Hora  9 horas 48 minutos

Coordenadas 4323

Enviada em 5 de Janeiro de 2021

Registrada em Janeiro 2021

-
-
894 m
600 m
0
11
22
43,18 km

Visualizado 701 vezes, baixado 10 vezes

perto de Joaquim Egídio, São Paulo (Brazil)

Alguns dias atrás li uma reportagem sobre o encerramento das atividades da Usina Hidrelétrica do Macaco Branco localizada no rio Jaguari próximo à cidade de Pedreira. Seu gerador mais antigo data de 1912 é a usina mais antiga da região de Campinas. Sua área será inundada pela represa de Pedreira que se encontra em estágio de construção, a estimativa é que a área comece a inundar no segundo semestre de 2021.
Além da usina também serão alagadas áreas das Fazendas Roseira e Espírito Santo, ambas do século XIX, incluindo o conjunto arquitetônico, no distrito de Joaquim Egídio, e a mata do Córrego Linde. Em 2016 o Condepacc arquivou os estudos de tombamento da Fazenda Roseira e da Usina do Macaco Branco como patrimônio de Campinas para facilitar a construção da nova represa.
Eu não conhecia a usina e a região de seu entorno, depois dessa notícia resolvi fazer uma caminhada passando pelas duas usinas do rio Jaguari, a Usina do Macaco Branco e a Usina Jaguari. Estas duas usinas possuem arquiteturas parecidas, porem a do Macaco Branco não possui reservatório, existe apenas um desvio das águas do rio que conduz o fluxo para os tubos e para os geradores, enquanto a Usina Jaguari possui um pequeno reservatório do qual o fluxo de água é conduzido para os tubos que levam aos geradores.
Iniciamos nossa caminhada na Estação de Joaquim Egídio, seguimos para Sousas evitando ao máximo a estrada asfaltada e de Sousas pegamos a estrada para Pedreira. Caminhar na Estrada Sousas-Pedreira não é nada agradável, são muitos os condomínios que possuem suas portarias nessa estrada, o fluxo de carros é constante. Após passar a Av. Mackenzie o fluxo de carros diminui muito e logo a frente termina o asfalto, aí a estrada fica melhor para caminhar. Depois de passar a Portaria do Condomínio Colinas do Atibaia, praticamente acabou o vai e vem de carros.
Seguimos então até a sede da Fazenda Roseira e logo ao lado se encontra a bifurcação da estrada para a Usina do Macaco Branco. Chegamos à porteira da Usina e perguntamos se poderíamos entrar para conhecer, disseram que não tinha problema.
A usina já está em processo de desativação, seus geradores já não recebem o fluxo de água, toda água do rio segue pelo leito. Tiramos algumas fotos, agradecemos e seguimos caminho, tínhamos muito para caminhar.
Ao chegar na ponte sobre o Rio Jaguari soubemos que as obras da barragem são bem próximas dali. Pegamos a estrada que margeia o Jaguari e seguimos em direção à outra usina. Foram 8 km até chegar lá. Já estive na Usina Jaguari outras vezes, sempre encontro alguma diferença, desta vez o fluxo de água do Jaguari estava intenso aumentando a beleza de seu vertedouro. Foi ao lado do Vertedouro que paramos à sombra de uma mangueira para um lanche e um pequeno descanso, pela frente teríamos o trecho mais duro do percurso, com a maior altimetria.
Seguimos caminho passando pelo Bar do Vicente, pela Capela São Francisco de Borja, e tomamos o caminho rumo ao Bar da Cachoeira para em seguida chegar de volta à Estação de Joaquim Egídio onde deixamos o carro estacionado.
Neste percurso não existem fontes de água potável, levamos 3 litros por pessoa, foi a conta. Muitos trechos não tem sombra é importante se proteger do sol, boné e protetor solar são indispensáveis.

gravado com Etrex 32x
Foto

Estação Joaquim Egídio

Foto

caminho do bonde

Interseção

Seguir à direita

Ponte

Ponte sobre Rio Atibaia

Interseção

Seguir à direita

Foto

Sagui

Rio

Rio Atibaia

Foto

Capela Sagrado Coração de Jesus

Interseção

Seguir à direita

Waypoint

Fim do asfalto

Foto

Foto

Ponte

Ponte sobre Rio Atibaia

Waypoint

Condomínio Colinas do Atibaia ultima portaria

Interseção

Seguir em frente

Foto

Foto

Foto

Fazenda Iracema

Foto

Foto

Foto

Fazenda Roseira

Interseção

Seguir à direita

Foto

Usina Hidrelétrica do Macaco Branco

Foto

Barragem da Usina Hidrelétrica do Macaco Branco

Ponte

Ponte sobre o Rio Jaguari

Foto

Obras da nova represa

Foto

estrada

Foto

Casa de Abelhas

Foto

Usina Hidrelétrica do Macaco Branco

Foto

Pitaia

Foto

Corredeira

Toda essa mata em torno do rio será alagada pela nova represa.
Interseção

Trecho 40 - seguir em frente

Interseção

Trecho 21 - seguir à direita

Foto

Sede de fazenda

Lago

Lago

Lago

Lago da Represa do Jaguari

Foto

estrada

Foto

Reservatório Pirâmide da Represa do Jaguari

Foto

Vertedouro da Represa do Jaguari

Foto

Usina Hidrelétrica do Jaguari

Ponte

Ponte sobre o Rio Jaguari

Foto

Rancho 7 de Julho - CATI

Interseção

Bar do Vicente

seguir à direita
Interseção

Seguir à direita

Local religioso

Capela Francisco de Borja

Interseção

Seguir à esquerda

Interseção

Seguir à esquerda

Waypoint

Condomínio Morada das Nascentes

Waypoint

Bar da Cachoeira

Comentários

    Você pode ou esta trilha