Tempo em movimento  2 horas 7 minutos

Hora  5 horas 12 minutos

Coordenadas 1104

Enviada em 23 de Junho de 2019

Registrada em Junho 2019

-
-
1.794 m
1.582 m
0
1,6
3,1
6,25 km

Visualizado 140 vezes, baixado 6 vezes

perto de Capivara Alta, Santa Catarina (Brazil)

Trilha até a famosa "Pedra Furada", parte de um dos maiores cartões-postais de Santa Catarina - o Morro da Igreja.

Esta trilha ficou fechada durante muitos anos e foi reaberta em 2018. Está no território do Parque Nacional de São Joaquim (assim como o Cindacta da aeronáutica e o morro da igreja) e, portanto, em rígidas regras de visitação em virtude do plano de manejo do parque. Ou seja, são regras pra evitar a depredação, lixo, acidentes e tudo mais que vemos por aí.

Apenas os guias credenciados pelo ICMBio podem levar trilheiros. O limite é de 30 pessoas por dia, e os guias se organizam de modo que mais de um grupo possa visitar a pedra no mesmo dia. Há diversas agências que operam em Urubici, como a EcoTrilhas e a Graxaim. Basta entrar em contato, perguntar quando está programada a próxima trilha até a Pedra Furada e se encaixar.

A trilha começa um pouco antes do Morro da Igreja, quase no fim da estrada da aeronáutica que leva ao topo do morro. Tem um estacionamento exclusivo para esta trilha, de modo que faz-se uma pequena caminhada pelo asfalto até o início da trilha. Ela margeia o morro da Igreja pelo lado oposto à estrada, dando aberturas para a serra Geral em seu lado Norte (corvo branco, Espraiado, campo dos padres, etc), enquanto, no topo do morro, se tem vista para Sul (Laranjeiras, Funil, Rio do Rastro, etc).

Esta trilha é interessante porque explora a mata nebular de altitude, com forte presença de arbustos. Há trechos de verdadeiros "campos" de vassoura-branca e bracatingas (embora não haja passagem por campos de altitude). Após margear o morro da igreja, tem a descida por mata fechada e muitas pedras, em direção à Pedra Furada. Ela é uma grande formação de basalto, com diversos falhamentos e, claro, o grande "furo" no seu centro.

Da pedra é possível avistar os turistas, no topo do morro da Igreja, bem como o paredão que dá nome ao morro - que, visto do vale, parece mesmo uma antiga igreja barroca.

A trilha poderia ser classificada como fácil em um dia bem seco, porém a descida pode surpreender se o solo e as rochas estiverem úmidos.

Nesta trilha há a desvantagem de ficar preso a um grupo e a um guia, o que limita a capacidade de exploração (as normas são, de fato, bem rígidas para não deixar abrir caminhos secundários ou fugir da trilha principal). Porém, vale a pena por ser um local tão conhecido visto por fora e que, agora, pode ser novamente visto por dentro.
foto

Início

foto

Vista

foto

Vista

foto

Vista

foto

Pedra

foto

Pedra

Comentários

    Você pode ou esta trilha