-
-
1.463 m
1.005 m
0
5,4
11
21,67 km

Visualizado 676 vezes, baixado 19 vezes

próximo a Sítio Paulo Lasca, Paraná (Brazil)

Comfloresta-Pedra da tartaruga. Travessia Araçatuba Tartaruga feita com o cachorro do mato na páscoa de 2016. Só
fonte

Água não recomendável

camping

Camping

fonte

Água

Água
fonte

Água e ponto de banho

Água e ponto de banho
panorama

Mirante

panorama

Mirante

geocache

Campos de altitude

Campos de altitude
geocache

Marco da divisa

Marco da divisa
fonte

Água - tratar

fonte

Água corrente

panorama

Vista tartaruga

5 comentários

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 4/abr/2017

    Que roteiro bacana. Não conheço este local ainda.
    Achei Animal este percurso, com certeza me instigou a fazê-lo. rsrsrs

  • Foto de afonso.lenzi

    afonso.lenzi 4/abr/2017

    Opa Johnny, dá pra acessar a pedra da tartaruga via trilha do queijo (por baixo) ou pelos campos (mangueiro ou marco da divisa). A gente chegou ali durante a travessia do Araçatuba até os campos. Sem dúvida é uma das pernadas clássicas aqui da região ein, must go!

  • Foto de Johnny S

    Johnny S 4/abr/2017

    A pedra da tartaruga fiz pela trilha do queijo, rsrsrs...
    Mas ainda não conheço essa parte do Araçatuba e o Marco da Divisa.
    Este local é realmente fantástico.

  • Foto de afonso.lenzi

    afonso.lenzi 4/abr/2017

    vc pegou a trilha mais pesada, o resto vai ser passeio! rsrsrs

  • Foto de Eduardo Jr (Junico)

    Eduardo Jr (Junico) 19/mai/2017

    Afonso,

    Concordo com o fato do Castelo dos Bugres precisar respirar! Muito bom!
    Devido a crescente demanda de empresas que estão usufruindo da trilha para fins comercias, sem ao menos ajudar na manutenção da trilha, não recolhendo lixo e criando acessos diferentes dos já existentes, esta preocupação é muito importante!
    O Castelo dos Bugres, quando era visitado apenas para fins recreativos, em pequenos grupos, e mais conscientes do uso da trilha, era mais sustentável.
    Atletas de corrida de aventura precisam ter mais consciência, que para melhorar o tempo, constroem rotas diretas e fora das trilhas, sem nenhuma consciência ou preparo para o que estão fazendo, não digo preparo físico, mas mental e ético, para com o ambiente. Este último fds percorri o Araçatuba voltando pelo Papanduva, e a degradação por atletas de corrida de aventura é muito visível, nem gado degrada daquele jeito.
    Essa iniciativa é de grande valia para a recuperação da trilha, e tempo para a montanha respirar, bem como a fauna e flora existente no local.
    O certo mesmo, seria limitar o acesso, com a criação de uma cancela com fiscais e guias certificados, onde a cobrança do acesso é imprescindível!
    Infelizmente, só pagando para as pessoas terem consciência de uso de um espaço público!
    Vou repassar esta mensagem.

    Boas trilhas, e bons ventos!

You can or this trail