-
-
1.110 m
735 m
0
2,9
5,7
11,41 km

Visualizado 33 vezes, baixado 4 vezes

próximo a Outeiro, Vila Real (Portugal)

GR50 GRANDE ROTA PENEDA-GERÊS - Etapa 18

Prosseguimos na etapa 18 desta GR50, que liga Outeiro a Pitões das Júnias.
Pode conhecer as restantes etapas e o enquadramento deste trilho de grande rota consultando a minha publicação sobre a totalidade da GR50 GRANDE ROTA PENEDA-GERÊS. Também pode visualizar esta grande rota em MAPA assim como os trilhos oficiais da região.


O TRILHO

Da aldeia de Outeiro descemos até um caminho que serpenteia para norte junto dos campos de cultivo em socalcos a par da albufeira da Barragem de Paradela. À passagem junto da povoação de parada de Outeiro poderá fazer um desvio e visitar a sua Capela de Nossa Senhora do Amparo.

Com o prosseguir do trilho para norte passamos por miradouros que nos oferecem uma perspectiva destas povoações, dos campos de cultivo em seu redor, da albufeira da Barragem de Paradela e das serranias do Gerês oriental.
Mais adiante entramos numa mancha florestal de carvalhos. Antes de subir para nascente rumo ao Fojo da Portela da Fairra, fiz um desvio de cerca de 1,0 km para visitar o Ribeiro do Beredo e subir um pouco até junto de um conjunto de Silhas dos Ursos. É também aí que se tem mais uma bonita vista sobre o vale do Ribeiro do Beredo e as Serras junto da albufeira da Barragem de Paradela. É um desvio ao traçado da GR50 com algum significado na distância total percorrida, mas recomendo a experiência.

Na subida para o Fojo da Portela da Fairra encontramos mais uma Silha dos Ursos, e mais miradouros.
A visita ao Fojo da Portela da Fairra mostra-nos um pouco do que era a vivência destas gentes, na sua luta com os elementos da natureza. Outros tempos, em que as dificuldades enfrentadas por estas gentes foram respondidas com esta construção invulgar. Um elemento de património de grande valor.

O trilho segue depois num troço relativamente plano, por entre bosques de carvalhos, até perto da base da Cascata de Pitões. Atravessamos a bonita ponte sobre o Ribeiro de Campesinho e passamos a subir em direcção a Pitões das Júnias: primeiro por uma estrada de terra batida; depois passamos a percorrer um carreiro que vai subindo a encosta, por entre os carvalhos.

Já próximos do final da subida encontramos um passadiço, onde há que dedicar algum tempo a contemplar a Cascata de Pitões, especialmente se o Ribeiro de Campesinho tem caudal significativo. O restante cenário complementa bem o dramatismo da cascata: todo um vale coberto de mata de carvalhos e com alguns dos picos da Serra do Gerês, mais à distância.

Subindo o resto do passadiço chegamos a uma estrada em calçada, que nos leva até à aldeia de Pitões das Júnias. O cenário que a chegada a Pitões nos oferece é algo que não vai esquecer: o casario em granito, com campos de cultivo em primeiro plano e os picos da Serra do Gerês em pano de fundo é um postal ilustrado que dificilmente vai esquecer!
De entre esses picos, vale apenas destacar aquele que talvez seja o mais singular: a Fraga de São João, por ter construída no seu cume a Capela de São João da Fraga, visível de longa distância!

Dentro da aldeia de Pitões das Júnias somos recebidos pelas suas ruas em calçada e temos alguns pontos de interesse que merecem bem a nossa atenção:
- O Largo do Eiró, com o edifício da Junta de Freguesia e alguns serviços de restauração;
- O Forno do Povo de Pitões das Júnias;
- A edifício da Corte do Boi, hoje transformada em Polo de Pitões do Ecomuseu de Barroso;
- Um Moinho Comunitário;
- Um relógio de Sol;
- A Igreja de São Rosendo.

Para quem chegue a Pitões das Júnias, recomendo também que faça a visita ao Mosteiro de Santa Maria das Júnias. O PR Trilho de Santa Maria das Júnias leva-nos até lá, partindo da povoação de Pitões ou então, quando saimos do passadiço (vindos do miradouro da cascata), viramos à direita.


CONDIÇÕES DO PERCURSO

O traçado segue por caminhos agrícolas e florestais, trilhos de montanha e alguns troços de estrada pavimentada.
Não encontrei obstáculos significativos à progressão no trilho. Com tempo de chuvas as linhas de água ganham algum caudal e o trilho por onde se sobe até ao miradouro para a Cascata de Pitões pode ficar encharcado e escorregadio.

Para além da sinalização mais convencional, dispomos de algumas placas com informações sobre pontos de interesse, assim como a existência de opções de alojamento e outros serviços relevantes. Uma grande mais-valia para esta GR50.


INTERLIGAÇÕES COM OUTROS TRILHOS PEDESTRES OFICIAIS JÁ EXISTENTES

Trilhos com sinalização no terreno com que nos cruzamos ao percorrer a etapa 18 da GR50
> PR Trilho do Fojo da Portela da Fairra tem o mesmo traçado que esta etapa 18 da GR50 entre os km 1,4 e 6,1.
> PR Trilho de Santa Maria das Júnias tem o mesmo traçado que esta etapa 18 da GR50 a partir do km 8,9.

Trilhos sem sinalização no terreno ("orientação por mariolas", com recurso a GPS...) com que nos cruzamos ao percorrer a etapa 18 da GR50
> PR Trilho de Paradela cruza-se com esta etapa 17 da GR50 ao km 1,1, tendo depois troços em comum entre os km 2,0 e 2,8, entre os km 3,0 e 3,2 e finalmente entre os km 3,6 e 3,7.
> PR Trilho de Outeiro cruza-se com esta etapa 17 da GR50 ao km 1,1, tendo depois troços em comum entre os km 2,0 e 2,8, entre os km 3,0 e 3,2 e finalmente entre os km 3,6 e 3,7.
> De Pitões das Júnias à Capela de São João da Fraga tem ponto de partida no Largo do Eiró, onde termina esta etapa 18 da GR50.

TROÇOS QUE ACRESCENTEI AO PERCURSO OFICIAL

Cerca de 1,0 km em que desci até junto do Ribeiro do Beredo e depois subi até junto de um conjunto de Silhas dos Ursos e miradouros junto das mesmas. Vele bem a pena.


ENQUADRAMENTO TERRITORIAL

O traçado percorre territórios pertencentes às freguesias de Outeiro e de Pitões das Júnias, no concelho de Montalegre, Distrito de Vila Real e está integralmente englobado no Parque Nacional Peneda-Gerês.

Os troços compreendidos entre os km 3,6 a 5,5 e logo a seguir entre os km 6,3 e 9,2 atravessam Áreas de Protecção Parcial Tipo II. De acordo com as restrições de circulação vigentes, os grupos de pedestrianistas com mais de 15 pessoas têm que solicitar autorização ao ICNF para percorrer esta etapa 18, fazendo um pedido escrito:

- Por correio -
Instituto da Conservação da Natureza e das Florestas, I.P.
Avenida da República, 16
1050-191 Lisboa
Portugal

- Por correio electrónico -
email: pnpg@icnf.pt

Deve-se descrever as actividades que se pretendem realizar, não esquecendo de incluir informações como:
- nome completo;
- contacto telefónico;
- morada para envio do original da autorização;
- hora de início das actividades;
- hora prevista para o final das actividades;
- número de participantes;
- ficheiro kml contendo o trajecto previsto do percurso.


INFORMAÇÃO CARTOGRÁFICA

Cartas Militares de Portugal, Série M888, Escala 1/25000, folhas 18 e 31.


POR FIM...

A visualização do trilho directamente na página do WIKILOC ou o download em formato KML resulta numa versão simplificada, com perda de muitos dos detalhes. Para uma versão fidedigna com a totalidade dos pontos disponíveis, descarregar em formato GPX.

Procure sempre reduzir a sua pegada ambiental, respeite os residentes, cumpra as recomendações de segurança e disfrute da beleza deste nosso mundo. Venha daí percorrer estes e outros trilhos que publiquei!


Boas Caminhadas!
Waypoint

Largo com fontanário

Waypoint

Igreja Matriz de Outeiro e Torre Sineira

Waypoint

Fonte. Miradouro.

Waypoint

Miradouro

Waypoint

Conjunto de levadas

Waypoint

Ribeira

Waypoint

Ribeira

Waypoint

Moinho do Canto

Waypoint

Ribeiro de Rebordinho

Waypoint

Corgo de Coedo

Waypoint

Interligação com os trilhos PR Trilho de Paradela e PR Trilho de Outeiro

Waypoint

Parada do Outeiro. Capela de Nossa Senhora do Amparo.

Waypoint

Albufeira da Barragem de Paradela

Waypoint

Ribeiro de Rebordinho

Waypoint

Miradouro

Waypoint

Vista para Outeiro e Parada de Outeiro

Waypoint

Miradouro

Waypoint

Miradouro

Waypoint

Alto da Abelheira

Waypoint

Alto da Mulher Calça

Waypoint

Alto das Picotas

Waypoint

Alto do Padreiro

Waypoint

Bloco empilhado (Tor). Interligação com o PR Trilho de Paradela. Carvalhal.

Waypoint

Amial ripícola. Ponte. Ribeiro do Beredo.

Waypoint

Miradouro

Waypoint

Silha

Waypoint

Miradouro

Waypoint

Silhas

Waypoint

Ribeiro de Teixeira

Waypoint

Silha

Waypoint

Miradouro

Waypoint

Fojo do Lobo de Parada (Fojo do Lobo da Portela da Fairra)

Waypoint

Vista para NW

Waypoint

Travessia de ribeira

Waypoint

Carvalhal do Beredo

Waypoint

Base da Cascata de Pitões

Waypoint

Ponte sobre o Ribeiro de Campesinho

Waypoint

Ribeira

Waypoint

Ribeira

Waypoint

Miradouro sobre a Cascata de Pitões. Interligação com o PR Trilho de Santa Maria das Júnias.

Waypoint

Cascata de Pitões das Júnias

Waypoint

Passadiço

Waypoint

Mosteiro de Santa Maria das Júnias

Waypoint

Capela de São João da Fraga

Waypoint

Miradouro

Waypoint

VG do Anjo

Waypoint

Capela do Anjo da Guarda. Ponto de início oficial do PR Trilho de Santa Maria das Júnias.

Waypoint

Antiga Escola Primária. Anfiteatro. Parque de Merendas. Miradouro.

Waypoint

Igreja Matriz de Pitões das Júnias (São Rosendo)

Waypoint

Largo do Eiró. Junta de Freguesia de Pitões das Júnias.

Comentários

    You can or this trail