Horas  5 horas 4 minutos

Coordenadas 1317

Uploaded 17 de Junho de 2018

Recorded Junho 2018

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.225 m
379 m
0
4,0
8,0
15,91 km

Visualizado 922 vezes, baixado 18 vezes

próximo a Lobios, Galicia (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"

A Grande Rota (GR) Transfronteiriça Gerês-Xurés é um percurso não homologado, criado pelos “Caminhantes”, que une vários trilhos do Parque Transfronteiriço Gerês-Xurés num percurso circular.

Criado em 1997, o Parque Transfronteiriço Gerês-Xurés (PTGX), abrange uma área total de 267.958 hectares, distribuídos por duas áreas protegidas, divididas por uma fronteira mas unidas pelo contínuo natural e pela cultura. É constituído pelo Parque Nacional da Peneda-Gerês e pelo Parque Natural Baixa Limia-Serra do Xurés, formando uma unidade natural de elevada biodiversidade.


ETAPA 3/3
MINAS DAS SOMBRAS - LOBIOS

Esta é a última etapa da GR Transfronteiriça do Gerês-Xurés. O dia previa-se quente e como tínhamos a viagem de carro para casa, optamos por acordar cedo, alvorada às seis da manhã! Desmontar tendas, pequeno-almoço tomado e fizemo-nos ao caminho… Seguimos o trilho oficial “Ruta da Mina das Sombras”, começamos por descer, sensivelmente 1200 metros, de um caminho pedregoso que vai desembocar num estradão florestal, que atravessamos em direção ao antigo carreiro utilizado pelos mineiros para transportar os diversos materiais para as Minas das Sombras. A 100 metros do início do dito carreiro, e fazendo um pequeno desvio fomos visitar a Cabaña das Sombras, também conhecida por “chivana”. Trata-se de um abrigo de pastores, constituindo um dos elementos etnográficos de interesse deste parque natural. Trata-se de uma construção circular de pedra com tecto de abóbada falsa, coberto com terra e erva.

À medida que prosseguimos no terreno, e tendo sempre presente, do nosso lado esquerdo, o Rio da Amoreira, vamos deixando as paisagens de média/alta montanha assim como as zonas mais agrestes do Parque Natural. Ao longo do trajeto pode-se contemplar os imponentes picos rochosos de Baltar e Fitoiro, com altitudes de 1100 e 1170 metros respectivamente, hoje não foi possível devido à neblina matinal que se verificou na descida até à Ponte de Porta Paredes que cruza o Rio Vilaméa. ATENÇÃO PERIGO! ponte de madeira em mau estado de conservação.

O carreiro dá lugar a um caminho florestal que sobe-se ligeiramente durante alguns metros antes de baixar à Ermida de Nª Senhora do Xurés. Este templo religioso foi edificado à 600 anos pelos habitantes de Riocaldo, segundo a tradição, no local apareceu a virgem varias vezes e ordenou a construção de um lugar de culto. Na Ermita da Nossa Senhora do Xurés celebra-se todos os anos uma romaria popular no dia 15 de Agosto e 8 de Setembro. Circundamos a Ermida e desfrutamos das magníficas panorâmicas sobre a Serra de Santa Eufémia e Vale de Riocaldo.

Várias fotos e fizemos-nos de novo à tirada pelo antigo caminho usado em dias de romaria à Senhora do Xurés. Ao longo do trilho passamos por diferentes Calvários, construções do final do Séc. XVIII e cruzamos por diversas vezes a estrada asfaltada de acesso à Ermida da Nossa Senhora do Xurés, pouco a pouco fomos descendo até alcançar o pequeno povoado de Vilameá. Atravessamos o lugar passando pela eira de malhar. Pode-se também visitar as adegas de Vilameá, adegas escavadas nas rochas e um conjunto etnográfico formado pelo forno comunitário e espigueiros usados para armazenar o milho. Paramos na Ermida de Santa Lucia para o reforço da manhã e descansar um pouco do calor que já se fazia sentir.

Voltando ao percurso, seguimos o sentido inverso do Roteiro Termal Lobios-Vila termal de “Os Baños de Riocaldo”, atravessamos a estrada OR-312 e seguimos para o núcleo rural de A Devesa, que transpomos seguindo a estrada asfaltada até ao lugar de Espendedelo, local com parque infantil e uma fonte de água. Agora seguimos por caminho de terra, atravessamos a ponte da Corga das Gralleiras e desembocamos num estradão florestal que nos leva ao denominado Cruceiro de Cimadevilla. Viramos acentuadamente à esquerda e seguindo o estradão de terra chegamos ao desvio (ida e volta) para o Miradouro da Piteira – local privilegiado de panorâmicas sobre o Encoro do Lindoso, Ponte do Aceredo e as Montanhas da Serra do Xurés. Não fomos ao miradouro, o dia estava muito quente e tínhamos muita exposição solar, optamos por seguir caminho, pouco depois estávamos na Capela de San Roque, onde se celebra a 16 de Agosto a Romaria em honra de San Roque, padroeiro da localidade de Lobios.

Novamente por estrada asfaltada, começamos a descer para Lobios passando pela Capela de San Bartolomeu, local com magnificas panorâmicas sobre o povoado. Seguimos em direção ao povoado passando pela Praza de Pazos chegamos à Estrada de Portugal, em Lobios, onde demos por terminada esta GR Transfronteiriça Gerês-Xurés, na esplanada do Bar Chispa com umas fresquinhas… ;-)

ETAPA 3/3
MINAS DAS SOMBRAS - LOBIOS
Dia 17 de Junho 2018
Percurso: Minas das Sombras-Ermida NªSª Xurés-Vilameá-Lobios
Distancia: 15,9 km
Duração: 5h05min
Tempo em movimento: 3h47min
Tempo parado: 1h18min
Movimento médio: 4,2kms/h
Acumulado positivo: 390m
Acumulado negativo: 1186m

ETAPA 1/3
LOBIOS - PITÕES DAS JUNIAS

ETAPA 2/3
PITÕES DAS JUNIAS - MINAS DAS SOMBRAS

TRILHA COMPLETA
GR TRANSFRONTEIRIÇA GERÊS-XURÉS EM AUTONOMIA



Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes

4 comentários

  • DiogoHiker 17/jul/2018

    Sou um seguidor assíduo das vossas trilhas. Obrigado pela partilha.

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 17/jul/2018

    Obrigado DiogoHiker.

  • Foto de sergiosilva

    sergiosilva 21/ago/2018

    I have followed this trail  View more

    Muito bonito. ;)

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 21/ago/2018

    Obrigado Sérgio pelo teu comentário e avaliação da trilha.
    Realço que a vossa companhia tornou esta atividade inesquecível.

You can or this trail