Horas  10 horas 57 minutos

Coordenadas 615

Uploaded 17 de Abril de 2017

Recorded Abril 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.544 m
481 m
0
1,7
3,3
6,67 km

Visualizado 4017 vezes, baixado 294 vezes

próximo a Porto de Cima, Paraná (Brazil)

Marumbi (Abrolhos +Ponta do Tigre +Gigante + Olimpo)

O Conjunto Marumbi é a montanha com rota mais difícil do Paraná. O nome do cume mais alto (Olimpo) do Conjunto Marumbi recebeu o nome do seu primeiro desbravador, Joaquim Olimpio Carmeliano de Miranda.

Conjunto Marumbi ou Serra Marumbi é formado pelas montanhas:
Olimpo (1.539 m.) - Boa Vista (1.491 m.) - Gigante (1.487 m.)
Ponta do Tigre (1.400 m.) - Esfinge (1.378 m.) - Torre dos Sinos (1.280 m.)
Abrolhos (1.200 m.) - Facãozinho (1.100 m.) - Rochedinho (625 m).
A maioria destes picos é separada por diques de diabásio com orientação azimutal. É o caso da separação entre a Torre dos Sinos e o Abrolhos, chamada Desfiladeiro da Catedral e entre a Ponta do Tigre e a Esfinge, Desfiladeiro das Lágrimas.

O destino reservou ao Marumbi a honra de inaugurar a escalada esportiva no Brasil quando quatro paranaenses organizaram uma expedição com o único objetivo de vencer as dificuldades da escalada e desfrutar o prazer de ver o mundo lá de cima. No dia 21 de agosto de 1879, vindos pelo Caminho do Itupava, o farmacêutico Joaquim Olimpio de Miranda, Bento Manuel Leão, Antonio Silva e Joaquim Messias alcançaram o cume do que se acreditava ser a maior montanha do Paraná e repetiram a façanha nos anos seguintes até que isto veio a se tornar verdadeira mania regional.

A trilha constitui-se em subida acentuada, tendo vários trechos, cordas, correntes e grampos em paredões quase verticais, sendo boa parte delas expostas a desfiladeiros, que exigem bastante do físico (força na parte superior do corpo) e psicológico (devido a exposição a grandes alturas), terrenos escorregadio (nascentes correm pelas pedras da trilha) e em aclive/declive acentuados. Existe diversos pontos de água pela trilha.
Este tracklog teve inicio no Camping do Parque Estadual Marumbi, bem próximo a Estação Marumbi com ascensão pela Trilha Noroeste (vermelha), com acesso inicial ao Pico Abrollhos. O Pico Abrolhos caracteriza-se como uma proeminente formação rochosa do clássico Conjunto Marumbi, que acessa-se através de uma bifurcação da "Via Noroeste" (cor vermelha) do Conjunto Marumbi.
Após o pico do Abrolhos, retorna-se a bifurcação e segue-se em direção a Ponta do Tigre(1.400 m.), Gigante(1.487 m.) até o cume do Olimpo ou Pico Marumbi (1.539m.)
A Descida foi realizada pela Trilha Frontal (branca), descendo direto do cume do Olimpo e passa pela queda de água abaixo da cachoeira dos Marumbinistas onde pode se tomar um excelente banho para renovar as energias, continuando o percurso até o Camping do Parque Estadual Pico do Marumbi
As trilhas não possui grandes bifurcações e são bem marcadas com fitas e footprints. Há algumas derivações em diversos trechos, mas as fitas coloridas indicam bem o caminho correto.
Devido aos desafios técnicos nesta trilha que exigem razoavelmente do físico e psicológico, graduo como uma trilha "Difícil".

No Camping para a melhor gestão do espaço, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), responsável pelo parque, implantou um sistema de reservas por telefone. Dessa forma, o espaço só ficará disponível para visitantes que solicitarem a vaga antecipadamente.
O uso do camping é gratuito, bastando ao visitante fazer um cadastro indicando a finalidade e o tempo estimado de permanência. As reservas poderão ser feitas pelo telefone (41) 3462-3598. O camping possui um local vigiado 24h, uma boa infra-estrutura com banheiros masculino e feminino, com chuveiros de água "bem quente". Um local de uso coletivo, com mesas, bancos, pias e tomadas (110v). O lixo gerado no parque deve ser levado embora.

Trilha realizada com o grupo: Sem Limites!
( Dayanne, Johnny, Ricardo, Sidney).
  • Foto de Camping
Camping
  • Foto de Placa
  • Foto de Placa
  • Foto de Placa
Placa
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Grampo
  • Foto de Grampo
Grampo
  • Foto de Corrente + vista
Corrente + vista
  • Foto de Bifurcação
Bifurcação
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Vista
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Pico Abrolhos
  • Foto de Pico Abrolhos
Pico Abrolhos
  • Foto de Panorama
Panorama
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Bifurcação
Bifurcação
  • Foto de Ponta do Tigre
  • Foto de Ponta do Tigre
  • Foto de Ponta do Tigre
Ponta do Tigre
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Vista
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Vista
  • Foto de Vista
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Vista
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Vista Olimpo
  • Foto de Vista Olimpo
  • Foto de Vista Olimpo
Vista Olimpo
  • Foto de Vista
  • Foto de Vista
  • Foto de Vista
Vista
  • Foto de Água
Água
  • Foto de Bifurcação
Bifurcação
  • Foto de Córrego
  • Foto de Córrego
Córrego
  • Foto de Queda
Queda
  • Foto de Placa
Placa
  • Foto de Rio atravessar
  • Foto de Rio atravessar
Rio atravessar
  • Foto de Estação Marumbi
Estação Marumbi
  • Foto de Camping
No Camping para a melhor gestão do espaço, o Instituto Ambiental do Paraná (IAP), responsável pelo parque, implantou um sistema de reservas por telefone. Dessa forma, o espaço só ficará disponível para visitantes que solicitarem a vaga antecipadamente. O uso do camping é gratuito, bastando ao visitante fazer um cadastro indicando a finalidade e o tempo estimado de permanência. As reservas poderão ser feitas pelo telefone (41) 3462-3598. O camping possui um local vigiado 24h, uma boa infra-estrutura com banheiros masculino e feminino, com chuveiros de água "bem quente". Um local de uso coletivo, com mesas, bancos, pias e tomadas (110v). O lixo gerado no parque deve ser levado embora.

28 comentários

  • Foto de Vinícius Grolli

    Vinícius Grolli 23/abr/2017

    I have followed this trail  View more

    Tenho um bom condicionamento físico e uma certa experiência nesse tipo de atividade, mesmo assim achei a trilha bem cansativa e difícil, principalmente na volta. Sugiro que quem for não tenha muito medo de altura, pois, próximo ao cume, existem trechos em que sobe-se cachoeiras/grampos de aço, em meio ao precipício. Se você, assim como eu, gosta de adrenalina, essa é a montanha certa. Outro problema são algumas bifurcações nas trilhas e ausência de demarcação em certos trechos, sem o gps teria me perdido, com certeza.

    Apesar das dificuldades, a trilha é absurdamente linda, cheia de vegetação, flores e animais. Faria-a novamente, com certeza!

  • Foto de Dayanne

    Dayanne 24/abr/2017

    Essa é a melhor trilha que eu já fiz!
    Belíssima e com diversas situações que exigem atenção e destreza.
    Emoção garantida!

  • Foto de Dayanne

    Dayanne 24/abr/2017

    Ótima trilha.
    Tivemos um dia excelente e a companhia não poderia ser melhor!
    Parabéns pela descrição e zelo que tens com todas as informações que publica em suas trilhas!

  • Foto de Bessa27

    Bessa27 3/out/2017

    Tenho interesse! Estou pensando em ficar no camping, ou morretes e fazer ela. Precisa de material de escalada?

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 3/out/2017

    O local é belíssimo e vale muito a pena Bessa27. Existem camping ali bem próximo do local.
    Mas a distância do IAP até o início da trilha é de 5km. Por isso acho mais vantajoso acampar no próprio Camping deles.
    O uso do camping é gratuito, bastando ao visitante fazer um cadastro indicando a finalidade e o tempo estimado de permanência. As reservas podem ser feitas pelo telefone (41) 3462-3598. O camping possui um local vigiado 24h e possui infra estrutura com tomadas (110v) banheiro, mesa e banco.
    Não é necessário material de escalada, o parque possui um caminho bem feito com grampos e correntes nas areas de necessidade.
    Fico a disposição.
    E desejo-te uma ótima trilha.

  • Foto de Bessa27

    Bessa27 10/out/2017

    Valeuuuuuu Johnny!

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 10/out/2017

    A disposição.

  • Foto de Jair Junior (JJ)

    Jair Junior (JJ) 27/out/2017

    Fala Johnny, beleza? Estou indo para Curitiba agora no início de Dezembro e queria saber se nessa época o tempo é muito desfavorável pra fazer trilhas como essa. Há perigo de tempestades com raios e etc? Também estava querendo subir o Pico Paraná... Agradeço se puder me dar alguma ajuda. Abraços

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 27/out/2017

    Olá Jair, a trilha do Marumbi no verão é um pouco mais cansativa por causa da temperatura e existe um risco maior com animais. Mas no mais tranquilo de fazer, o bom que tem lugar com cachoeira por ali, para poder tomar bons banhos.
    Quanto a tempestade é bom tentar se precaver com a previsão do tempo, a região do Pico Paraná é a mesma situação.
    Fico a disposição amigo.
    Abraços.

  • Foto de Jair Junior (JJ)

    Jair Junior (JJ) 27/out/2017

    Obrigado pela resposta, Johnny! Bom, que legal então que não há tantas complicações assim. Como eu vou estar com tempo disponível, vou ficar de olho na previsão para encontrar uma janela de bom tempo. Você sabe me dizer uma forma barata e descomplicada de chegar na Estação Marumbi (saindo de Curitiba)? Estou querendo acampar lá para começar a trilha no dia seguinte bem cedo.

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 27/out/2017

    Na minha opinião um dos melhores Camping é do próprio parque porque ele já fica grudado na trilha, não esqueça de agendar com antecedência. Vale a pena se possível ficar uns 3 dias para curtir os inúmeros locais que possuem ali no próprio parque.

    Saindo de Curitiba.
    Terá que irr até Morretes, de ônibus ou de carro (carona, uber e chegar até Porto de Cima).
    Pode ir de ônibus também, tem um horário via estrada da Graciosa, que sai às 7h45 da manhã, o único horário. (Pedir pra parar em Porto de Cima). Se perder este horário, conseguirá apenas o ônibus via BR277 e irá parar na rodoviária de Morretes. A partir daí, você terá que buscar uma condução até Porto de Cima.
    Existe a opção por Trem também, um passeio

    A opção mais cômoda e bonita porém não muito barata, é pegar o trem que sai de Curitiba as 8h00 da manhã e descer exatamente na estação do Marumbi. São aproximadamente 2 horas de viagem e o visitante poderá contemplar toda a beleza da serra do mar a estação é junto ao Camping Marumbi.
    Antes de viajar, informe-se sobre os valores. Você pode viajar na classe econômica, pode optar por algo um pouco mais “luxuoso” não tenho acesso aos atuais preços. A vista no Trem é a mesma, mudando só os vagões e algumas coisinhas oferecidas na viagem.
    O trem de volta para Curitiba passa na estação do Marumbi por volta das 15 ou 16h não tenho certeza.
    Qualquer coisa dá uma ligada para o pessoal do camping para maiores informações, eles sempre são muito gente boa e talvez possam lhe passar uma informação mais precisa ou até mesmo com quem conseguir. (41) 3462-3598

    Mais uma sugestão se for acampar na região do PP, vá na Fazenda Rio das Pedras, a infra-estrutura deles é muito boa, e possuem um rio e cachoeira em sua propriedade, eles ficam bem no início da trilha do Pico Paraná. O contato de lá é (041) - 3366-0106 – com a Dirlete um amor de pessoa. http://www.fazendariodaspedras.com/

    Boa jornada! Aproveite bem que vale muito a pena.
    E como disse fico a disposição, abraços.

  • Foto de Jair Junior (JJ)

    Jair Junior (JJ) 27/out/2017

    Johnny, meu MUITO obrigado pelas informações. Gostei dessa opção do trem, já que ele chega direto na Estação Marumbi. Vou me informar a respeito dos preços e horários. E também obrigado por me indicar a Fazenda Rio das Pedras. Olhei o site deles e parece um lugar super aconchegante e bucólico. Agora sim a minha viagem está começando a ficar interessante hehehe
    Agora uma dúvida surgiu: É necessário pagar taxa de entrada para acessar a trilha do Pico Paraná? Caso seja necessário, para quem eu pago? Imaginei que a Fazenda Pico Paraná era quem controlava o acesso à trilha, por isso os montanhistas sempre ficavam acampados lá.
    Abraços

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 30/out/2017

    Olá Jair.
    Não é necessário pagar taxa pra acessar o Pico Paraná, você tem o direito de passagem livre. Mas se for acampar ou estacionar um veículo, deverá escolher entre umas das duas fazendas. Antigamente a Fazenda Pico Paraná controlava este acesso e só tinha esta fazenda como opção e acesso, hoje possui uma base do IAP bem no início da trilha e o acesso é gratuito, existem algumas placas te informando sobre o livre acesso no local.
    São duas fazendas lado a lado na trilha, mas realmente a Fazenda Rio das Pedras é um local bucólico (esta palavra representa bem) e fica a sugestão da minha preferência. Na Fazendo Pico Paraná eles serviam uns pratos muito bons, e alguns amigos adoram o pastel dele.
    Abraços e uma ótima viagem, aproveite bem o sul. E no que puder te informar fico a disposição.
    Resido na região da Grande Florianópolis, mas já realizei muitas trilhas nesta região no PR.
    Boa Jornada!

  • Foto de Jair Junior (JJ)

    Jair Junior (JJ) 30/out/2017

    Obrigado mais uma vez, Johnny. Vou começar minha viagem pelo Paraná e depois vou para Florianópolis e Urubici. Já estou olhando algumas trilhas pela região de Floripa e da Serra Geral. Estou coletando informações para fazer a travessia do Campo dos Padres. Estou falando com o pessoal para ver questão do acesso... Espero que dê tudo certo, pois vi que a região aí é bem promissora e estou ansioso para conhecer. Abraços

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 31/out/2017

    Show!!! Lugares muito bonito.
    Com certeza irá fazer uma excelente trip!
    Abraços.

  • Foto de BrennoLiz

    BrennoLiz 4/dez/2017

    I have followed this trail  View more

    Baita pernada!

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 4/dez/2017

    Além de altas pernada o lugar é fascinante.

  • Edii 13/dez/2017

    O local do ponto de partida da trilha, é de fácil acesso por ônibus?

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 13/dez/2017

    Olá Edii. Não é de fácil acesso com ônibus. Para ir de ônibus tem um horário via estrada da Graciosa, que sai às 7h45 da manhã, o único horário. (Pedir pra parar em Porto de Cima). Desta parte é uma boa pernada até a trilha.
    Se perder este horário, conseguirá apenas o ônibus via BR277 e irá parar na rodoviária de Morretes que fica bem distante.
    A partir daí, você terá que buscar uma condução até Porto de Cima.
    Abraços.

  • Foto de deisiflores

    deisiflores 29/mar/2018

    I have followed this trail  View more

    Trilha difícil, não recomendada para quem tem medo de altura e não tem força muscular.

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 29/mar/2018

    Obrigado pela avaliação Deisi.
    Boa recomendação.
    Abraços e boas trilhas.

  • Foto de leonardowaz

    leonardowaz 30/abr/2018

    I have followed this trail  View more

    Ótima descrição, ressalto o preparo físico necessário pois a primeira vez que fiz não consegui chegar até a ponta do tigre e o detalhe de não ter medo de altura pois alguns pontos de subida são bem verticais, principalmente para iniciantes como eu, a vista compensa qualquer esforço.
    Parabéns

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 30/abr/2018

    Obrigado pela avaliação.
    Abraços e Boas Trilhas!

  • Foto de ThiagoFreitasCTBA

    ThiagoFreitasCTBA 4/mai/2018

    Irei amanhã, se alguém quiser acompanhar. Abraço.

  • Foto de Higo Jardel Pastro

    Higo Jardel Pastro 17/jul/2018

    I have followed this trail  View more

    Uma das mais belas trilhas do Paraná!
    Conta com uma paisagem exuberante de um lado e um paredão de rocha do outro.
    Requer muito esforço e preparo físico para fazer este circuito.
    Mapeamento de WayPoints muito bem feito (e o de água salvou o dia!!)

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 5/ago/2018

    Muito Obrigado Higo, bom poder compartilhar com os amigos.
    Esta trilha realmente é Fantástica.
    Abraços e boas trilhas.

  • Edii 27/nov/2018

    Olá, estou programando para realizar esta trilha nesse final de semana, poderia me dizer se o onibus que sai 07:45* de Paranaguá, se eu pedir para descer em porto de cima eles param la? outra coisa, o acesso para trilha a partir de porto é marcado?
    Grato

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 27/nov/2018

    Olá Edii
    Se pegar no horário via estrada da Graciosa, que sai às 7h45 da manhã, e único horário, se pedir eles param em Porto de Cima. A partir dali vai ter que percorrer alguns km, caminhando por uma estrada de terra que segue paralela ao rio Nhundiaquara em quase toda sua extensão até chegar a Estação Engenheiro Lange.
    Ao descer do ônibus só peça informação como chegar no Parque do Marumbi que é bem simples.
    Abraços e boas trilhas.

You can or this trail