Hora  7 horas 54 minutos

Coordenadas 1986

Enviada em 7 de Junho de 2020

Registrada em Junho 2020

  • Avaliação

     
  • Informações

     
  • Fácil de fazer

     
  • Paisagem

     
-
-
896 m
440 m
0
5,6
11
22,57 km

Visualizado 330 vezes, baixado 20 vezes

perto de Vacariça, Viana do Castelo (Portugal)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"


CORNO DE BICO E MESA DOS QUATRO ABADES

O Corno de Bico é um espaço emblemático para o concelho de Paredes de Coura e de grande importância para a região, considerado um pequeno santuário natural, espaço de rara beleza que o homem moldou de uma forma harmoniosa. Desde tempos remotos que jogou um papel fundamental, servindo de local de culto, de espaço de defesa, de linha de fronteira, de pastagens e de abrigo. Na década de 40 do Século XX, durante o período do Estado Novo, os serviços florestais desencadearam um processo de arborização e de valorização florestal de um espaço que, até então, era ermo pela excessiva atividade pastoril.

Hoje, tem um papel importante ao nível da conservação da natureza, o que permitiu a sua inclusão como Sítio Classificado da Rede Europeia NATURA 2000 e na Rede de Áreas Protegidas de Portugal. A Paisagem Protegida de Corno de Bico é uma das seis paisagens protegidas existentes em Portugal, com a sua gestão confiada ao Município de Paredes de Coura.

A região é essencialmente montanhosa, com contornos arredondados, sendo Corno de Bico, com 883 m de altura, a elevação de maior altitude da região setentrional. No topo destas encostas, é possível ver ''caos de blocos'', que são aglomerados de blocos de granito, a rocha dominante da região, conferindo um aspeto caótico à paisagem.

Nas encostas verdejantes é possível ver, retalhando a paisagem, os muretes, as sebes e os socalcos - testemunhos da influência humana na paisagem. Juntamente com os espigueiros e os moinhos, que completam a harmonia paisagística, estes testemunhos da presença humana traduzem a ainda vigente ruralidade e o esforço do povo que tem vindo a ocupar esta região.

A Mesa dos Quatro Abades localiza-se no marco divisório das freguesias de Calheiros, Cepões, Bárrio e Vilar do Monte, no concelho de Ponte de Lima. Trata-se de uma mesa em granito que se apoia no marco divisório das quatro freguesias. Em cada uma das faces estão gravadas as iniciais do nome da freguesia a que corresponde a mesma face. A mesa é ladeada por quatro bancos também em granito, cada um assente no território de cada freguesia confinante.

Outrora os representantes de cada paróquia sentavam-se aqui para debater e resolver os mais diversos assuntos, consultando os paroquianos que se encontravam ao seu redor.
Em nossos dias, esta curiosa tradição foi recuperada desde 1988, por iniciativa das Juntas de Freguesia, sendo celebrada anualmente no terceiro domingo de junho.


DESCRIÇÃO DO TRILHO

O trilho decorre entre o lugar da Vacariça, da freguesia limiana de Refóios do Lima, e o Miradouro de Corno de Bico, sendo o regresso pela aldeia de montanha de Vilar do Monte, também pertencente ao concelho de Ponte de Lima, com passagem pela Mesa dos Quatro Abades. É um trilho circular, não sinalizado, que interseta vários percursos da região pelo que o uso de GPS é recomendado.

O trilho tem início no pitoresco lugar da Vacariça, a cerca de 10 km da rotunda do IC 28. O ponto de partida localiza-se, precisamente, no entroncamento à entrada do lugar, quando a estrada de alcatrão, do lado esquerdo, dá lugar a um caminho de terra batida, onde estacionamos os carros. Iniciamos o trilho em direção ao casario de Vacariça, seguimos pela Rua da Capela de São Sebastião, contornando o lugar à medida que subíamos e deixando para trás os campos de cultivo. Intersetamos o PR Trilho da Mesa dos Quatro Abades, à medida que vamos subindo os campos agrícolas vão sendo substituídos por áreas de matos e de florestas.

Seguindo agora, o caminho florestal passo-a-passo vamos ganhando altitude. Abandonando a floresta mista de coníferas e folhosas, embrenhamo-nos numa outra mancha florestal onde predominam as faias e cuja densa folhagem esconde a Lagoa dos Salgueiros Gordos. Trata- -se de um espaço de singular beleza, tanto pela vegetação que envolve a lagoa como pelo efeito decorativo e enriquecedor que o elemento água confere à paisagem.


Lagoa dos Salgueiros Gordos

Na lagoa deixamos o PR Trilho da Mesa dos Quatro Abades e seguimos, à direita, por caminho de pé posto por um denso bosque até retomarmos de novo o caminho florestal que nos leva à Antela da Cruz Vermelha, inicio sul da Paisagem Protegida de Corno de Bico. A Paisagem Protegida de Corno de Bico, constitui um pequeno santuário natural e é uma das seis paisagens protegidas existentes em Portugal.

Na encruzilhada de caminhos da Antela da Cruz Vermelha seguimos por um caminho à direita, inicialmente mal definido, que nos leva ao interior da floresta do Corno de Bico, composta por uma vasta e densa mancha de carvalhos (Quercus robur). Durante o percurso constatamos a elevada diversidade de espécies arbóreas, arbustivas e herbáceas, que, no seu conjunto, constituem o habitat essencial para inúmeras espécies do reino animal. O caminho desemboca no caminho florestal, que percorremos por poucos metros, para depois seguirmos o caminho de pé posto que culmina no Corno de Bico, local que ostenta um marco geodésico à cota de 883 metros e onde intersetamos o PR1 Trilho Corno de Bico. Seguimos até ao miradouro natural, instalado num dos pontos mais altos do concelho de Paredes de Coura, rodeado de blocos graníticos. Daqui podemos apreciar uma majestosa paisagem que se abre, quer para o Vale do Rio Coura, quer para os Vales dos Rios Vez e Lima. A mesa interpretativa que focaliza aspetos relacionados com a ocupação humana e cultural da Paisagem Protegida do Corno de Bico está bastante gasta pelo tempo. Devido às condições meteorológicas da manhã, desta vez, não nos foi possível apreciar as magnificas panorâmicas.


Miradouro do Corno de Bico

Depois das fotos possíveis, continuamos por entre a floresta, até desembocarmos novamente no caminho florestal, em Correchouso, local comum ao PR1 Trilho Corno de Bico e PR3 Trilho dos Miradouros. Viramos à esquerda para seguir, por alguns metros, o PR3 Trilho dos Miradouros. Pouco depois cortávamos à direita para descer por caminho de pé posto a encosta que nos leva a um grande açude e de volta ao caminho florestal e pouco depois à interseção do PR Trilho da Mesa dos Quatro Abades e a GR17 Travessia do Alto Coura. Surgem alguns raios de sol, o céu começa a abrir o que permite apreciar as panorâmicas envolventes.

Vamos descendo gradualmente para a aldeia de montanha de Vilar do Monte, onde predominam os campos cercados por muros de pedra solta. O caminho florestal vai desembocar num caminho empedrado que, por sua vez, nos leva até à estrada alcatroada EM523. Continuamos pela estrada para, passados poucos metros, seguirmos pelo caminho, Rua da Mesa dos 4 Abades, que nos conduziu à afamada Mesa dos Quatro Abades - uma mesa de granito ladeada por quatro bancos também em pedra, cada um assente no território de cada freguesia confinante: Calheiros, Cepões, Bárrio e Vilar do Monte.


Mesa dos Quatro Abades

Aqui, deixamos o PR Trilho da Mesa dos Quatro Abades, continuamos pelo caminho e descemos uns metros até ao lugar da Pombeira. Seguidamente, subimos a Rua da Pombeira, caminho algo íngreme que nos conduzirá novamente à EM523 (Lugar de Lastral) que atravessamos para seguir o caminho florestal que nos leva novamente ao PR Trilho da Mesa dos Quatro Abades e à Bica do Penedo Branco, onde aproveitamos para nos refrescar com as suas águas frescas.

Continuando pelo caminho florestal chegamos ao Miradouro da Vacariça de onde é possível admirar uma deslumbrante paisagem sobre o rio Lima e sobre a mais antiga vila de Portugal. O local ostenta o marco geodésico do Penedo Branco, com 725 m de altitude. Regressamos novamente ao caminho florestal, começamos a descer até ao lugar da Vacariça, onde teve início este nosso trilho por terras limianas.




Se gosta das nossas trilhas adicione a sua avaliação no final da página.
Obrigado pelo seu comentário e avaliação.

Si te gusta nuestras rutas haz tu propia valoración al final de la página.
Gracias por tu comentario y valoración.

If you like our trails, leave your own review at the end of the page.
Thank you for your comment and review.

A equipa Caminhantes
Waypoint

VACARIÇA (ESTACIONAMENTO)

Waypoint

CAPELA DE S. SEBASTIÃO

Waypoint

FLORESTA DE ABETOS

Waypoint

LAGOA DOS SALGUEIROS GORDOS

Waypoint

ANTELA DA CRUZ VERMELHA

Waypoint

APIÁRIOS

Waypoint

CHARCO

Waypoint

CORNO DE BICO (MARCO GEODÉSICO)

Waypoint

MIRADOURO CORNO DE BICO

Waypoint

GRANDE AÇUDE

Waypoint

PEQUENO AÇUDE

Waypoint

REPRESA

Waypoint

RUÍNAS MOINHO

Waypoint

PANORÂMICA VILAR DO MONTE

Waypoint

MESA DOS 4 ABADES

Waypoint

LASTRAL

Waypoint

SINALÉTICA PR 4 ABADES

Waypoint

BICA DO PENEDO BRANCO

Waypoint

PENEDO BRANCO (MARCO GEODÉSICO)

2 comentários

  • Foto de João Marques Fernandes (CSM)

    João Marques Fernandes (CSM) 7/jun/2020

    Eu fiz esta trilha  Ver mais

    Mais uma bela jornada! Claro que ir a Corno de Bico, contra todas as previsões meteorológicas, dá sempre direito a neblina ou chuva (e ás vezes sol, para variar!). Desta vez foi só neblina... correu bem, deu um ar misterioso ao cenário já de si deslumbrante. Um excelente trilho para descontrair e fotografar (muito). Abraço!!

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 7/jun/2020

    Olá João!
    Obrigado pelo comentário e avaliação da trilha.
    Trilho inserido numa bonita Paisagem Protegida como é a de Corno de Bico.
    Foi um dia bem passado em boa companhia!
    Grande abraço.

Você pode ou esta trilha