio de La Majada Trefacio onde pernoitamos. A noite foi muito agradável com um bom jogo de UNO onde os licores e a lareira ajudaram a aquecer o ambiente.
No dia seguinte, o tempo não estava a nosso favor, tínhamos previsão de chuva forte para a tarde e já tínhamos uma densa neblina sobre a Barragem de Vega del Conde. Optamos por regressar pelo mesmo caminho do dia anterior, seguimos ao encontro do grupo que pernoitou no Refúgio de Riopedro e seguimos a GR84, sempre a subir até ao Alto del Marrón e no poste da bifurcação da GR, seguimos a indicação de “aparcamiento de Laguna de Los Peces”. A neblina já nos tinha alcançado, a visibilidade era de pouco mais de meia dúzia de metros. Uns dois quilómetros à frente estávamos em Collado de La Ventosa (1833m), a lagoa com o mesmo nome era quase imperceptível devido à densa neblina. Começamos a descer, atravessamos o Arroyo de Los Covadosos e 800 metros à frente cortamos à direita para o parque de estacionamento onde terminamos esta incursão em Montes da Sanabria.

4 comentários

  • Marcia Madeira 15/dez/2015

    fantastica

  • PicosAlpinos 15/dez/2015

    Nos meus favoritos! Obrigado pela partilha.

  • Foto de canarom

    canarom 10/ago/2017

    Muy buen reportaje.Gracias https://pt.wikiloc.com/trilhas-outdoor/pena-trevinca-desde-laguna-de-los-peces-11682598#wp-11682622/photo-7131613

  • Foto de umtuga

    umtuga 9/jul/2018

    I have followed this trail  View more

    No shades! Long long views...

You can or this trail