Horas  4 horas 31 minutos

Coordenadas 1123

Uploaded 7 de Março de 2015

Recorded Fevereiro 2015

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
984 m
-8 m
0
2,6
5,1
10,26 km

Visualizado 3118 vezes, baixado 216 vezes

próximo a Três Barras, Santa Catarina (Brazil)

Tracklog a partir do estacionamento do Sítio do Seu Ari até o cume do Monte Crista, e daí até as Cachoeiras do Rio Três Barras, próximo a "Cabeluda"

Este tracklog contém as coordenadas dos "melhores" pontos de acampamento da trilha em JANEIRO de 2015, considerando:
-Solo plano e seco
-Higiene (ausência de mau cheiro e lixo)
-Visual
Mais informações na descrição de cada ponto salvo

O Monte Crista é um destino comum de aventureiros da região de Joinville e proximidades. Faz parte de diversas travessias da região (início ou fim) e possui diversas lendas e causos associados a seu percurso e formações rochosas características.

OBRIGATÓRIO levar lanterna, e outros itens de segurança básicos, além de roupas extras e quentes, pois pode ser necessário o pernoite se o rio no começo da trilha acabar enchendo
Para mais informações e orientações relevantes, recomendo a visita e leitura criteriosa dos seguintes:
http://www.mochileiros.com/monte-crista-sozinho-cume-cabeluda-cachoeira-em-29-10-2011-t61906.html
http://www.papodehomem.com.br/monte-crista-e-como-na-vida/

DIFICULDADE E CONDIÇÕES DA TRILHA
A trilha é muito (mal) frequentada, e devido também ao solo argiloso, é bastante degradada em vários pontos.
Os principais desafios são:
1. Travessia do Rio Crista: logo no começo, há de se atravessar um rio cuja profundidade varia muito conforme as chuvas na região, sendo muitas vezes impossível realizar a sua travessia.
2. Saboneteira: Trecho muito escorregadio de pedras expostas, que pode ser evitado tomando-se a bifurcação à esquerda. A trilha da esquerda tem praticamente a mesma extensão, mas é relativamente mais segura. Após este trecho, continua-se a subir variando entre trechos de inclinação forte com escalaminhada e escadarias de pedra.
3. Campos de altitude do Crista: Exposição a grandes declives, já perto do cume, redobrar a atenção e ficar atento a rajadas de vento
4. Descida as Cachoeiras do Rio Três Barras: a trilha passa por uma drenagem intermitente, é de forte inclinação e exige cuidado redobrado com escorregões. Chegando ao rio, deve-se passar por um curto trecho de grandes pedras e gretas para acessar as cachoeiras. Atenção redobrada no verão com possíveis cabeças d´água no local (informações em http://www.petropolitano.org.br/artigos/consideracoes-a-cerca-do-fenomeno-cabeca-d-agua )
5. Há muitos acidentes registrados na região, mas isto deve-se principalmente ao despreparo das pessoas que utilizam a trilha. Procure sempre ir acompanhado, e com alguém que conheça bem a trilha, e com todos os equipamentos de segurança básicos da prática do Hiking e/ou Montanhismo.

Considerando os riscos descritos acima (5), o grande nível de degradação da trilha, a inclinação elevada em vários pontos e o grande número de acidentes já registrados na região, considero esta atividade como DIFÍCIL


Acampamento para uma barraca (2-4 pessoas) Com visual e próximo a um pequeno córrego e ao cume do Crista
Acampamento para várias barracas, no cume de um morro sem nome com um belo visual do Monte Crista e um grande vale.
Área de cumes com vários locais bons para acampamento, próximo ao rio Três Barras obtenção de água e banho
A subida começa a ficar mais forte a partir deste ponto. Recomendo pegar a trilha da esquerda, pois tem quase o mesmo tamanho e é relativamente mais fácil.
Atenção redobrada com pedras escorregadias e cabeças d´água
Acampamento grande na base no Monte Crista antes da saboneteira, e próximo a um rio com cachoeira.
980m
Estacionamento no Sítio do Seu Ari. Local possui infra-estrutura de banheiros, chuveiros, e uma lanchonete que funciona ocasionalmente. Cobra-se estacionamento por veículo e passagem da ponte por pessoa (levar dinheiro).
Janela na vegetação que permite visualizar um pequeno vale
Mirante que pode ser acessado através da subida de grampos na parte de trás de uma rocha no local.
Travessia em rio de cerca de 20 metros, podendo não ser possível realizá-la devido a cheias causadas por chuvas fortes.

8 comentários

  • ademir junges 4/ago/2015

    ja fiz esta trilha bacana

  • Foto de gvogetta

    gvogetta 3/jan/2017

    Natureza encantadora, montanha mística, rodeada de lendas, história e estórias.
    OBRIGATÓRIO é também levar de volta consigo todo e qualquer resíduo, embalagem ou lixo, INCLUINDO o papel higiênico usado. Sim, isso em muitos parques mundo afora, com frequência intensa de pessoas é obrigatório.
    MAS, estamos em Pindorama, e aqui tudo pode, devido à mente limitada do povo...
    Infelizmente o Monte Crista e adjacências é um destino frequentado por muita gente que não ostenta essa condição (de gente), muito menos pode-se dizer que são aventureiros. Dizer que seriam porcos seria uma ofensa aos coitados dos animais desta espécie. Não encontrei ainda uma definição adequada, mas tendo a aceitar a dada em uma música do Ultraje a Rigor neste ponto.. Rs!
    Conheço a região há alguns anos e lamentavelmente, mesmo com a cobrança na entrada, que em NADA reverte para a montanha ou a natureza, retiram-se centenas de quilos de lixo das áreas de acampamento e do cume do Crista, todos os anos. Isso porque há trabalho voluntário capitaneado pela AJM e GRM, senão todos que vão lá nadariam em tanto lixo.

  • Foto de afonso.lenzi

    afonso.lenzi 22/fev/2017

    muito boa sua track Alexandre, costumo indicar para quem não conhece

  • Foto de Guilherme Wladeka

    Guilherme Wladeka 5/abr/2017

    I have followed this trail  View more

    Agradeço por compartilhar essa trilha Alexandre. O Crista eu já subi três vezes, mas seguindo as orientações que você disponibilizou pude chegar até a cabeluda.

    Aconselho a todos que queiram apreciar uma bela vista, e que desejem um local para testar a resistência das barracas em um vento forte.

  • Foto de Alexandre Arins

    Alexandre Arins 5/abr/2017

    Olá grande Getúlio, de fato infelizmente o Monte Crista é assolado pela presença dos farofeiros da montanha, realidade que se repete tragicamente nos picos mais frequentados e sem fiscalização do país. Já ouvi que na Páscoa sobem mais de 700 pessoas no local (eita), e que já teve até gente subindo com bateria de carro e caixa de som pra fazer um "sonzinho" na cabeluda. Além de tudo, a trilha é relativamente exigente fisicamente, e por ser tão popular muitos acabam necessitando de resgate, muitas vezes por despreparo e por não tomar cuidados básicos. É uma mistura de Pico Paraná com Vila Velha (pré implantação do Parque).

    Afonso, obrigado pelo elogio, qualquer dúvida estamos aí.

    Guilherme, agradeço a avaliação, a cabeluda é um ótimo local de acampamento próximo ao rio, permitindo coleta de água e até um bom banho noturno para os mais corajosos, haha.

  • Foto de tiago.brazil

    tiago.brazil 30/jul/2018

    I have followed this trail  verificado  View more

    A trilha está perfeitamente marcada. Recomendo muito para quem quer subir ao Monte Crista pela primeira vez. Foi o meu caso, e subimos e descemos no mesmo dia, foi bem puxado, a trilha estava muito molhada e lameada, por isso considero muito difícil. A tracklog está ótima!

  • Foto de Renan B.

    Renan B. 10/set/2018

    I have followed this trail  View more

    vai preparado, leva pouco peso!!

  • DanielQuintino 19/jul/2019

    I have followed this trail  View more

    Trilha feita em 13/07/2019, com tempo bom, trilha bem aberta, fácil de seguir, com apenas 2-3 bifurcações que possam confundir um pouco.
    4:30h até o cume e mais 1h para chegar até a cachoeira onde acampamos.
    Na volta foram 4h total para descida.

You can or this trail