-
-
91 m
1 m
0
2,5
5,0
9,96 km

Visualizado 1551 vezes, baixado 36 vezes

próximo a Xabregas, Lisboa (Portugal)

Quando acordamos debaixo de uma tempestade e estamos no quentinho não é para qualquer um ir passear para Lisboa.
Foi este o sentimento geral de irmos de escafandro, preparados para o que der e vier. Fomos de comboio até á capital e outros foram lá ter de carro. O tempo esse, puro engano. Estava encoberto e abafado e o percurso tratou de despir os 16 valentes caminheiros que desafiaram o estado de alerta. Escada, becos, travessas, largos, ruas de Alfama. Belos monumentos e miradouros de cortar a respiração no Castelo. Nem parecia que estava-mos em Lisboa no século 21 aquele beco que mal cabia o guia e aquelas personagens irreais na Moraria.
O vento, esse sim fazia voar os cabelos que tapavam o rosto, mas tudo pacifico. As noticias de temporal no Entroncamento corriam depressa,”nós por cá divertidos” comíamos umas sandes na Nossa Senhora do Monte na Graça. Descemos as celebres escadas escorregadias para o Intendente. Uma passagem pelos Paços da Rainha, miradouro do Torel, direitinhos á ginjinha desta vez com ele, o copo. O tempo passava depressa e as montras das lojas eram adoradas. Subimos pelo Rossio a cima, Carmo Elevador de Sta.Justa.
Sempre com uma paisagem magnifica, nunca é demais visita-lo mesmo cheio de espanholitos é uma grande obra de engenharia. Com o pensamento no almoço avançamos a passos largos para o Chiado, Largo do Camões e finalmente começou a chover. Mas já estávamos sentadinhos no restaurante, outros na casa de banho e a ementa veio logo para a mesa. O apetite era geral a comida começou logo a “cair “ na mesa e bem regada e o preço esse então nem se fala.(…)-A verdade é que só venho a este restaurante uma vez por ano e esta é a segunda (…).
Seguidamente, o tratamento para ajudar a digestão; todos para dentro do ascensor da Bica e lá fomos por ali abaixo aos gritos de alegria que tinha proporcionado o almoço. Já de regresso viemos junto ao tão tenebroso Rio Tejo com uma ondulação considerável que nos proporcionou um momento de divertimento e desafio. Com a passagem no Cais das Colunas a arrebentação das ondas e o chuvisco que vinham delas era hilariante. Com a chegada a Sta. Apolónia chegou também a chuva.
Sem dúvida um belo passeio, um bom almoço de Natal, muito divertido com uma excelente companhia para um alerta laranja em Lisboa.

BOAS FESTAS para todos os participantes nos passeios do CLAC e também para os que ficaram a ver.

Comentários

    You can or this trail