← Parte de GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E DO SOAJO

 
  • Foto de GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E SOAJO (3/3 PENEDA-SOAJO)
  • Foto de GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E SOAJO (3/3 PENEDA-SOAJO)
  • Foto de GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E SOAJO (3/3 PENEDA-SOAJO)
  • Foto de GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E SOAJO (3/3 PENEDA-SOAJO)
  • Foto de GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E SOAJO (3/3 PENEDA-SOAJO)
  • Foto de GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E SOAJO (3/3 PENEDA-SOAJO)

Dificuldade técnica   Difícil

Horas  8 horas 35 minutos

Coordenadas 1931

Uploaded 15 de Julho de 2015

Recorded Julho 2015

-
-
707 m
140 m
0
6,3
13
25,39 km

Visualizado 1481 vezes, baixado 55 vezes

próximo a Senhora da Peneda, Viana do Castelo (Portugal)

A Grande Rota (GR), Travessia das Serras da Peneda e do Soajo, percorre todo este complexo montanhoso (das serras da Peneda e Soajo), por caminhos e calçadas que dinamizam um ecossistema de montanha de diferentes contrastes, às vezes suave e bucólico, outras vezes imponente e agreste. A rota transita por distintos habitats onde alberga uma vasta e diversa comunidade florística e faunística, sendo um percurso de âmbito etnográfico, paisagístico e natural.
Vamos tentar mostrar como quatro caminhantes se propuseram a fazer em três dias a GR, cerca de 78Kms, num sobe e desce constante. Um belo treino físico para quem tenciona uns raids mais arrojados. Antes de mais queremos salientar o facto de estar classificado com grau de dificuldade médio nos flyers informativos feitos pela entidade promotora mas consideramos um percurso “DIFÍCIL” para ser realizado em três dias e “MUITO DIFÍCIL” para ser realizado em autonomia durante três dias com temperaturas superiores a 30ºC como foi o caso. Tenham isso em atenção, porque em certas alturas do ano com pessoal inexperiente ou menos preparado fisicamente pode tornar-se uma atividade perigosa… Mesmo assim e como já somos batidos nisto :-), lá fomos nós, como manda a regra em autonomia (para quem não sabe o caracol é o melhor exemplo… ou seja com tudo as costas, casa, cama, comida, roupa, etc.).

TRILHA COMPLETA
GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E SOAJO external

3º DIA
Santuário da N.ª Srª. da Peneda – Baleiral – Tibo – Mistura das Águas – Várzea do Soajo – Barragem do Alto Lindoso – Paradela – Campo Grande – Cunhas – Miradouro do Meandro – Soajo (25 kms)

Pela manhã bem cedo (6horas) o despertador toca, entre levantar e o pequeno almoço, começamos a desmontar as tendas pelas sete horas e arrancamos já muito perto das sete e trinta. O percurso fez-se em grande parte ao longo do Rio da Peneda e do Rio Castro Laboreiro até à Barragem do Alto Lindoso – percurso de dificuldade média e de extrema beleza. O percurso inicia-se com a descida até ao Rio Peneda (cota 600) e seguindo inicialmente o caminho empedrado e posteriormente a estrada de alcatrão chegamos a Baleiral (cota 510) e continuando cruzamos o Rio Veiga e subimos a Tibo (cota 570) que atravessamos. O trilho continua por caminho de pé posto e posteriormente por caminho empedrado ao longo do curso do Rio Peneda até à Mistura das Águas (cota 390), local assim chamado por se encontrarem as águas do Rio Peneda e do Castro Laboreiro. Daqui inicia-se a descida para a aldeia de Várzea (cota 340), acompanhando o percurso o Encoro do Lindoso. Agora temos quase quatro quilómetros de estrada asfaltada entre Várzea e a Barragem do Alto do Lindoso, o que nos pareceu ser demasiado tempo de asfalto… A única recompensa são as magníficas panorâmicas proporcionadas pelas águas da albufeira da barragem. Já na barragem cortamos à direita por estradão de terra e sempre a subir chegamos a Paradela (cota 480) onde paramos no café local para o almoço que levávamos acompanhado por umas bebidas frescas. Estava um sol arrasador, 36ºC, mas tínhamos de continuar, passamos pela localidade de Campo Grande, Cunhas, Miradouro do Meando com vista para o Rio Lima… e chegamos ao Rio Adrão, fomos a banhos nas suas águas frescas e cristalinas. Depois foi sempre a subir por caminho cheio de vegetação e algumas silvas até Soajo onde terminou esta GR.
Três dias difíceis? Sim!... mas valeu mesmo a pena!

ETAPA ANTERIOR
ETAPA ANTERIOR (2/3 SISTELO - PENEDA) external | ETAPA SEGUINTE (1/3 SOAJO - SISTELO) external

Comentários

    You can or this trail