Horas  4 horas 40 minutos

Coordenadas 1691

Uploaded 21 de Janeiro de 2019

Recorded Janeiro 2019

-
-
512 m
314 m
0
2,9
5,8
11,52 km

Visualizado 116 vezes, baixado 6 vezes

próximo a Mendiga, Leiria (Portugal)

Com excepção do início e final da caminhada, que decorre por algum estradão, na maior parte do percurso deambulamos descontraidamente por caminhos onde dominam a pedra e os matos baixos, com destaque para o carrasco, a pimenteira, algum alecrim e também algumas plantas espinhosas menos simpáticas (tojos), que nos levam a passar por Lapas que podemos explorar com segurança, Algares que olhamos a distância segura, Moinhos, depósitos de água (cisternas), encontrar enormes pedras esculpidas pela natureza, com formas que despertam o nosso imaginário, desfrutar do choque de adrenalina quando as perdizes levantam do mato, mesmo no momento final da nossa aproximação, e admirar as vistas fabulosas que se obtêm do alto da serra e dos penedos do Frade e da Vinha, locais a que se chega com relativa facilidade.

Fomos também até aos limites da área industrial da "Pia do Zé Gomes", em busca da dita Pia, construída para armazenar as águas da chuva, um ícone desta região, mas esta procura revelou-se infrutífera e constituiu o único momento de frustração de toda a caminhada. Sabemos agora que as coordenadas que levávamos não eram as corretas. Estivemos lá perto, mas ficará para outra oportunidade.


Recomendações:
. Em nenhum momento tivemos necessidade de usar as polainas, mas não se recomenda andar de calções por estas bandas.
. O trilho não está sinalizado, devendo ser efetuado com a trilha gravada no GPS.
. Na parte final, antes de chegarmos ao estradão, percorremos um pequeno carreiro definido pelo pastoreio de percurso e pelos caçadores, cujo traçado é fácil de acompanhar à vista, embora o mato o possa ocultar num ou noutro ponto, mas adivinhamos facilmente o seu sentido.
. Na aproximação dos penedos, principalmente o penedo do Frade, recomenda-se ampliar a escala de zoom do GPS para 50 ou 30 m.
" O Penedo de Frade teve essa designação toponímica de origem popular, há muitos anos atrás, pelos habitantes da Mendiga, por o rochedo aparentar características semelhantes à cabeça de um frade, segundo a tradição oral. Certo é que o penedo terá tido essas características devido a formações geológicas no local e que ainda continuam a surgir, pois alteraram-lhe um pouco a estética que o assemelha a um ''frade''." Informação recolhida de " flipXplorer & Hugoocosta" em https://www.geocaching.com/geocache/GC738X3_panoramica-da-mendiga-penedo-do-frade
" O Penedo da Vinha teve essa designação toponímica de origem popular, há muitos anos atrás, pelos habitantes da Mendiga e dizia-se que nas imediações do rochedo havia uma grande vinha, segundo a tradição oral. O penedo tal como outros aqui próximo, apresenta-se com uma cor mais escurecida e tem esta característica devido a formações geológicas no local, ao longo dos anos. " Informação recolhida de " flipXplorer & Hugoocosta" em https://www.geocaching.com/geocache/GC738XM_panoramica-da-mendiga-penedo-da-vinha
" Os Telhados de Água apresentam uma maneira engenhosa de recolher a água da chuva para fins de consumo doméstico em locais onde não é possível fazer furos artesianos para encontrar água. Como aqui na Mendiga e em toda a área da Serra dos Candeeiros a água da chuva se infiltra rapidamente nos solos calcários, desta região serrana, daí a escassez desta, principalmente nos meses de verão. O Parque foi obra de Manuel Baptista Amado, habitante da Mendiga e autarca da freguesia na época, foi um homem sempre ligado ao comércio local, durante décadas. Trata-se de uma obra de conteúdos didáticos e objetivos práticos, os Telhados de Água destinam- se à população local, mas também a todos os amantes do ambiente. Como complemento, existe uma área recreativa com diversões infantis relacionadas com a água. Pode ainda observar-se todo o sistema engenhoso de filtragem, numa maqueta exposta no recinto. Um Local sossegado e limpo onde se pode passar agradáveis momentos no Parque Natural das Serras de Aire e Candeeiros. " Informação recolhida de " flipXplorer" em https://www.geocaching.com/geocache/GC6XPTD_telhados-de-agua-parque-manuel-baptista-amado

Comentários

    You can or this trail