Tempo em movimento  8 horas 59 minutos

Horas  um dia 7 horas 46 minutos

Coordenadas 5208

Uploaded 26 de Fevereiro de 2018

Recorded Fevereiro 2018

-
-
1.817 m
933 m
0
7,7
15
30,67 km

Visualizado 1146 vezes, baixado 94 vezes

próximo a Anitápolis, Santa Catarina (Brazil)

Passo Nevado + Grande Cachoeira do Rio Canoas + Morro do Boa Vista (24-25/02/2018). Trilha do Índio.

Sem Limites: Passo Nevado - Anitápolis + Grande Cachoeira do Rio Canoas, Campo dos Padres - Canyon Espraiado - Urubici + Morro do Boa Vista 1.827 m .

O início de nossa aventura começou já no transporte em Anitápolis, devido as condições de acesso de carro baixo ser de maior dificuldade contactamos o morador da região Sr. Nilton Skura para nos levar juntamente com nossas cargueiras em sua camionete Toyota Bandeirante, o transporte por si só já é uma aventura com muita diversão e as paisagens de perder o folego. Super recomendamos realizar o transporte com ele, além de se tornar muito mais simples o acesso torna-se muito mais divertido e sua aventura fica completa.

Iniciamos a trilha no acesso da Trilha dos Índios (passagem indígena), ou conhecido carinhosamente Passo Nevado (apelido do local quando de invernos rigorosos) ou comercialmente devido a fazenda Passo Nevado.

Acredita-se que a Trilha dos Índios, foi aberta pelos animais que residiam na base e topo da Serra Geral "do Campo dos Padres" a muito tempo, utilizada pelos índios aproximadamente a uns 12.000 anos, depois explorada por "desbravadores" e Jesuítas alguns séculos, erodita pelo deslocamento de milhares de animais domésticos bovinos, ovinos e equinos há dezenas de anos e com um processo contínuo, uma caminho Milenar que leva aos Berços das Nascentes de Rios que abastecem Santa Catarina e Rio Grande do Sul. O rio Canoas e o Rio Tubarão também nasce nesse planalto.


Logo no inicio já começa uma subida trabalhosa ainda mais estando de cargueiras que vai ziguezagueando pelas escarparas da Serra Geral, até chegar no Campo dos Padres, já em Urubici.No alto a beleza é incrível e as possibilidades para continuação de trilha são inúmeras.
Descansamos e reunimos o grupo próximo do topo, para contemplar as belas paisagens proporcionadas pela Serra Geral e logo fomos seguindo em frente a próxima parada que seris para almoço na casa azul.
Chegamos a casa azul e o grande e o interessante curral e muros de pedra, e ali aproveitamos para almoçar enquanto alguns integrantes do grupo foram fazer uma investida no cemitério indígena que fica ali perto, neste momento não os acompanhei estava mais preocupado com meu almoço, rsrsrsrs.
Após o almoço resolvemos deixar o banho da cachoeira e do poço que possui ali por perto para volta se tivéssemos mais tempo, afinal nosso destino deste dia seria a Grande Cachoeira do Rio Canoas.
Após muitas belas paisagens conseguimos avistar a Grande cachoeira por cima de forma que só nos deixou com mais vontade de conhecê-la, atravessamos o rio pela própria do topo da cachoeira até alguns paredões que ficavam exatamente de frente para ela, aproveitamos o tempo bom e já armamos nossas barracas para garantir, a previsão deste final de semana era para chuvoso, mas até o momento estava ótimo.
Agora sim tudo pronto, bora procurarmos o acesso de descida a tão esperada e famosa GRANDE CACHOEIRA DO RIO CANOAS. Seguimos o caminho não muito batido e com vários desvios , seguindo o relevo até chegar o curso do rio e ir seguindo-o para encontrar e nos surpreender com a vista ali de baixo, o local é realmente belíssimo e abaixo da queda possui um enorme poço para banho. O local por si só é realmente surpreendente com seus lindos paredões e vegetação.
Impossível mesmo no frio de sua agua ficar sem se molhar.
Após aproveitamos a cachoeira Retornamos para nosso acampamento. Fizemos questão de acampar e ficar junto aos paredões de frente para a Grande Cachoeira do Rio Canoas para ter a mesma paisagem de manhã, e podendo jantar e dormir ouvindo-a e com abençoada oportunidade de acordar de frente para ela. Durante o dia com o tempo nos auxilando com boa claridade, aproveitamos para muitas fotos da paisagem catarinense a se perder no horizonte.
O Amanhecer foi em meio as nuvens sem podermos contemplar o nascer do sol, mas o tempo ainda se mantendo bem para podermos aproveitar muito bem o dia. Aproveitamos e retornamos por outro caminho pelo outro lado do rio, até mais uma bela queda do Rio Canoas, com grande poço para banho e uma bonita vista do vale para leste e oeste. Aproveitamos o local para banho e um bom descanso da continuidade de nossa jornada.

Um pouco antes da descida, paramos em área arborizada para descanso, ali dividimos o grupo que ficaria por ali curtindo o rio, seus poços e quem iria dar continuidade na trip. Nosso final de meta era ascensão do Morro da Boa Vista. Subindo um pouco mais em direção a ele podemos andar nas borda da Serra Geral, tendo um belíssimo visual da região e seu surpreendente relevo. Para o Morro da Boa Vista, segue um caminho com áreas charqueadas que muitas vezes torna a caminhada cansativa, cortamos o caminho cruzando próximo do do rio seguindo em direção ao Boa Vista. Optamos para cortar caminho realizar um vara mato aproveitando de algumas passagens do gado pela mata, um vara mato lento e bem sinuoso. Antes de alcançarmos o cume o grupo optou por realizar outro vara mato para finalmente chegar ao topo, neste momento preferi contornar o morro para evitar o segundo vara mato como pode se observar no trackloc, já que um dos integrantes da trip estava com muita dificuldade de flexionar o joelho. Atitude bem acertada e tranquila contornar o morro, se tornou um pouco mais longo mas evitou o vara mato e a subida pode ser realizada de forma suave, ziguezagueando para a subida. Finalmente atingimos o topo do Boa Vista com um dia de vista esplendorosa com sua altitude de 1.827 m considerado o ponto mais alto de Santa Catarina. Ali possui a existência de dois marcos geodésicos que guardam o ponto culminante do estado de Santa Catarina. A visão da Serra Geral é fantástica, e fomos abençoados por pegar uma visão impressionante do vale do Rio Canoas bem junto à borda da Serra Geral a leste, do Morro do Campo dos Padres a nordeste, do Morro do Chapéu (teta) e Morro Perdido ao norte, além dos morros e picos da Serra do Corvo Branco, do Parque Estadual da Serra Furada e o Morro da Igreja, bem distantes ao sul.

Após essa incursão até o topo chegou a hora de retornarmos pegar as cargueiras e partir o caminho de volta pela Trilha dos Índios ainda tínhamos muito chão pela frente. Aqui o grupo subdividiu alguns retornando pelo mesmo caminho que viemos, novamente realizamos um caminho diferenciado gravado no trackloc tentando manter-se no máximo na região alta para realizarmos uma só descida para suavizar o caminho da integrante que estava com joelho lesionado, este caminho diferenciado nos trouxe belíssimas imagens incomuns da região, sendo um caminho só pelo alto, como um dos nosso amigos disse era o caminho dos snipers em uma guerra venceríamos com a técnica de higher ground pois avistávamos tudo que se passava por ali, muitas vezes víamos o grupo e muito dos lugares que havíamos passado neste dias. A descida foi por um vara mato leve mais uma passagem de rio e logo estávamos colocando a mochila nas costas e nos reunindo ao grupo principal e caminhando para iniciar a descida na trilha dos índios. E logo lá embaixo estaria a nossa tão alvejada carona com a famosa Toyota do Sr. Nilton nos aguardando.
A descida foi tranquila e o joelho da integrante foi doendo a descida toda, mas manteve-se firme e forte com auxilio de bastões até conseguir e finalizar a descida. E ali nas margens do rio quando acaba a descida veio nosso amigo Edézio para se oferecer a levar a cargueira da integrante com o joelho lesionado para dar uma aliviada na restante da caminhada até o destino e podermos retornar na aventura da Toyota a noite e após tudo isso tomar um delicioso café na casa do Sr. Nilton. E assim mais uma trip finalizada de forma perfeita. E com a previsão do tempo que era de mutia chuva que se tornou totalmente favorável neste excelente final de semana entre amigos.

PS/ Provavelmente as dores foram provocadas por falta de alongamento. (Observação Médica, encurtamento muscular) Fica o aviso para todos nós: Alonguem-se!

Morro da Boa Vista, a 1827 metros de altitude, o pico mais alto da Serra Geral e o terceiro do Sul do país. Com o ponto culminante de SC, o Boa Vista encontra-se no Campo dos Padres com seus 1827 metros de altitude localizado na cidade de Bom Retiro.

No Alto da Serra Geral de Santa Catarina, estende-se da Pedra Branca em Alfredo Wagner até o Espraiado em Urubici. Nessa região nascem rios de 3 importantes bacias hidrográficas que abastecem nosso estado – o Rio Canoas, Rio Itajaí do Sul e Rio Tubarão. Por sua vez, é um grande motivo para manter este paraíso preservado. O nome “Campo dos Padres” foi dado em alusão aos padres jesuítas que, vindos das Missões, refugiaram-se nos campos desta serra.
A região é provida de inúmeras lendas, esculturas geológicas, montanhas, escarpas e chapadas, além dos cânions e das cachoeiras que compõem todo o cenário.
Graduo esta trilha com nível difícil devido a questão de esforço físico e de ter uma longa distância a se percorrer com cargueira além de ascensão acumulada de quase 1.500 m .

Trilha realizada com o grupo: Sem Limites!
(Anderson, Aroldo, Carlise, Clarice, Dayanne, Dianne, Edézio, Emersom, Joara, Johnny, Karin, Marina, Mércia, Ricardo, Sidney)


Lembre-se: mantenha as porteiras fechadas se estiverem fechadas e, abertas se estiverem abertas. Além disso, procure contato com os donos das propriedades antes de acessá-las, cuidado que na região possui gado, búfalos.
NÃO FAÇA FOGUEIRAS: Ao acampar as fogueiras são proibidas em locais ambientalmente protegidos. A atividade enfraquece o solo e representa uma das grandes causas de incêndios florestais. Ao cozinhar utilize fogareiro, para iluminação use lanterna e para se aquecer, basta ter a roupa adequada ao clima do local que se está visitando.
EVITE ao máximo FUMAR e, se o fizer, sobretudo não descarte suas bitucas no caminho - bituca também é LIXO, apague-as com água e traga junto com o seu lixo.
Evite desmoronamentos ao entrar e sair de rios, e também não jogue nada neles; Não entre acompanhado de animais de estimação.
Muita atenção ao horário de retorno (variável de acordo com a estação), leve SEMPRE lanterna e baterias sobressalentes; Lembre-se: em ambientes naturais há riscos de diversos acidentes e a fadiga pode favorecê-los. Ao atravessar ou banhar-se em rios e cachoeiras tenha consciência que os mesmos podem subir repentinamente. Isso pode gerar situações perigosas, ilhando ou até arrastando as pessoas.
NUNCA deixe nenhuma forma de lixo nas trilhas ou montanhas, recolha o lixo que encontrar se for possível.
Toda trilha possui seu esforço é importante conhecer seus limites. E ALONGUE-SE!

A felicidade verdadeira deve ser compartilhada!
Respeite a natureza! Preservemos a beleza natural do mundo.
Grande Cachoeira do Rio Canoas

19 comentários

  • Foto de Fábio S Alves

    Fábio S Alves 27/fev/2018

    Lindo lugar! Partiram de Anitápolis?

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 27/fev/2018

    Sim Fábio. A saída foi de Anitápolis.
    Abraços.

  • Foto de Fábio S Alves

    Fábio S Alves 27/fev/2018

    legal, valeu, abraço.

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 27/fev/2018

    A disposição Fábio, logo colocarei maiores informações do trajeto.
    Abraços.

  • Foto de gvogetta

    gvogetta 4/abr/2018

    Região excepcionalmente bela. Já tive oportunidade de percorrê-la por outros caminhos. Ótima descrição e uma tracklog bem recheada de informações, como se costuma ver em suas postagens.
    Faremos o trajeto em breve, talvez não exatamente sobre a mesma linha e na mesma sequência, especialmente na parte alta da serra, mas certamente nos servirá como referência. Abraço!

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 5/abr/2018

    Obrigado Getúlio.
    Desejo-lhe uma ótima trilha e com um excelente condição climática para aproveitar todo o potencial deste belo trajeto.
    Aproveitei algumas dicas de recomendações suas referente ao cigarro para adicionar neste tracklog e em outros futuros.
    Abraços.

  • Foto de gvogetta

    gvogetta 9/abr/2018

    Agradeço os votos @Johnny S!

  • Foto de R.Damasceno

    R.Damasceno 9/abr/2018

    Ola Johnny. Bela trilha, o lugar deve ser espetacular. Voces fizeram esta trip em dois dias, certo? A estrada para se chegar ao inicio da trilha é muito ruim para carro baixo? Abraço!!!

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 9/abr/2018

    Olá.
    Sim fizemos em dois dias para poder acampar e desfrutar bem do local.
    A estrada para carro baixo é bem ruim, já estive algumas vezes por lá, nesta última a estrada estava um pouco melhor.
    Mas se chover e der atoleirro é bem complicado, alguns carros baixos tiveram que fcar na estrada, aumentando a distância. Além das grande pedras enroscando em algumas partes, a lama realmente é o pior e em pequenas subidas o carro vai atolando. Se forem fazer em mais pessoas recomendo o transporte com o Sr. Nilton, fica bem mais simples e pode estacionar os carros na casa dele.
    Abraços e boa trip.

  • Foto de tiago.brazil

    tiago.brazil 8/ago/2018

    Olá Johny. Que trilha! Pretendo ir ao Boa Vista este mês ainda (Ago/2018) pela trilha dos índios, certamente usarei sua tracklog como referência. Um pergunta importante: Como eu acho o Sr. Milton?? Tem telefone para combinar com ele, algo assim?

    Abraço!!

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 8/ago/2018

    Olá. Realmente é uma trilha espetacular.
    Pode solicitar no meu e-mail que quando estiver em casa te passo o contato dele.
    [email protected]

  • Foto de Marcos Aurélio Poerner

    Marcos Aurélio Poerner 3/set/2018

    Olá Johnny, Tracklog incrível!
    Você teve que obter alguma autorização para subir o Campo dos Padres/Boa Vista? Estou querendo fazer uma trilha subindo o Campo dos Padres até o Boa Vista, mas estou com receio devido a necessidade ou não de autorização. Ouvi falar que estão deixando apenas Empresas de excursão acessar o local.

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 15/set/2018

    Olá Marcos. As autorizações que acabamos tendo são de pessoas conhecidas já que realizamos estes acessos a muito tempo e muitas vezes solicitação direta ou através de vizinhos da localidade que intermedeiam para nós.
    Existem nessa região algumas propriedades que depende do seu traçado o pessoal realmente não está permitindo a entrada devido a inúmeros problemas, vai depender muito do traçado que pretende realizar.
    Quanto a questões de empresas, isso é uma questão comercial as vezes acertos com donos de terras ou até mesmo permissão de vizinhos mas não do real dono da terra. Nesta região para se ter ideia existe empresas que cobram e dizem ter acesso mas na realidade não possuem, este caso por exemplo o dono está chamando a policia e já tem inúmeros BO gravados. Uma situação bem chata o que se torna difícil para nós, até porque quando contrata-se uma empresa imagina que esteja tudo acertado.
    O que eu recomendo é conversar com as pessoas da região, verificar bem seu traçado e solicitar passagem pelo local. Até hoje consegui acesso com educação, mostrar que respeita o local, que realmente se preocupa com o meio e acima de tudo respeita o direito de propriedade dele e mantenha sempre a cordialidade com todos, já tive auxílio de moradores conhecidos que solicitaram permissão para mim e outros que até me fizeram companhia na jornada.
    Fico a disposição.

    Lembre-se: NÃO FAÇA FOGUEIRAS: Ao acampar as fogueiras são proibidas em locais ambientalmente protegidos. A atividade enfraquece o solo e representa uma das grandes causas de incêndios florestais.
    Ao cozinhar utilize fogareiro, para iluminação use lanterna e para se aquecer, basta ter a roupa adequada ao clima do local que se está visitando.
    EVITE ao máximo FUMAR e, se o fizer, sobretudo não descarte suas bitucas no caminho - bituca também é LIXO, apague-as com água e traga junto com o seu lixo.
    Muita atenção ao horário de retorno (variável de acordo com a estação), leve SEMPRE lanterna e baterias sobressalentes.
    ATENÇÃO mantenha as porteiras fechadas se estiverem fechadas e, abertas se estiverem abertas. Além disso, procure contato com os donos das propriedades antes de acessá-las, cuidado que na região possui gado, cavalos e muitas áreas de apiários.
    Lembre-se: em ambientes naturais há riscos de diversos acidentes e a fadiga pode favorecê-los.
    NUNCA deixe nenhuma forma de lixo nas trilhas recolha o lixo que encontrar se for possível.
    Toda trilha possui seu esforço é importante conhecer seus limites.
    Respeite a natureza! Preservemos a beleza natural do mundo.
    Abraços e boas trilhas.

  • Foto de tiago.brazil

    tiago.brazil 12/nov/2018

    Fiz a trilha até o cume do boa vista este final de semana, incrível! Não foi fácil, considero difícil, pela subida acumulada e pelo terreno, pelo menos nessa época muito molhado e esponjoso! Além das contas rsss... Risco real que deve ser considerado em dias mais quentes. Porém, posso dizer que valeu e muito a pena, acampamos próximo a base do Morro da Boa Vista em frente a uma cachoeira (a direita de quem está olhando de frente) e o céu a noite carregado de estrelas foi cinematográfico, além de um nascer do sol espetacular que veio com um inacreditável arco íris que se formou bem atrás de nossa barraca a partir da cachoeira. Subi ao pico no dia seguinte, por um acesso livre entre a mata, e foi incrível, porém no retorno meu GPS acabou a bateria é uma repentina neblina tomou conta de tudo tornando a visibilidade muito limitada, o que fez com que me perdesse por uns 40 minutos até encontrar o caminho de volta. Resumindo, as paisagens, a noite o dia e a conquista do pico, tudo foi fantástico!! E venho aqui agradecer ao Johnny por ter me passado p contato do Sr. Nilton Skura, que nos levou e buscou pontualmente no horário combinado, ele é de uma hospitalidade que fazia tempo não via, e a viagem na Toyota é divertida e enriquece é muito a trip. Valeu Johnny

  • Foto de tiago.brazil

    tiago.brazil 12/nov/2018

    Quis dizer "cobras" não contas kkkk... Achamos algumas, inclusive jararacas, e aranhas caranguejeiras das, mas essas não representam riscos... Fui sonhando em ver o Leão Baio, mas não vi... Muito difícil

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 13/nov/2018

    Opa.
    Dae Tiago Obrigado pelo feedback.
    Realmente este local é fantástico e o Sr. Nilton muito espirituoso e divertido e sim com certeza a viagem de Toyota é um plus neste belíssimo trajeto.
    Abraços e Boas trilhas.

  • Foto de ejmaia

    ejmaia 13/abr/2019

    Ola Johnny! Muito massa esse lugar. O teu post me deixou muito na vontade de ir. Te enviei um email solicitando o contato do Sr. Nilton, para fazer o mesmo esquema que vc fez. Pode me dar essa força? Abraço

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 18/abr/2019

    Opa amigo. Vou verificar e te envio o email.
    Abraços e boas trilhas.

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 18/abr/2019

    E-mail enviado Edson, fico a disposição.
    Abraços.

You can or this trail