EcoESTeSL
68 1 7

Tempo em movimento  14 minutos

Horas  36 minutos

Coordenadas 98

Uploaded 16 de Abril de 2019

Recorded Abril 2019

-
-
20 m
4 m
0
0,1
0,3
0,54 km

Visualizado 127 vezes, baixado 0 vezes

próximo a Moscavide e Portela, Lisboa (Portugal)

Este trilho foi realizado na ESTeSL, por um grupo de estudantes do curso de licenciatura em Saúde Ambiental. O ponto forte deste trilho é a acessibilidade e a diversidade de plantas e árvores encontradas, sendo que os espécimes referenciados e que se encontram identificadas nos diferentes postos têm propriedades medicinais. Como o trilho foi realizado durante a época de floração das árvores foi possível tirar fotografias aos frutos de algumas delas, enfatizando-se a beleza do trilho, em plena cidade de Lisboa.
foto

Loureiro-Cerejeira(Prunus laurocerasus)

O Loureiro-Cerejeira é frequentemente utilizada topiária, existindo diversos cultivos com importância comercial. O cheiro a amêndoa emitido pelas folhas quando esmagadas deve-se à sua riqueza em ácido prússico.
foto

Magnólia(Magnolia grandiflora)

Os rebentos e flores da Magnólia são ricos em óleos essenciais que são indicados para tratar alergias e minimizar a irritação provocados pelos cosméticos. Na medicina tradicional chinesa, a casca serve dores abdominais, diarreia, vómitos e espasmos intestinais.
foto

Plátano ( platanus hispanica )

A madeira do Plátano é dura e muito resistente. É utilizada em marcenaria e carpintaria, sendo também um bom combustível.
foto

Pinheiro-manso(Pinus pinea)

Em medicina popular, terá sido usado como balsâmico para curar as doenças respiratórias. As pinhas, depois de retirar o pinhão, são vendidas como cumbustiveis para caldeiras de fábricas de cortiça e de cerâmica.
foto

Sobreiro (Quercus suber)

A madeira apresenta cerne distinto, castanho escuro e claro. As extração da cortiça não é prejudicial à árvore, uma vez que esta volta a produzir nova camada de casca com a mesma espessura a cada 9 anos. Esta árvore foi plantada na escola em 2018.
foto

Tília-argêntea (Tilia tomentosa)

A tília contribui para a recuperação física e bem-estar mental. Devido às suas propriedades acústicas é usada em componentes específicas de alguns instrumentos musicais.
foto

Ameixoeira-de-jardim (Prunus cerasifera)

Todas as partes da ameixoeira têm propriedades medicinais graças às substâncias ativas presentes na planta. As infusões de folhas usam-se para apaziguar as infecções da garganta e tradicionalmente usam-se nas diarreias ligeiras.

Comentários

    You can or this trail