Horas  7 horas 8 minutos

Coordenadas 1245

Uploaded 17 de Abril de 2017

Recorded Abril 2017

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
562 m
202 m
0
3,3
6,6
13,27 km

Visualizado 738 vezes, baixado 57 vezes

próximo a Zambujal, Leiria (Portugal)

pt

É um passeio de descoberta, pela história do planeta: a Pangea, a deriva dos continentes, a elevação dos fundos marinhos, os fósseis, os fenómenos cársticos, os homens pré-históricos. Nascentes e ribeiros que aparecem e desaparecem. E belas paisagens, é um dos melhores trilhos na Serra de Aire e Candeeiros!

Deixamos o carro em Zambujal de Alcaria e caminhamos uns poucos de metros na estrada de asfalto, para logo a deixar à esquerda, por um caminho que segue ao longo de um majestoso afloramento calcário, que contornamos. Depois vamos percorrer um trilho em direcção Norte, sempre com belas vistas, divisando-se, um pouco para SW, a garganta que conduz à Fórnea, onde no entanto chegaremos por outro lado.
Mais adiante encontramos uma bifurcação, tomamos o estradão que sobe à direita, e que nos leva de novo para junto do afloramento rochoso, que segue sempre na direcção norte. Acabamos por entrar num trilho apertado, de pé posto, invadido pelo carrasco e outra vegetação arbustiva, convém vestir calças neste troço.
Fnalmente, já à vista de Porto de Mós e do seu castelo começamos a descida, pelo interior de uma pequena zona de arvoredo, até entrar na estrada asfaltada no Livramento.
Descendo a estrada acabamos por ir encontrar o rio Lena, que cruzamos numa ponte; seguimos depois junto do Lena, que nasce logo ali, até que tomamos o caminho que nos leva lá para cima, para o planalto de Chão das Pias, mesmo por cima da Fórnea. Pelo caminho encontramos uma espectacular zona recheada de fósseis de amonites... até que, já no cabeço da Fórnea, a 550 metros de altitude, ficamos contemplando todo aquela anfiteatro, uma paisagem de uma grandeza que nos fascina.
Agora há que percorrer toda a borda da Fórnea até encontrar do lado sul o caminho que desce aquela gigante taça e que pelo meio de alguns escorregadios troços em cascalheiras nos leva ao ribeiro da Fórnea. Pelo caminho encontramos um desvio à esquerda para visitar a incontornável Cova da Velha, um dos pontos abastecedores do ribeiro, mas de onde sómente corre água nos dias mais invernosos.
E depois a viagem é calma, ao longo do curso de água, até chegar de novo à estrada e ao nosso automóvel. Bom passeio!

en

A walk of discovery, through the history of the planet: the Pangea, the drift of the continents, the elevation of the seabed, fossils, karst phenomena, prehistoric men. Springs and streams that appear and disappear. And beautiful scenery, it is one of the best trails in the Aire and Candeeiros range!

We parked our in Zambujal de Alcaria and walked a few meters on the asphalt road, soon to leave to the left, along a path that follows along a majestic limestone outcrop, which we rounded. Then we will cross a trail in the north direction, always with beautiful views - a little to the SW, we can see the throat that leads to the Fórnea, where however we will arrive by the other end.
Further on we find a bifurcation, we take the road that rises to the right, and that leads us again to the rocky outcrop, which always follows in the north direction. We ended up entering a narrow single trackl, invaded by shrubs, it will be better to wear trousers in this section.
Finally, in view of Porto de Mós and its castle, we began the descent, through the midle of a small area of ​​grove, until entering the asphalt road in the Livramento.
Down the road we finally find the river Lena, which we cross on a bridge; We follow next to the Lena, that is born nearby, until we take the road that takes us up to the plateau of Chão das Pias, just above the Fórnea. Along the way we find a spectacular area filled with ammonite fossils ... eventually we hit head of the Fórnea, at 550 meters of altitude, where we must stop to marvel with the great amphitheater, a landscape of a greatness that fascinates us.
Now it is necessary to follow along the border of the Fórnea until we find on the south side the path that descends that giant cup and that through the middle of some slippery gravel sections takes us to the stream of Fórnea. On the way we find a detour on the left to visit the inescapable Cova da Velha, one of the creek's supply points, but from where only water runs only on the most wintry days.
And then the journey is quiet, along the water course, until we reach the road again and our car. Have a good trip!

View more external

100 metros de caminho cheio de fósseis!
Estrada Da Bica 6
Parte do afloramento calcário do Castelo de Alcaria
Nascentes do Lena
Vista Castelo Porto Mós
Vista Castelo de Porto de Mós

4 comentários

  • Foto de Luis A Matias

    Luis A Matias 21/jan/2019

    I have followed this trail  verificado  View more

    gostei muito

  • Foto de titaluis

    titaluis 3/fev/2019

    I have followed this trail  View more

    O início (do 2o km ao 5o) está muito fechado com carrascos e arranha imenso as pernas. De Porto Mós para a frente faz-se sempre bem e é realmente muito giro. A descida para a Fornea é bastante técnica mas vale a pena.

  • Foto de Luis A Matias

    Luis A Matias 3/fev/2019

    (y) Também gostei muito, Fiz a Fornea a subir, Abraço.

  • Foto de papaleguas

    papaleguas 3/fev/2019

    Agora deve estar linda... com muita água! Abraço,

You can or this trail