Horas  um dia 5 horas 27 minutos

Coordenadas 3976

Uploaded 24 de Agosto de 2015

Recorded Agosto 2015

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
806 m
281 m
0
11
22
43,46 km

Visualizado 2629 vezes, baixado 37 vezes

próximo a Montaria, Viana do Castelo (Portugal)

Esta Grande Rota foi uma espécie de "parto difícil", isto porque os planos iniciais, que passavam pela realização de um trilho que liga-se vários PR`s fazendo uma GR circular da Serra D'Arga acabaram por não se concretizar conforme o planeado devido às condições meteorológicas adversas do segundo dia - chuva intensa e vento com rajadas muito fortes.
Efetivamente, São Pedro não foi nosso amigo. Tivemos um primeiro dia com períodos de chuva, por vezes intensa e nevoeiro nas partes altas do trilho que nos impediu de desfrutar das panorâmicas privilegiadas desta região. No segundo dia fustigou-nos com um dia de Agosto que mais parecia um severo dia de Inverno, obrigando a procurar uma alternativa que desse termo ao desânimo causado pelas condições agrestes do dia. Optamos por diminuir o mais possível o troço do Mosteiro de São João de Arga a São Lourenço de Montaria e deixamos de passar por Folguenas, Pedras Frias, Pedrulhos, Mousela, Cascatas do Pincho e Espantar.
Ficou a vontade de voltar em breve à serra para concretizar a GR inicialmente planeada, dai definir-mos esta trilha como uma VR (Versão de Reconhecimento).

1ºDIA (ver trilha 1ª etapa external)
O trilho começa em São Lourenço da Montaria, na Junta de Freguesia. Montaria fica na encosta poente da serra e reúne o que há de mais autêntico, bucólico e pitoresco no Alto Minho. É uma típica freguesia de montanha com modos de vida rurais, passados de geração em geração ao longo dos séculos.
Saindo da Junta de Freguesia tomamos um caminho lajeado e enveredamos montanha acima. Esta primeira parte do trilho é sempre a subir até ao planalto superior (chã da Bica). Seguimos o PR2 (VCT) – Trilho dos Pastores, comum até à Igreja da Sr.ª do Minho, ao PR1 (VCT) – Trilho da Montanha Sagrada. A Nossa Senhora do Minho, padroeira dos romeiros minhotos esperava lá no alto. Aqui, seguimos o PR2 (VCT) – Trilho dos Pastores, desviamo-nos por caminho de pé posto para ligar ao PR9 – Trilho de Cerquido. Em Cerquido Norte seguimos o PR3 (PTL) - Trilho da Serra D'Arga (Lobo Atlântico) e encontramos novamente o PR1 (VCT) que sobe até ao planalto central. Percorremos por algum tempo o planalto e na Fonte da Urze desce-mos novamente pelo PR3 (PTL) até Arga de Cima. Seguimos para norte de Arga de Cima pelo PR1 (CMN) - Trilho da Chã Grande até Gandra (Gândara) e daqui seguimos parte do PR3 (CMN) - Trilho Cabeço do Meio Dia, com o seu marco geodésico a 550 metros de altitude. Depois da foto da “praxe” descemos por estradão. A paisagem era desoladora fruto dos recentes incêndios que fustigaram as serras de Caminha, atravessamos a estrada local e continuamos até ao Refúgio de Montanha de Arga de Baixo, local escolhido para pernoita. Este refúgio, gerido pelo Clube Celtas do Minho, apresenta condições modestas mas suficientes para uma pernoita, aconselha-se levar colchonete, pois não existe colchão (http://celtasdominho.blogspot.pt/p/regulamento-do-refugio.html) external
O resto do dia foi passado entre um bom lanche de presunto, broa e vinho, uma boa conversa, o jogo do “uno” e culminou com o já habitual jantar de “massa com atum”.

2ºDIA (ver trilha 2ª etapa external)
As previsões meteorológicas eram de agravamento do tempo para a tarde, levantamo-nos cedo para evitar ao máximo as más condições do dia. Após o pequeno-almoço no refúgio saímos às 7 horas em direção a Chã da Franqueira onde seguimos o PR1 (CMN) – Trilho Chã da Franqueira até Arga de Baixo. Aqui aproveitamos a Taverna do Horácio para o reforço da manhã. Saímos e a chuva já nos esperava, continuamos o PR1 (CMN), queríamos encontrar um caminho de pé posto que liga-se ao PR – Trilho da Pedra Alçada. Subimos a serra até à cumeada por estradão que à medida que progredíamos apresentava cada vez mais vegetação. Lá no cume era impossível continuar, a vegetação era densa! Optamos por voltar para atrás, descemos e encontramos um caminho que rapidamente passou a pé posto mas completamente obstruído pela vegetação. Seguimos abrindo caminho, a progressão foi lenta, voltou a chover, por vezes mais intensa, e a muito custo lá chegamos ao estradão do PR – Trilho da Pedra Alçada. Seguimos o PR passando entretanto pelo belíssimo mosteiro de São João de Arga até à Chã do Guindeiro. As condições meteorológicas agravaram-se, o nevoeiro era serrado, a chuva era intensa e persistia, agora acompanhada por ventos fortes que nos impedia de caminhar na vertical. Apesar de termos previamente planeado seguir para Dem e Cascatas do Pincho, atendendo às condições adversas opta-mos por seguir serra abaixo pelo PR1 (VCT) – Trilho da Montanha Sagrada. Na interseção com o PR4 (VCT) – Trilho do Pôr-do-Sol seguimos este PR em direção ao parque de merendas da Montaria, e daqui continuamos até à Junta de Freguesia de São Lourenço da Montaria, local de término desta aventura pela Serra d`Arga.
O dia não esteve nada à feição para o trekking. Todos encharcados, dirigimo-nos aos sanitários públicos onde mudamos de roupa, com as peças de roupa de uns e doutros lá conseguimos ficar minimamente apresentáveis para seguir para o Café “Caçana” - lugar de paragem e de pecado, sobretudo para caminheiros, amantes de BTT e todo-o-terreno - onde retemperamos forças e aquecemos o corpo com um bom caldo verde e rojões, acompanhados pelo famoso champarrião.
A Serra D'Arga tem muito para oferecer, é única, num contexto único, e fica a promessa de lá voltar em breve, dessa vez para a "tal" GR inicialmente planeada.

FICHA TÉCNICA
Datas de realização: 22 e 23 de Agosto 2015
Desnível: 1990 m positivos; 1990 m negativos
Tipo de percurso: Circular
Distancia: 43,4 km
Etapas: 2 dias
Duração: 14:03 horas (marcha efetiva)

Dia 22 de Agosto 2015
Percurso: São Lourenço da Montaria - Porta da Vila – Outeiro do Homem - Chã da Bica - Nossa Senhora do Minho - Cerquido - Porta do Lobo - Chã Pequena - Arga de Cima - Gandara - Varziela - Cabeço do Meio Dia - Refugio de Montanha
Distancia: 25,1 km
Marcha efetiva: 7:13 horas
Alojamento: Refúgio de Montanha de Arga de Baixo
Jantar: Confecionado pelos “Caminhantes” no Refúgio

Dia 23 de Agosto 2015
Percurso: Refugio de Montanha - Chã da Franqueira - Arga de Baixo – Mosteiro de São João de Arga – Chã do Guindeiro – Encosta da Branca - Parque Merendas Montaria – São Lourenço da Montaria
Distancia: 18,3 km
Marcha efetiva: 6:50 horas

2 comentários

  • PicosAlpinos 25/ago/2015

    Está nos meus favoritos, para fazer em breve.
    Obrigado pela partilha!

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 25/ago/2015

    Olá PicosAlpinos!
    Obrigado pelo comentário.
    Alerto para o troço a corta-mato entre o ponto "CAMINHO SEM SAÍDA" e o "INTERSEÇÃO PR - TRILHO DA PEDRA ALÇADA" que é de difícil progressão devido à densa vegetação, aconselho fazer a ligação pelo caminho de terra que sai de Chã da Franqueira.
    Boas Caminhadas!

You can or this trail