Horas  4 horas 38 minutos

Coordenadas 1743

Uploaded 11 de Fevereiro de 2018

Recorded Fevereiro 2018

-
-
764 m
629 m
0
5,0
10
20,13 km

Visualizado 892 vezes, baixado 56 vezes

próximo a Miranda do Douro, Bragança (Portugal)

|
Mostrar original
Começamos a partir do estacionamento na entrada da cidade de Miranda do Douro e continuamos ao longo da Rua 25 de Abril e sua extensão até chegarmos a uma pista de terra.

Vamos caminhar em uma ligeira subida entre olivais, vinhas e pomares até chegarmos ao Castro de Vale de Águia.

Neste ponto, é aconselhável descer para contemplar as vistas deslumbrantes do rio Douro, que faz uma viragem de quase 180º, juntamente com paredes muito altas.

Continuamos o caminho, entre campos de freixos, chegando depois a Vale de Águia.

Desta aldeia, a Aldeia Nova seguiremos um caminho pelo qual passa um GR, acho o 36º.

Da Aldeia Nova fazemos a descida ao entorno de São João das Arribas onde encontramos uma capela, um forte e contemplamos maravilhosas vistas do canhão do Duero que corre centenas de metros abaixo, e o voo dos muitos abutres, abutres egípcios e até cegonhas negros que moram na área. Sem dúvida, é uma das mais impressionantes torres de vigia que existem no Douro, nas Arribes.

A pequena capela, com paredes brancas e azulejo vermelho, é uma nave única. Do lado de fora há um pequeno altar que é usado em dias de peregrinação. Em seu entorno, antigas muralhas de pedra, pertencentes ao que já foi um castro. Não em vão, este lugar está na rota dos castros.

Daqui voltamos à Aldeia Nova e em frente à igreja percorremos um caminho que nos levará até à aldeia da Pena Branca.

Depois, através do vale do rio Fresno, regressaremos a Miranda do Douro, o começo e o fim do nosso percurso.

Embora a cidade de Miranda do Douro esteja associada à compra de toalhas, mobiliário e degustação do seu prato de estrelas: "el bacalao", a cidade velha do mesmo vale a pena visitar, as suas ruas de paralelepípedos, casas de granito, e sua co-catedral, assim chamada porque até 1780, data em que a diocese se mudou para Bragança, funcionou como catedral.

Dentro de nós encontraremos uma surpresa agradável, o principal retábulo do trabalho do século XVII do grande escultor de Valladolid, Gregorio Fernandez.

Comentários

    You can or this trail