Baixar

Distância

24,34 km

Desnível positivo

1.013 m

Dificuldade técnica

Difícil

Desnível negativo

1.013 m

Elevação máx

1.424 m

Trailrank

71 5

Elevação min

913 m

Tipo de trilha

Circular

Tempo em movimento

8 horas 31 minutos

Hora

11 horas 4 minutos

Coordenadas

4464

Enviada em

10 de agosto de 2021

Registrada em

agosto 2021
  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     

Crie suas Listas de Trilhas

Organize as trilhas que você curte em listas e compartilhe-as com seus amigos.

Obtenha o Wikiloc Premium Atualização para remover Anúncios
Crie suas Listas de Trilhas Crie suas Listas de Trilhas
Compartilhar
-
-
1.424 m
913 m
24,34 km

Visualizado 335 vezes, baixado 11 vezes

perto de Vilarinho das Furnas, Braga (Portugal)

Um trilho com tanto de trabalhoso como de excelente, marcado de forma primorosa pelos Célitos da Montanha, a quem expressamos a devida vénia. Não foi seguido de forma integral, porque optamos por usar a Portela de Leonte como ponto de partida e de chegada, fugindo assim ao Maceira, zona de Protecção Total do PNPG, para além de outras pequenas variações, como, por exemplo, não termos ido aos prados da Messe, que só observamos à distância.
Depois de uma tentativa frustrada de subir ao cume, feita há cerca de dois meses a esta parte, arriscamos uma nova tentativa, bem sucedida desta vez. A primeira falhou por termos seguido um trilho sem pés nem cabeça, que nem sequer subia ao cume, para além de enveredar por opções lamentáveis.
Começamos tarde, por volta das nove e trinta, mas acabámos a uma hora boa, cerca das vinte e trinta, ainda com muita luz solar. Foi uma jornada durinha, mas sobejamente compensada pelo mergulho na beleza e imponência inigualáveis do nosso Gerês.
De um modo geral o percurso é feito por trilhos de pé posto, com um ou outro troço de corta mato ligeiro ou sem significado. Para além disso, tem algumas zonas de piso técnico, o acesso ao Conho, por exemplo, trabalhosas, mas sem dificuldades de maior. Dificuldade existe sim no acesso ao cume das Ruivas. É um lanço extremamente crítico, porque todo o cuidado é pouco, e não pode ser feito em dias de chuva. Mas é a cereja no topo do bolo, tal a imponência e grandiosidade da paisagem, em 360º. Não haverá muitos locais assim.
A minha vénia ao meu irmão de aventuras, disponível, aguerrido e sempre, sempre solidário, "follow me, I know the way".
Foto

Na subida da Portela de Leonte

  • Foto de Na subida da Portela de Leonte
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

Vale da Teixeira visto a partir da Freza

  • Foto de Vale da Teixeira visto a partir da Freza
Foto

As Ruivas! É já ali

  • Foto de As Ruivas! É já ali
Foto

Conho ao fundo, Sombrosas à direita, e Ruivas ao fundo

  • Foto de Conho ao fundo, Sombrosas à direita, e Ruivas ao fundo
Foto

Mágico Conho

  • Foto de Mágico Conho
Foto

Sombrosas e Ruivas

  • Foto de Sombrosas e Ruivas
Foto

As Ruivas aqui tão perto

  • Foto de As Ruivas aqui tão perto
Foto

No cume das Ruivas

  • Foto de No cume das Ruivas
Foto

Do cume das Ruivas, em todo o seu esplendor

  • Foto de Do cume das Ruivas, em todo o seu esplendor
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

Prado da Messe, à distância

  • Foto de Prado da Messe, à distância
Foto

Conho, o reabastecimento

  • Foto de Conho, o reabastecimento
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

O prado do Conho em fundo

  • Foto de O prado do Conho em fundo
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

Vale da Teixeira, visto da Freza

  • Foto de Vale da Teixeira, visto da Freza
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

Prado do Vidoal, com as antenas da Louriça em fundo

  • Foto de Prado do Vidoal, com as antenas da Louriça em fundo
Foto

Vidoal

  • Foto de Vidoal
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

Foto

  • Foto de Foto
Foto

O Pé de Cabril em toda a sua imponência

  • Foto de O Pé de Cabril em toda a sua imponência
Foto

Desafio vencido

  • Foto de Desafio vencido

3 comentários

  • Foto de rique.faria

    rique.faria 11 de ago. de 2021

    Um trilho magnífico que se entranha pelo gerês profundo, sempre muito bem marcado ou mariolado. A subida ao cume de Porta Ruivas é a cereja no topo do bolo. Não apresenta, teoricamente, grande dificuldade, a não ser pela sua extensão. Aconselha se a fazer em dias estivais, pois a sua extensão exige tempo e momentos de contemplação.

  • Foto de rique.faria

    rique.faria 11 de ago. de 2021

    Magnífico

  • Foto de Pedro Vorph Oliveira

    Pedro Vorph Oliveira 13 de jan. de 2022

    Obrigado

Você pode ou esta trilha