Hora  2 horas 45 minutos

Coordenadas 1067

Enviada em 10 de Janeiro de 2017

Registrada em Janeiro 2017

  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
-
-
282 m
89 m
0
2,1
4,3
8,59 km

Visualizado 2171 vezes, baixado 69 vezes

perto de Condeixa-a-Velha, Coimbra (Portugal)

Este percurso tem início no parque de estacionamento do Museu e Ruínas Romanas de Conímbriga, sendo mais uma caminhada inspirada nas rotas do Guia Quercus – Percursos na Serra de Sicó, retirado de: http://www.terrasdesico.pt/desporto-rotas-gq-p1.php

Respeitando a descrição do trilho que consta no guia da Quercus, percorremos o circuito no sentido contrário dos ponteiros do relógio, seguindo em direção ao Vale do Rio de Mouros ou Rio Ega, como também é conhecido, atravessando-o pela ponte situada nas traseiras do Museu e continuando por um caminho de terra batida que acompanha o canhão do Rio dos Mouros.

O trilho é fácil e o percurso é coincidente com parte da GR26-Rota Terras de Sicó e a PR1-Rota de Conímbriga, pelo que vamos seguindo as marcas daqueles trilhos, excepto em parte do troço de asfalto a seguir ao Poço das Casas.

Ao Km 7,5 fizemos um pequeno desvio descendo em direção ao Vale do Rio dos Mouros na esperança de ver e fotografar a sua cascata, mas, como já se adivinhava desde o início da caminhada, a falta de caudal do rio fazia prever que também aqui o leito estaria seco e isso acontece porque não chovendo continuadamente durante alguns dias a água acaba por se escoar pelas cavidades subterrâneas do Maciço Calcário do Sicó, mesmo assim, este espaço constituído por um bosque onde predomina o carvalho-cerquinho, é um local mágico que vale a pena percorrer.
Porta

Inicio

Waypoint

Placa

Placa
Waypoint

01322

Waypoint

01420

Waypoint

01421

Waypoint

01517

Waypoint

01618

Lua
Waypoint

01715

Waypoint

01814

Waypoint

01815

Waypoint

Fim

3 comentários

  • Foto de Os Pés do Caminho

    Os Pés do Caminho 14/mar/2020

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Trilho bem marcado e interessante. Não deixem de visitar a cascata mesmo se seca.

  • Joao Melo 26/jun/2020

    Fiz hoje o trilho ao final da tarde. Muito bonito. Numa paisagem calcária como esta, só mesmo depois de grandes chuvadas é que o "rio" de Mouros levará água. Ainda assim, não deixem de descer à cascata porque vale a pena

  • Joao Melo 27/jun/2020

    Eu fiz esta trilha  verificado  Ver mais

    Um belo passeio para um final de tarde

Você pode ou esta trilha