Hora  8 horas 20 minutos

Coordenadas 2218

Enviada em 29 de Dezembro de 2018

Registrada em Dezembro 2018

-
-
649 m
92 m
0
5,2
10
20,8 km

Visualizado 870 vezes, baixado 70 vezes

perto de Sistelo, Viana do Castelo (Portugal)

- Trilho circular, com início e fim na aldeia de Sistelo e que resulta do encadeamento de vários trilhos: PR27 - Trilho do Miradouro da Estrica, Caminho dos Mortos, PR24 - Trilho dos Socalcos de Sistelo e PR14 - Trilho das Brandas de Sistelo;
- todo o percurso está devidamente sinalizado;
- passagem pelas aldeias de Estrica e Sernades, Capela do Senhor dos Passos, aldeias de Arado e Portela do Alvite e socalcos de Sistelo;
- trilho belíssimo no outono e ideal para dias quentes de verão, pois tem muita sombra;
- embora apresente algumas subidas bem íngremes e um acumulado significativo, de uma forma geral é um trilho muito acessível.

__________________________________________________________________________________________

- PR 27: Trilho do Miradouro da Estrica - AVV
Tipo de Percurso: Pequena Rota
Distância: 4.37km
Duração: 1.3h
Dificuldade: Médio
A calçada inicial deste trilho conduz-nos ao rio Vez para nos deslumbrar com uma magnífica floresta ribeirinha. Entre os aromas fluviais, o coaxar dos anfíbios e os cantares das aves do rio revela-se a biodiversidade que se enconde no amial. Aqui e ali as gilbardeiras chamam a atenção com as suas bagas vermelhas. Depois de atravessado o rio e percorrido o passadiço o caminho é sombreado pelo carvalhal alvarinho levando-nos a um dos pontos em que a imponência da paisagem arrebata – o miradouro da Estrica. Aqui a perpectiva sobre o vale é única. Os socalcos entre Sistelo e Padrão prendem o olhar numa beleza estonteante.

- Caminho dos Mortos - MNC
É um trilho de âmbito ecológico-paisagístico, inserido numa topografia de vale e montanha, com uma distância aproximada de 12,5 Km e uma duração média de realização de 05H00. Apresenta um nível de dificuldade moderada, com cotas mínimas a rondar 105 metros e máximas cerca de 650 metros de altitude. O nome do trilho deve-se ao facto de, antes da construção das novas vias rodoviárias, os funerais desde os lugares mais montanhosos até à igreja paroquial se fazerem por este caminho. Os finados eram transportados em carros de bois, demorando dias até chegar à Igreja Paroquial. Além desta particularidade, podem-se encontrar ao longo do percurso vestígios das primeiras civilizações que assentaram nesta região no 4º milénio A.C., mais específicamente a Mamôa do Cotinho, um monumento funerário colectivo e local de culto, onde eram depositados os mortos. Tem cerca de 30 metros de diâmetro com elevação central muito pronunciada, sendo visíveis vestígios da couraça pétrea e alguns esteios. Nesta freguesia, uma das mais populosas do concelho de Monção, encontra-se a Igreja de Merufe que, após várias reformas, ainda conserva o rasgado da porta que comunicava com o antigo convento. À entrada, existe uma antiga pia baptismal. O exterior é românico, tendo-lhe sido acrescentada uma torre no século XVIII. Hoje, a povoação é dominada pelo belo edifício da junta de freguesia. Inaugurado em 22 de Setembro de 1992, resultou da recuperação e aproveitamento de um antigo celeiro. Trata-se de uma obra, feita em pedra da região e por artistas da freguesia, que se evidencia pelo seu aspecto monumental e funcionalidade dos serviços.

- PR24: Trilho dos Socalcos de Sistelo - AVV
Tipo de Percurso: Pequena Rota
Distância: 5.12km
Duração: 2.3h
Dificuldade: Fácil
Este trilho desenvolve-se no quadro que é a marca de Sistelo – os socalcos. A subida entre socalcos desvenda o maneio ancestral que muda de cor com as estações do ano. A consociação milho-feijão tarreste e os campos de feno pontuados de medeiras estivais dão lugar aos luminosos prados lima no Inverno. As corgas que correm para o rio Vez são corredores de vida. Bordos, bidoeiros, amieiros e aveleiras dão refúgio às aves canoras. As cachenas e as ovelhas lembram que o ecossistema vive da interação com a agrosilvopastoricia e as transumâncias sazonais. Os muros de granito coloridos pelas urzes sustentam os socalcos regados pelas levadas. Em Padrão, a organização do casario e os espigueiros acolhem os visitantes e as vistas sobre Sistelo permitem o voo do olhar.

- PR 14: Trilho das Brandas de Sistelo - AVV
Tipo de Percurso: Pequena Rota
Distância: 8.55km
Duração: 6h
Dificuldade: Médio
O Trilho das Brandas de Sistelo, percurso pedestre de pequena rota (PR), marcado e sinalizado segundo as normas internacionais, localiza-se nas fraldas da Serra da Peneda, mais precisamente na aldeia de montanha de Sistelo. A caminhada inicia junto a um curioso edifício vulgarmente designado por Castelo de Sistelo, residência do 1º e único Visconde de Sistelo, comerciante local que fez fortuna no Brasil, de onde seguimos por entre o rústico casario e os típicos espigueiros, ao longo de um carreteiro que nos conduzirá, numa serpenteante subida, até belas paisagens.
Waypoint

Sistelo

- ALDEIA DE SISTELO A aldeia de Sistelo situa-se no concelho de Arcos de Valdevez, em pleno Parque Nacional da Peneda-Gêres, junto à nascente do rio Vez. Famosa pelas suas paisagens em socalcos, onde se cultiva o milho e pasta o gado, a aldeia encontra-se muito bem preservada, tendo sido recuperadas as casas típicas de granito, os espigueiros e os lavadouros públicos. O Castelo de Sistelo, ex-líbris da aldeia, merece uma cuidadosa visita: trata-se de um palácio de finais do século XIX onde viveu o Visconde de Sistelo. Pelas ruelas de Sistelo pode-se apreciar a Igreja Paroquial, a Casa do Visconde de Sistelo, a Ponte Romana e o Moinho, a ponte de Sistelo de jusante, a Ermida de Nossa Senhora dos Aflitos e as Capelas de Santo António, de São João Evangelista, da Senhora dos Remédios e da Senhora do Carmo.
Ponte

Ponte sobre o rio Vez

Árvore

Bosque de Carvalhos

Waypoint

Aldeia de Estrica

Local religioso

Capela de Estrica

Panorama

Miradouro de Estrica

Panorama

Panorâmica das Brandas de Sistelo

Árvore

Bosque de Cedros

Sítio arqueológico

Mamoa do Cotinho

Árvore

Bosque de Cedros

Panorama

Panorâmica do Vale

Ponte

Ponte sobre linha de água

Rio

Linha de água

Rio

Linha de água

Rio

Represa e Linha de água

Waypoint

Aldeia de Sernades

Ponte

Ponte sobre a Corga das Valoucas

Piquenique

Parque de Merendas do Senhor dos Passos

Local religioso

Capela do Senhor dos Passos

Ponte

Ponte sobre o rio de Sucrasto

Ponte

Ponte da Corga dos Moinhos

Rio

Linha de água / início de Bosque de Carvalhos

Ruínas

Moinho em ruínas

Rio

Linha de água

Ponte

Ponte sobre o rio de Sucrasto

Ruínas

Capela em ruínas

Waypoint

Portela do Alvite

Ponte

Ponte sobre o rio Vez

Panorama

Panorâmica do Vale do rio Vez

Ponte

Ponte sobre a Corga de Lourenço

Ponte

Ponte sobre a Corga da Saramangeira

4 comentários

  • Foto de bujico

    bujico 12/out/2020

    Fiz a trilha, ontem (10/10/20)!Muito bom e lindo! Só um problema!Depois do Parque de Merendas do Sistelo,tive que seguir pela estrada,pois o caminho,que indica,para virar a esquerda, encontrava-se totalmente fechado,pela vegetação!Mas muito bom!👣💪

  • Foto de João Marques Fernandes (CSM)

    João Marques Fernandes (CSM) 12/out/2020

    Obrigado, Bujico, pelo comentário e informação relevante.
    Infelizmente não fico surpreendido ao saber que não pôde seguir o percurso integralmente pois a vegetação fechou-o.
    É uma situação com que recorrentemente me confronto: por incúria das juntas de freguesia e dos municípios que tem a responsabilidade de manter os trilhos limpos e acessíveis.
    Mas é uma triste realidade. Ou são os infames incêndios do verão ou o desleixo pelos estragos do inverno, a verdade é que muitos acessos vão desaparecendo ou ficando intransitáveis. O que é de lamentar!
    De qualquer das formas, ainda bem que conseguiu desfrutar da maior parte do trilho, cuja beleza e encanto ganham uma nova dimensão com estas cores de outono.
    Continuação de boas caminhadas!!

  • Foto de bujico

    bujico 13/out/2020

    Bom dia, João!Mas está de parabéns!Foi uma trilha de encher o olho,pela beleza do caminho,e pela sua informação,foi possível, desfrutar com mais interesse! Abraço!

  • Foto de João Marques Fernandes (CSM)

    João Marques Fernandes (CSM) 13/out/2020

    Muito obrigado, Bujico, pelas simpáticas palavras!
    São um ótimo incentivo para dar continuidade a esta partilha.
    E concordo plenamente com as suas palavras, este trilho é um dos mais bonitos que eu já fiz. Sobretudo nesta época do ano, com as mágicas cores outonais. Em alguns troços do percurso, somos mesmo transportados para o ambiente de um conto de fadas!
    Abraço e continuação de boas caminhadas!!

Você pode ou esta trilha