-
-
1.488 m
1.221 m
0
2,5
5,0
9,96 km

Visualizado 3784 vezes, baixado 102 vezes

próximo a Vale do Sol, Minas Gerais (Brazil)

As ruínas constituem uma construção quadrangular, com aproximadamente 50x40 metros de comprimento. No seu interior há uma construção menor, também de pedra. As muralhas externas têm apenas uma abertura na frente: uma porta de 3,60 metros de altura e 2 metros de largura. A casa interna tem duas portas, à frente e atrás, e seis janelas laterais. Tudo em pedra maciça e retangular, chegando alguns blocos a 1,50m de comprimento. A construção revela enorme trabalho e habilidade dos seus artífices. (Jardim e Jardim: 1982)

Situado no alto da Serra da Calçada, entre as coordenadas 605.115 E e 7.775.217 N.

Trata-se da casa de fundição existente na fazenda dos Borges de Carvalho, situado próximo a um pequeno povoado que possivelmente seria o povoado do Aranha, em uma cadeia de montanhas que seria a “Serra do Paraopeba”. Como visto, segundo esta descrição esta construção pode remeter a qualquer ponto da Serra da Moeda, fato confirmado por Xavier da Veiga, dando como localização da casa de moeda falsa, o povoado de São Caetano ou São Caetano do Paraopeba, na região de Conselheiro Lafaiete, segundo Barbosa (1995).

De acordo com a descrição de Augusto de Lima, ...a fábrica de fundição de barras falsas de ouro com os cunhos reais fora construída nas terras da fazenda dos Borges de Carvalho, situada nas proximidades de um pequeno povoado que tinha o nome de Jesus Maria José da Boa Vista, encravado entre uma cadeia de montanhas que constituem a serra do Paraopeba, por lhe seguir as curvas, o curso desse caudaloso rio . (Lima Apud: Jardim e Jardim: 1982: 35)

Posteriormente o autor identifica esse arraial como sendo o arraial de São Caetano de Moeda, formando uma espécie de “território fechado”. No entanto, seria necessário um levantamento pormenorizado das estruturas da construção, bem como das estruturas históricas já conhecidas na Serra da Moeda, na tentativa de localizar estas descritas por Augusto de Lima e Xavier da Veiga e procurar saber se trata da mesma edificação encontrada no Forte.

Continuando a descida chega-se a um ribeirão com paredes de pedras que represam e dão contorno às aguas que descem da serra. 1 a 2 km abaixo chega-se ao poço Encantado, Lugar muito bonito com uma pequena cachoeira e um poço de aguas cristalinas.

8 comentários

  • Foto de Eugênio Ribeiro

    Eugênio Ribeiro 21/fev/2013

    Descrição muito boa... eu pensava que ali tinha sido uma senzala. Esse poço encantando é muito bacana!

  • Foto de Luiz Henrique

    Luiz Henrique 21/mar/2013

    Não é a casa de fundição, a casa de fundição fica em outro lugar, já em ruína. O forte é somente uma mineradora do Séc XVII - XVIII

  • burujo 23/abr/2013

    Pessoal,

    Achei muito bacana a descrição da trilha.
    Mas estou com algumas dúvidas antes de ir lá:

    A trilha passa dentro da água?
    A trilha é bem sinalizada?
    Você saberia me dizer se é tranquilo pegar ônibus de BH x Retiro das Pedras?


  • Foto de Luiz Henrique

    Luiz Henrique 23/abr/2013

    Fora da água, tem que ficar experto para nao perder a trilha , já lá no riacho.

  • Foto de renatoasmelo

    renatoasmelo 18/ago/2014

    Show!

  • Foto de Ichiibruno

    Ichiibruno 16/set/2014

    Pessoal da pra fazer essa trilha de bike ?

  • andrenandes 5/fev/2015

    Boa noite Pessoal. Tenho o interesse de ir à trilha esse final de semana. Existe uma sinalização nela? A trilha é bem definida ou enfrentamos trechos fechados? Recomendam algum trajeto ou procedimento especifíco?
    Abraços

  • Foto de Julio Leão

    Julio Leão 3/jun/2016

    Bruno,
    não rola de bike de jeito nenhum!
    Tem muitos degraus de pedra.
    Irá carregar a bike em 99% do tempo....

You can or this trail