Baixar

Distância

6,49 km

Desnível positivo

569 m

Dificuldade técnica

Moderada

Desnível negativo

148 m

Elevação máx

1.330 m

Trailrank

43

Elevação min

901 m

Tipo de trilha

Mão Única
  • Foto de Estrada dos Covais
  • Foto de Estrada dos Covais
  • Foto de Estrada dos Covais
  • Foto de Estrada dos Covais
  • Foto de Estrada dos Covais
  • Foto de Estrada dos Covais

Coordenadas

294

Enviada em

28 de setembro de 2020

Registrada em

setembro 2020
Seja o primeiro a aplaudir
Compartilhar
-
-
1.330 m
901 m
6,49 km

Visualizado 820 vezes, baixado 48 vezes

perto de Manteigas, Guarda (Portugal)

Percurso linear não sinalizado que percorre integralmente a antiga "Estrada dos Covais", entre Manteigas e a Barroca dos Covões. Apesar de ser um percurso bastante acessível, sem dificuldades técnicas (excepto pelo crescimento da vegetação já no final) e com as mais fantásticas vistas sobre o Vale Glaciar do Zêzere, acaba por ser muito pouco conhecido e percorrido na sua íntegra.

A Estrada dos Covais é um antigo caminho florestal construído a meia encosta em pleno Vale Glaciar do Zêzere, que tinha por objectivo criar o acesso para a construção de uma barragem no Vale da Candeeira. Felizmente a obra não foi avante e nem a estrada foi terminada de construir, terminando abruptamente na Barroca dos Covões, ou seja, sem ir dar a lado nenhum pois dali nem veredas de pastores ou montanhistas já existem. O muro de suporte da estrada é bem visível desde a estrada asfaltada que percorre o Vale Glaciar e é frequente que muita gente se questione o que ali existe.

O início da antiga estrada fica bem perto de Manteigas e é possível estacionar o carro no início da mesma, mas o acesso pode ser feito a pé desde o centro de Manteigas. O percurso é também parcialmente coincidente com o PR4 MTG - Rota do Carvão (rede de percursos pedestres de Manteigas), desviando-se este por uma vereda sensivelmente a meia distância para seguir em direcção à Nave da Mestra e às Penhas Douradas. No entanto, os troços mais espectaculares e panorâmicos da estrada dos Covais ficam bem para lá deste desvio para a Nave da Mestra.

Durante quase toda a extensão do percurso não existem quaisquer dificuldades técnicas, sendo apenas necessário ir superando a contínua subida. No entanto, à medida que a estrada se aproxima do seu final as giestas começam gradualmente a ocupar toda a estrada, deixando apenas uma vereda e nem sempre é fácil de progredir. Mesmo no final da estrada a progressão torna-se mesmo muito complicada, mas o ponto alto deste percurso são as vistas ao longo de todo o trajecto, não se perdendo muito por não se chegar exactamente ao final da estrada.

Existem algumas fontes no início do percurso (assinaladas no track) e uma antiga casa do guarda florestal que actualmente já se encontra em ruínas. Como o trajecto é linear é necessário depois fazer o percurso de regresso pelo mesmo traçado.
Devido a um incêndio que ocorreu há poucos anos atrás, existe uma área recentemente ardida e onde podem decorrer trabalhos florestais para remoção da madeira ardida.
Waypoint

Barroca dos Covões

Waypoint

estacionamento

Waypoint

início vereda para a Nave da Mestra

Waypoint

Fonte

Waypoint

Fonte

Waypoint

Fonte

Waypoint

Casa do Guarda Florestal

Comentários

    Você pode ou esta trilha