Horas  5 horas 21 minutos

Coordenadas 767

Uploaded 30 de Abril de 2017

Recorded Abril 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
191 m
-7 m
0
2,1
4,2
8,34 km

Visualizado 2137 vezes, baixado 55 vezes

próximo a Santinho, Santa Catarina (Brazil)

Este é um combinado de trilhas ao redor do morro dos Ingleses. A caminhada é relativamente longa e desafiadora, mas oferece ótimas vistas que valem a pena.

O começo é no canto Norte da praia do Santinho, subindo em direção ao mirante do cristo, com boa vista do Santinho. Como é comum em trilhas que partem da praia, a trilha começa indefinida, com vários caminhos que se cruzam, mas é fácil se achar.

No segundo trecho caminha-se morro acima, até os 195m do cume, fazendo a transição da mata de costão pra floresta densa. A vista é muito boa, mostra as praias do Santinho e dos Ingleses como se fossem uma só coisa.

No terceiro trecho, a moleza acaba. A trilha some e a caminhada se dá num terreno irregular, rochoso e com muitas folhagens e troncos finos - não é difícil se mover, mas é fácil se perder. De tempos em tempos a trilha reaparece e você cai em uma trilha secundária ou primária de outro caminho. Num outro trecho há laços laranjas marcando o caminho. São muitas bifurcações. Tentei informar o máximo delas no tracklog, mas depois achei mais fácil manter o olho no GPS. Essa é a dica se você quer se aventurar sem conhecer o caminho. Existe outra trilha que desce do cume já mais perto do Canto Sul dos Ingleses, mas nesta versão que fiz o trajeto fica circular.

O primeiro ponto de observação é a pedra partida, primeiro avistando, depois perto dela.

No quarto trecho, partindo dela, a trilha volta a ficar aberta e com pouco aclive, em quase todo o caminho. Os laços laranjas marcam quase todo o caminho também. Os próximos pontos de observação são uma caverna e, depois, a Pedra da Gurita, uma formação granítica muito interessante em meio a um grande costão - com um grande dique de diabásio.

O quinto trecho é aberto e plano, já muito usado por pescadores, um alento pro fim da trilha. Dizem que, no meio desse trecho há as ruínas de um antigo engenho - de fato há muitas rochas, mas tem que ter imaginação pra enxergar o engenho, tudo já está muito mudado.

A trilha de mata acaba no canto Sul da praia dos Ingleses. Já pegue carona na restinga pra voltar ao Santinho.

Nesta versão, há uma moderada dificuldade nas muitas bifurcações mas, principalmemte, nos trechos em que há espaço pra caminhar, mas não há trilha, exigindo faro e olho no GPS. Isso cansa e atrasa a caminhada, além de exigir experiência e instinto pra prosseguir com tranquilidade. Por esta razão, classifico-a como difícil - quem já está acostumado com estas condições, pode classificar como moderado.
Começo
Subida
Siga
Suba
Direita
Vista
Pela esquerda
Esquerda
Mirante do cristo
Mata fechada
Direita
Reto
Esquerda
Direita
Pela esquerda
Mirante dos Ingleses
Segue por aqui
Direita
Trilha pouco demarcada, olho no GPS!
Laços demarcam o camimho
Siga pela direita; não há mais laços marcando o caminho. Mantenha o olho no GPS.
Esquerda
Esquerda
Esquerda
Árvore
Mirante pedra partida
Pedra partida
A nordeste
Direita
Caverna
Laços voltaram
Pedra da Gurita
Trilha fica bem demarcada
Esquerda
Direita
Esquerda
Esquerda
Trilha aberta
Mirante
Direita
Entre na trilha
Porteira
Chegada ao Canto Sul da praia dos Ingleses
Retorno ao Santinho
Restinga
Fim

2 comentários

  • Foto de gvogetta

    gvogetta 4/abr/2018

    I have followed this trail  View more

    Apesar de não ser um trajeto longo, exige grande atenção à navegação, sendo necessário "farejar" a trilha em vários locais, mesmo com GPS. Como existem diversas trilhas complementares, com diversas bifurcações, isso torna-se um elemento dificultador, assim como a vegetação bastante fechada em vários trechos, com trilha pouco definida ou até mesmo sumida em vários pontos, com saídas e rastros laterais de gente perdida que podem confundir os desavisados em alguns pontos. Também com muitas árvores caídas e gravatás (ou caraguatás) aos montes, espetando e arranhando as pernas.
    Definitivamente não é um lugar para quem não conhece, não curte mata fechada ou não tem experiência em caminhadas deste estilo. Todavia as vistas compensam cada passo dado. Diante disso, baseando-me em critérios técnicos aceitos internacionalmente para classificação de trajetos de trekking/montanhismo, classifico o percurso retratado como de nível DIFÍCIL.

  • Foto de julioettore

    julioettore 11/abr/2018

    Valeu, Getulio, você tem razão sobre o nível de dificuldade.
    Vou alterar e atualizar o texto.
    Abs

You can or this trail