Dificuldade técnica   Moderado

Horas  um dia 7 horas 51 minutos

Coordenadas 3892

Uploaded 15 de Março de 2017

Recorded Março 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
802 m
368 m
0
12
25
49,29 km

Visualizado 1500 vezes, baixado 47 vezes

próximo a Aboim, Braga (Portugal)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

A Grande Rota do Património e do Ambiente das Terras Altas de Fafe é uma rota temática, ou seja, é um percurso pedestre que inclui pontos de interesse histórico, cultural e paisagístico, contribuindo para o reforço de identidade das populações com o seu território, exaltando valores culturais e patrimoniais.
Ao longo do percurso, além das pitorescas aldeias, pode-se encontrar vários pontos de interesse, como densos carvalhais, várias ribeiras, velhos moinhos de água e de vento, pisões, espigueiros, antigas pontes, marcos medievais, capelas, mamoas, e curiosas formações graníticas. Atravessando quinze núcleos rurais, proporciona uma descoberta de um território onde Homem e Natureza operaram em harmonia, numa combinação de saberes intemporais, possibilitando-nos transformar cada momento numa experiência de gentes e memórias, sem tempo nem idade.
É importante referir que esta GR partilha, em cerca de metade do trajeto, os trilhos de vários PRs do concelho de Fafe, nomeadamente:
PR1 – Rota do Maroiço
PR2 – As Aldeias das Margens do Rio Vizela
PR3 – À Descoberta de Aboim
PR5 – Rota dos Espigueiros
PR7 – Pelos Caminhos de São João da Ramalheira
Quem conhece estes PRs consegue antecipar a beleza e o peculiar interesse da GR43. Os autores da rota propõem que esta seja feita em três etapas, nós realizamos em duas etapas: de Aboim à Barragem de Queimadela; e da Barragem de Queimadela a Aboim, lá fomos nós, como manda a regra em autonomia, para quem não sabe o caracol é o melhor exemplo… ou seja com tudo as costas, casa, cama, comida, roupa, etc.

1º DIA
Partindo de Aboim, onde podemos visitar o Museu do Moinho e do Povo de Aboim, seguimos pelos núcleos rurais de Figueiró do Monte e de Barbeita de Baixo e daqui por entre os Carvalhais das Serras de Fafe até Mós, um núcleo recuperado que faz parte da rede de “Aldeias de Portugal”. Saindo de Mós, subimos até ao Monte das Lameiras, o ponto mais alto da GR e dai tomamos rumo para Gontim, onde fizemos uma pausa para almoço no Parque de Lazer local. Já de estômago aconchegado seguimos para Luilhas, Argande e por fim Monte, onde fizemos uma paragem prolongada no café local… Daqui foi sempre a descer até à Barragem de Queimadela, sem antes passar por Repúlo, uma pequena e singular aldeia e aldeia turística de Pontido da rede de “Aldeias de Portugal”. As fotos da praxe e ladeando as águas da Barragem de Queimadela chega-mos à Praia Fluvial da Barragem, já perto do Parque de Campismo, local escolhido para a pernoita… depois de escolher o melhor local para montar as tendas e como ainda era cedo optamos por voltar a Pontido para confeccionar o jantar e depois permanecer no bar local até à hora de montar tendas e dormir… e assim foi! Já eram perto das 23 horas quando voltamos à Praia Fluvial para montar as tendas e dormir.

2º DIA
Despertar às 7 horas, acordamos com a chuva, optamos por esperar e S. Pedro concedeu-nos o desejo de desmontar tendas sem chuva… eram 9 horas quando a chuva parou e nunca mais voltou ao longo do dia. Tendas arrumadas, pequeno almoço tomado e iniciamos a jornada… Passamos pelo Parque de Campismo (Local onde se pode acampar telm.963556413 tef. 253504049) e sempre a subir (e que bem que sobe!) seguimos para Calcões e Pedraído, local escolhido para o reforço da manhã e cafezinho na mercearia local. Após esta aldeia e sempre ladeando campos de cultivo vamo-nos aproximando de Lagoa. Depois, e atravessando um bonito carvalhal, chegamos a Várzea Cova, onde saindo 200 metros do trilho fomos almoçar à Tasca local. Daqui subimos até Bastelo e depois até Aboim onde visitamos o Moinho de Vento, descemos até à Igreja, local onde acaba a nossa GR.

FICHA TÉCNICA
Datas de realização: 11 e 12 de Março 2017
Desnível: 1965m positivos; 1965m negativos
Tipo de percurso: Circular
Distancia: 49,3 km
Etapas: 2 dias
Duração: 13:20 horas (marcha efetiva)

Dia 11 de Março
Etapa 1: Aboim – Figueiró do Monte – Barbeita de Baixo – Mós – Gontim – Luilhas – Argande – Monte – Repúlo – Pontido – Barragem de Queimadela
Distancia: 24,7 km
Marcha efetiva: 6:15 horas
Pernoita: Tenda (Praia Fluvial da Barragem de Queimadela)

Dia 12 de Março
Etapa 2: Barragem de Queimadela – Meixedos – Calcões – Pedraído – Lagoa – Várzea Cova – Bastelo - Aboim
Distancia: 24,6 km
Marcha efetiva: 7:05 horas

OBSERVAÇÕES:
A GR43 é um percurso marcado nos dois sentidos, segundo as normas da Federação de Campismo e Montanhismo de Portugal. As marcações encontram-se em bom estado de conservação.

Sem ser complicado é um percurso duro do ponto de vista físico e mental pelas subidas e descidas íngremes, com desnível acumulado de cerca de 3000m, distancia a percorrer em dois dias e peso da mochila no caso da autonomia.

Ao longo do percurso há vários cafés e restaurantes, nomeadamente em Várzea Cova, Bastelo, Aboim, Luílhas, Monte, Pontido, Barragem de Queimadela, Pedraído, e Lagoa. Há também a visitar o Museu do Moínho e do Povo de Aboim e centros de artesenato em Aboim, Gontim, Monte, Pedraído, Lagoa, e Várzea Cova.

É possível encontrar alojamento em Mós (Casa de Fora e Casa de Mós), Pontido (Turismo de Aldeia), Barragem de Queimadela (Parque de Campismo) e Várzea Cova (Piovácora Parque Pesca)
  • Foto de ABOIM
  • Foto de ABOIM
  • Foto de ABOIM
  • Foto de FIGUEIRÓ DO MONTE
  • Foto de FIGUEIRÓ DO MONTE
  • Foto de FIGUEIRÓ DO MONTE
  • Foto de BARBEITA DE BAIXO
  • Foto de BARBEITA DE BAIXO
  • Foto de BARBEITA DE BAIXO
  • Foto de MÓS
  • Foto de MÓS
  • Foto de MÓS
  • Foto de GONTIM
  • Foto de GONTIM
  • Foto de GONTIM
  • Foto de LUILHAS
  • Foto de LUILHAS
  • Foto de LUILHAS
  • Foto de ARGANDE
  • Foto de ARGANDE
  • Foto de ARGANDE
  • Foto de S. MIGUEL DO MONTE
  • Foto de S. MIGUEL DO MONTE
  • Foto de S. MIGUEL DO MONTE
  • Foto de BARRAGEM DE QUEIMADELA
  • Foto de BARRAGEM DE QUEIMADELA
  • Foto de BARRAGEM DE QUEIMADELA
  • Foto de ALDEIA DE REPÚLO
  • Foto de ALDEIA DE REPÚLO
  • Foto de ALDEIA DE REPÚLO
  • Foto de ALDEIA DE REPÚLO
  • Foto de ALDEIA DE PONTIDO
  • Foto de ALDEIA DE PONTIDO
  • Foto de ALDEIA DE PONTIDO
  • Foto de PRAIA FLUVIAL DA BARRAGEM DE QUEIMADELA
  • Foto de PRAIA FLUVIAL DA BARRAGEM DE QUEIMADELA
  • Foto de PRAIA FLUVIAL DA BARRAGEM DE QUEIMADELA
  • Foto de LOCAL DE ACAMPAMENTO
  • Foto de LOCAL DE ACAMPAMENTO
  • Foto de QUELHA DA RIBEIRA
  • Foto de QUELHA DA RIBEIRA
  • Foto de QUELHA DA RIBEIRA
  • Foto de CALCÕES
  • Foto de CALCÕES
  • Foto de CALCÕES
  • Foto de PEDRAÍDO
  • Foto de PEDRAÍDO
  • Foto de PEDRAÍDO
  • Foto de LAGOA
  • Foto de LAGOA
  • Foto de LAGOA
  • Foto de RIBEIRA DE ABRUNHEIROS
  • Foto de RIBEIRA DE ABRUNHEIROS
  • Foto de RIBEIRA DE ABRUNHEIROS
  • Foto de VÁRZEA COVA
  • Foto de VÁRZEA COVA
  • Foto de VÁRZEA COVA
  • Foto de CAPELA DE S. MAMEDE
  • Foto de CAPELA DE S. MAMEDE
  • Foto de BASTELO
  • Foto de BASTELO
  • Foto de BASTELO
  • Foto de MOINHO DE VENTO DE ABOIM
  • Foto de MOINHO DE VENTO DE ABOIM
  • Foto de MOINHO DE VENTO DE ABOIM
  • Foto de MUSEU DO MOINHO E DO POVO DE ABOIM
  • Foto de MUSEU DO MOINHO E DO POVO DE ABOIM
  • Foto de MUSEU DO MOINHO E DO POVO DE ABOIM

5 comentários

  • PicosAlpinos 6/abr/2017

    Excelente descrição de um trilho que nos deixa um desejo enorme de ir e apreciar. Muito bom trabalho mais uma vez.
    Obrigado pela partilha.

  • PicosAlpinos 6/abr/2017

    Excelente descrição de um trilho que nos deixa um desejo enorme de ir e apreciar. Muito bom trabalho mais uma vez.
    Obrigado pela partilha.

  • Foto de helderpinto

    helderpinto 9/abr/2017

    Ainda bem que gostaram da rota! Aproveitei para atualizar o artigo onde foram buscar alguns textos (https://rondacumessagrados.wordpress.com/2015/11/12/gr43-grande-rota-do-patrimonio-e-do-ambiente-das-terras-altas-de-fafe/), pois não continha a importante referência ao Parque de Campismo da Queimadela. Obrigado pela partilha.

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 11/abr/2017

    Obrigado pelo comentário helderpinto!
    A rota é muito agradável, quem conhece os PRs de Fafe consegue antecipar a beleza e o peculiar interesse da GR43.
    Efetivamente grande parte da informação foi recolhida do folheto da GR43.
    Boas caminhadas!

  • DiogoHiker 1/mai/2017

    I have followed this trail  View more

    Magnífico trilho que junta grande partes dos PR`s de Fafe.

You can or this trail