Horas  3 horas 49 minutos

Coordenadas 950

Uploaded 5 de Novembro de 2017

Recorded Novembro 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.024 m
625 m
0
2,5
5,1
10,13 km

Visualizado 818 vezes, baixado 69 vezes

próximo a Vilarinho das Furnas, Braga (Portugal)

"A Mata de Albergaria é um dos mais importantes bosques do Parque Nacional da PenedaGerês (PNPG), constituída predominantemente por um carvalhal secular que inclui espécies características da fauna e da flora geresianas. Guarda também um troço da Via Romana - Geira - com as ruínas das suas pontes e um significativo conjunto de marcos miliários.
A baixa presença humana nesta mata não rompeu, até há poucos anos, o frágil equilíbrio do seu ecossistema, cuja riqueza e variedade contribuíram para a sua classificação pelo Conselho da Europa, como uma das Reservas Biogenéticas do Continente Europeu. É também, nos termos do Plano de Ordenamento do Parque, classificada como Zona de Protecção Parcial da Área de Ambiente Natural.

Entretanto, o peso humano tornou-se excessivo, em particular nos meses de Verão, e a regeneração dos componentes naturais passou a fazer-se mais lentamente, sendo já visíveis os seus efeitos nocivos." http://www.serradogeres.com
Antigas casas da Guarda Fiscal
Situada entre a Milha XXXIII e XXXIV da Via XVIII ou Geira, localiza-se a meio caminho entre Albergaria a Sul e a Portela do Homem a Norte, assegurando a travessia do Rio Homem no vale das encostas montanhosas de Prados Coveiros a Leste e Cabeço de Palheiros a Oeste. A nova ponte de madeira foi colocada em Dezembro de 2008.
Ponte sobra a Ribeira de Monção
Milha XXXIII e Casa Abrigo do Académico do Porto
Ponte Feia
Ponte sobre o Rio do Forno
Casa da Albergaria
Ponte de madeira sobre o Rio de Maceira, no mesmo local existiu uma ponte Romana que fazia parte da VIA NOVA.
Fonte da Balsada
MILHA XXXII
Ponte de Palheiros
Ponte
Panorâmica
Panorâmica
Posto de Vigia
MILHA XXXIV (PORTELA DO HOMEM)

1 comment

  • Foto de edgarnpb@gmail.com

    [email protected] 9/jul/2018

    I have followed this trail  verificado  View more

    Convém seguir o sentido correcto do trilho senão damos por nós a terminar a subir e em vegetação algo densa.

You can or this trail