Horas  9 horas 47 minutos

Coordenadas 2015

Uploaded 20 de Agosto de 2019

Recorded Agosto 2019

-
-
3.146 m
1.900 m
0
3,2
6,5
13,0 km

Visualizado 65 vezes, baixado 5 vezes

próximo a Marc, Occitanie (France)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

LA PORTA DEL CEL EM 4 ETAPAS

La Porta del Cel é um trekking com nome evocativo que une quatro refúgios de montanha dos Pireneus Espanhóis e Franceses e que nos leva para perto do céu quando subimos ao pico mais alto da Catalunha, La Pica d'Estats (3143m). Também a cor que vemos nos lagos é o reflexo do mesmo céu, que os tinge com diferentes tons de azul… desde o impressionante lago de Certascan, que é o maior lago natural dos Pirenéus, aos lagos Blau, Romedo, Sotllo, Baborte e muitos outros, numa paisagem de sonho, que nos leva a caminhar pelas duas encostas dos Pirinéus: a da Catalunha (Parque Natural L`Alt Pirineu) e a do Ariège (Parque Natural Régional Pyrénées Ariégeoises).

Uma das suas caraterísticas é o comprimento, 65 kms, e a dureza das etapas, com declives íngremes, a diferença acumulada é de 11.000 metros, se se optar por não subir ao Pico de Certascan e Pica d`Estats, pode-se encurtar algumas etapas e reduzir significativamente o acumulado.

O clima é muito severo, com a ausência de caminhos muito pisados, rocha, neve e gelo, a dificuldade de algumas zonas e colinas, etc. E também, quase todo o percurso ocorre em alta altitude. Dependendo do ano, podemos encontrar neve até meados de julho em algumas colinas, sendo aconselhável ou essencial nestes casos usar crampons e piolet (se não tiverem, podem alugar em Graus). Realizamos o circuito em agosto pelo que não necessitamos de equipamento técnico, no entanto alerta-se que todas as etapas decorrem em alta montanha e isso implica que as condições meteorológicas e do terreno podem mudar radicalmente de uma forma súbita, sendo aconselhável e de acordo com a época e as previsões meteorológicas, levar material técnico como: crampons, piolet, capacete, bastões, cordas, botas montanha, roupas quentes, impermeáveis, etc...

O circuito está relativamente bem marcado, exceto o troço do lado francês até ao refugio Pinet, o ONF do Ariège (departamento florestal francês) não permite sinalizar a rota entre o lago Montestaure e o refúgio Pinet. É por isso que é aconselhável o uso de GPS e com neblina torna-se essencial, no entanto recomenda-se alguma atenção pois existem várias interseções, sendo o uso do GPS recomendado (se não tiver, pode alugá-lo em Graus).
Os refúgios estão abertos pelo menos de 15 de junho a 15 de setembro, entre 7 e 20 horas, podendo-se dormir, comer ou beber. Central de reservas refúgios catalãs https://www.feec.cat/refugis/ e refúgios franceses https://www.ffcam.fr/reserver-votre-refuge-en-ligne.html


Guia oficial da Editorial Alpina fonte https://www.editorialalpina.com

O circuito está delineado para ser realizado em 5 etapas, mas como a primeira etapa é muito curta, são só 4 kms de Tavascan ao Camping de Graus, optamos por fazer o circuito em 4 etapas. Além de que, como viajamos do Porto, chegamos tarde a Tavascan, pelo que pernoitamos no Hotel Llacs de Cardós e iniciamos o circuito às 8 horas do dia seguinte. No último dia também reservamos a pernoita no hotel em Tavascan e assim fizemos a viagem de regresso ao Porto no dia seguinte mais descansados.


3ª ETAPA
REFUGIO DE PINET - REFUGIO DE VALLFERRERA


Esta etapa decorre quase na totalidade para sul, a primeira parte em território francês e depois a parte final por território catalã e leva-nos ao pico mais alto da Catalunha, a Pica d'Estats, por um percurso pouco frequentado, embora seja cada vez mais conhecido, especialmente durante o inverno por esquiadores de montanha. A paisagem é sempre muito agreste e grande parte do caminho desenvolve-se por terrenos de pedra, embora que ao realizar a ascensão por esta vertente francesa, o declive de subida desde o Refúgio Pinet é mais curto do que pela Catalunha, tornando-se num dos dias mais descansados de todo o circuito da “La Porta del Cel”.

O circuito só prevê a subida ao ponto mais alto da Pica d'Estats, mas com um pouco mais de tempo, podemos também subir ao Pic du Montcalm (3077m), aos Picos de Verdaguer (3131m) e outros picos como o Sotllo. Obviamente, se não subirmos à Pica de Estats, assim como aos outros próximos, o desnível e distância da etapa será menor, em cerca de 350m menos acumulado positivo e negativo.

Embora o caminho seja bastante pisado, já que esses cumes são muito subidos, é sempre bom lembrar que nos movemos ao longo da alta montanha e, de acordo com o tempo e período do ano, podemos encontrar alguns troços com neve.

Saímos cedo do Refúgio Pinet (2246m), ainda encoberto pela neblina matinal, mas à medida que subíamos ia-se dissipando a neblina. Voltamos pelo caminho realizado na véspera, por alguns metros até uma mariola que marca a encruzilhada e sem cruzá-los, vemos um caminho que sobe para o sul, que seguimos. Subimos ao longo do rio des Taps, cortando à esquerda junto ao Étang D`Estats (lago) e continuando a subir chegamos ao lago “Étang du Montcalm”, giramos para o Oeste e continuamos a subir por uma zona rochosa com um declive acentuado e contínuo até ao Coll de Riufret (2983m).

Continuamos a subida e ao nível dos 2915 metros chegamos a uma pequena colina onde podemos escolher subir à Pica d'Estats (3143m) ou seguir o percurso sem subir… A ascensão é facultativa e se existir excesso de cansaço ou mau tempo aconselha-se seguir o percurso sem subir. São menos 1,6kms e cerca de 350m de acumulado positivo e 350m de acumulado negativo. Nós viramos à esquerda e subimos o caminho marcado até outra colina, Punta de Verdaguer (3105m) que separa a Pica d´Estats (3143m) e o Pico Verdaguer (3131m). Resta-nos uma pequena subida, muito fácil, para alcançar a Pica d´Estats (3143m), o pico mais alto da Catalunha. Chegamos, várias fotos do grupo e individuais marcaram a chegada ao cume. O dia convidava a uma longa pausa no cume, e foi o que fizemos, almoçamos enquanto apreciávamos as magnificas panorâmicas de 360º desde a Pica d`Estats.


Panorâmica desde a Pica d`Estats (3143m)

Bastante tempo depois, voltamos ao percurso, agora temos de descer parte do trilho que anteriormente usamos para subir, e optamos por flanquear a oeste e subir até Port de Sotllo (2874m). Desde aqui, temos de descer o canal de pedras soltas ingreme e incómodo em ziguezague, ao fundo, no vale, vemos os lagos para onde nos dirigimos… mas a descida desta colina é bastante má, com um caminho muito pedregoso. Um pouco mais abaixo o caminho torna-se mais confortável e temos boas vistas da face sul da Pica d'Estats. Passamos pelo lago “Estany d´Estats” (2465m) e depois atravessamos o rio e voltamos à mesma margem passando pelo “Estany de Sotllo” (2345m) e continuamos descendo suavemente pelos prados de Socauba (2130m).

Alcançamos uma trepada fácil de cerca de 10 metros equipada com uma corrente grossa que facilita a subida, embora não seja difícil e a corrente dificilmente é necessária, mas em qualquer caso facilita a subida. Daqui o caminho atravessa a floresta, resta-nos um bom bocado até começarmos uma descida íngreme e entediante para o Refúgio de Vallferrera (1940m), o qual não vemos até que estejamos praticamente lá.


FICHA TÉCNICA DA ETAPA
Dia 13 de agosto 2019
Percurso: Refugi de Pinet (2246m) - Coll de Riufret (2983m) - Pica d´Estats (3143m) - Port de Sotllo (2874m) - Refúgio de Vallferrera (1940m)
Distancia: 13,0 km
Duração: 9h48min
Tempo em movimento: 5h04min
Tempo parado: 4h44min
Movimento médio: 2,57kms/h
Acumulado positivo: 1211m
Acumulado negativo: 1547m
Alojamento: Refugio de Vallferrera


TRILHA DAS ETAPAS
1ª ETAPA: TAVASCAN - REFUGIO DE CERTASCAN
2ª ETAPA: REFUGIO DE CERTASCAN - REFUGIO PINET
3ª ETAPA: REFUGIO PINET - REFUGIO VALFERRERA
4ª ETAPA: REFUGIO VALLFERRERA - TAVASCAN

TRILHA COMPLETA
LA PORTA DEL CEL EN 4 ETAPAS





Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes

Comentários

    You can or this trail