← Parte de GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E DO SOAJO

 
-
-
1.259 m
226 m
0
6,4
13
25,68 km

Visualizado 2794 vezes, baixado 112 vezes

próximo a Sistelo, Viana do Castelo (Portugal)

A Grande Rota (GR), Travessia das Serras da Peneda e do Soajo, percorre todo este complexo montanhoso (das serras da Peneda e Soajo), por caminhos e calçadas que dinamizam um ecossistema de montanha de diferentes contrastes, às vezes suave e bucólico, outras vezes imponente e agreste. A rota transita por distintos habitats onde alberga uma vasta e diversa comunidade florística e faunística, sendo um percurso de âmbito etnográfico, paisagístico e natural.
Vamos tentar mostrar como quatro caminhantes se propuseram a fazer em três dias a GR, cerca de 78Kms, num sobe e desce constante. Um belo treino físico para quem tenciona uns raids mais arrojados. Antes de mais queremos salientar o facto de estar classificado com grau de dificuldade médio nos flyers informativos feitos pela entidade promotora mas consideramos um percurso “DIFÍCIL” para ser realizado em três dias e “MUITO DIFÍCIL” para ser realizado em autonomia durante três dias com temperaturas superiores a 30ºC como foi o caso. Tenham isso em atenção, porque em certas alturas do ano com pessoal inexperiente ou menos preparado fisicamente pode tornar-se uma atividade perigosa… Mesmo assim e como já somos batidos nisto :-), lá fomos nós, como manda a regra em autonomia (para quem não sabe o caracol é o melhor exemplo… ou seja com tudo as costas, casa, cama, comida, roupa, etc.).

TRILHA COMPLETA
GR - TRAVESSIA DAS SERRAS DA PENEDA E SOAJO external

2º DIA:
Sistelo – Padrão – Porto Cova – Branda do Furado – Branda de Real – Chã da Pela – Branda de Bosgalinhas – S. Bento do Cando – Chã do Monte – Pântano – Santuário da N.ª Sr.ª da Peneda (26 kms).

Eram seis horas quando o despertador tocou, levantámo-nos, preparamos o pequeno almoço e desmontamos o acampamento. Já eram 7:30h quando iniciamos aquela que é a etapa mais difícil desta GR. Se o primeiro dia foi difícil preparam-se para esta etapa. Sistelo fica num belo vale (cota 300) seguindo-se o ponto mais alto em Chã de Pela (cota 1250). O percurso inicia-se com uma descida até à ponte sobre o Rio Vez (cota 250), iniciando depois a longa subida até ao ponto mais alto de toda esta GR. Depois de atravessar a Estrada Nacional 304, dirigimo-nos para as bucólicas e extraordinárias aldeias de Padrão (cota 500) e Porta Cova (cota 530). A paisagem sobre os magníficos socalcos é deslumbrante e digna dos mais belos postais de Portugal. Sempre a subir… sempre a subir… mesmo depois das curvas a subida não acabava.
A longa subida atravessa ambas as aldeias continuando ao longo do Vale Glaciar do Vez até à cota 730 dirigindo-se depois até à Branda do Furado (cota 920). O trilho contínua em subida em direção a sul passando pela Branda de Real (cota 1070) culminando no ponto mais alto do GR no lugar de Chã da Pela (cota 1250) na vertente SudEste do pico da Peneda.
A partir de aqui entramos num estradão que nos leva até à magnífica Branda de Bosgalinhas (cota 1050) e até S. Bento do Cando (cota 950) onde fizemos uma paragem no café para uma bebida fresca e uma sande de presunto, que é mais do que merecido. Daqui podemos avistar a "parede" que teremos de subir até o planalto de Chã do Monte antes da não menos difícil descida para a Peneda.
Desde S. Bento do Cando descemos até ao Rio Pomba (Cota 830) e antes de iniciarmos a última subida do dia fomos a banhos. A subida é efetuado da cota 820 até à cota 1050 em cerca de um quilómetro, o banho refrescante do rio já era, estávamos a escorrer de suor… mas lá chegamos a Chã do Monte (cota 1050), depois foi seguir o caminho de pé posto até ao pântano que nesta altura do ano pouca água tem. Seguindo o trilho (cota 950) começamos a descer uma íngreme calçada até ao Santuário da N.ª Sr.ª da Peneda (cota 650). A descida é efetuada em cerca de um quilómetro.
Depois de um banho junto aos sanitários locais fomos jantar ao restaurante do Hotel da Peneda. Aproveitamos para conversar um bom bocado sobre a dificuldade do percurso. Já eram 23 horas quando fomos montar tenda junto ao Santuário para a pernoita.

ETAPA ANTERIOR
ETAPA ANTERIOR (1/3 SOAJO - SISTELO) external | ETAPA SEGUINTE (3/3 PENEDA - SOAJO) external

Comentários

    You can or this trail