Horas  12 horas 48 minutos

Coordenadas 2145

Uploaded 3 de Setembro de 2016

Recorded Dezembro 2015

-
-
1.595 m
1.117 m
0
5,6
11
22,59 km

Visualizado 1353 vezes, baixado 46 vezes

próximo a Ouro Preto, Minas Gerais (Brazil)

DESCRIÇÃO:
Track em circuito, que inicia-se no CCB MG-01, seguindo pela estrada até a crista do Pedra do Amolar, em seguida ao Parque Municipal das Andorinhas, e por fim atravessa Ouro Preto através do trecho conhecido como Caminho Tronco.
Caminhada longa, mas sem grandes dificuldades técnicas, e que pode ser realizada em apenas um dia.

TRILHA:
A trilha inicia-se no camping CCB MG-01, e segue a estrada MG-900 até uma rotatória que dá acesso ao norte a uma estrada rural que leva até o distrito de São Bartolomeu. Ao chegar no divisor de águas, segue pela crista do Pedra de Amolar, formação localizada ao norte do município de Ouro Preto, e que propicia belos visuais para ambos os lados. Atentar para a exposição a precipícios em ambos os lados da trilha. Após, passa por trechos da estrada real, até um pequeno centro urbano com uma praça que dá acesso ao Parque Municipal das Andorinhas. Segue por estrada rural até o referido parque, aonde há cachoeiras, cavernas e mirantes, além de centro de visitantes. A continuação vai por uma trilha que volta a um bairro marginal de ouro preto, aonde é possível pegar um ônibus, ou retornar a pé descendo o morro pelo meio de uma comunidade de baixa renda. Enfim, passa pelo caminho tronco de ouro preto, cruzando a Praça de Tiradentes e retornando ao camping.
Os trechos de trilha são em sua maioria de baixa a média inclinação, e possuem sinalização através de marcos de concreto.
ATENÇÂO, o trecho após o Parque Municipal das Andorinhas passa por um bairro urbano marginal. Desconheço registros de assaltos, porém não recomendo realizá-lo após o anoitecer.

DIFICULDADE:
Considerando: trechos de inclinação baixa a média; predominância de estradas rurais; poucos pontos de água confiável; solo seco e relativamente estável; a existência de sinalização; trilha principal bem marcada; existência de pontos de apoio no caminho; classifico esta trilha como MODERADA (com clima favorável).
*Esta classificação prioriza a dificuldade técnica, não levando em conta o esforço físico individual.

CONHEÇA PARA PRESERVAR:
Os ambientes naturais são patrimônio de todos, e quaisquer atividades realizadas neles apresentam uma série de riscos. Aproveite-os com responsabilidade:
0- Procure sempre ir acompanhado de alguém que conheça a trilha e região, e deixe pessoas avisadas em casa sobre seu destino e horário previsto de retorno.
1- Traga de volta todo o lixo produzido (inclusive biodegradável) e destiná-lo corretamente;
2- Evite provocar incêndios – não faça fogueiras; não jogue fora pontas de cigarros e
cacos de vidro;
3- Não colete plantas (mudas, sementes ou flores secas), animais, rochas ou cristais;
4- Não moleste animais silvestres; não ofereca ou deixar restos de alimentos e não pesque;
5- Evite fazer barulhos desnecessários; não use aparelhos de som;
6- Ande sempre nas trilhas habituais, evitando a erosão em trilhas alternativas;
7- Não deixe marcas em troncos e pedras;
8- Evite desmoronamentos ao entrar e sair de rios, não jogue nada neles;
9- Não entre acompanhado de animais de estimação
10- Não leve bebidas alcoólicas, explosivos, fogos ou armas de fogo ou de
pressão;
11- Não faça uso de sabonetes e shampoos ao entrar nas águas;
12- Tome cuidado com animais peçonhentos, como cobras, aranhas e escorpiões;
13- Em caso de raios evite árvores isoladas e locais encharcados;
14- Muita atenção ao horário de retorno (variável de acordo com a estação), leve SEMPRE lanterna e baterias sobressalentes.
15- Lembre-se: em ambientes naturais há riscos de diversos acidentes e a fadiga pode favorecê-los. Boa parte dos acidentes ocorrem no retorno (70%), leve sempre consigo um kit de primeiros socorros, apito, e celular desligado (preserva a bateria);
16- Ao atravessar ou banhar-se em rios e cachoeiras tenha consciência que os mesmos podem subir repentinamente. Isso pode gerar situações perigosas, ilhando ou até arrastando as pessoas. Mesmo não chovendo no local, chuvas a acima podem provocar cheias, conhecidas por trombas d’água;
17- Atenção com a viração, nevoeiro repentino que ocorre principalmente em ambientes montanhosos, e que reduz fortemente a visibilidade.
(adaptado de "Termo de Responsabilidade - PARNA Aparados da Serra")

Para mais informações sobre o Parque Municipal das Andorinhas, recomendo leitura:
http://www.ouropreto.com.br/canal/artigo/parque-das-andorinhas-ouro-preto
Seguir à esquerda
Queda d´água com diversos pontos para banho. Atentar para as pedras escorregadias
Acesso a caverna com cachoeira
Informações em http://macamp.com.br/guia/guia/campings/brasil/minas-gerais/ouro-preto/camping-ccb-ouro-preto/
Centro de visitantes do Parque Municipal das Andorinhas, com estacionamento, banheiros e estrutura para churrasco/piquenique
Pequeno centro urbano com mercadinho.
Seguir pela direita ao atingir a estrada
Mirantes em direção ao Cânion e também para a Pedra do Jacaré.
Placa fixa com descrição das serras adjacentes
Praça de grande valor histórico-cultural no centro de Ouro Preto
Seguir a direita, morro acima
Saída do Parque Municipal das Andorinhas, relevante ponto de fuga
Início da Trilha do Pedra de Amolar

2 comentários

  • Foto de mitidi

    mitidi 30/nov/2016

    Olá Alexandre.
    Gostaria de carregar esta trilha no Openstreetmap (https://www.openstreetmap.org/about). Trata-se de uma ferramenta colaborativa de mapeamento do mundo. Você autoriza que esta trilha seja replicada no Openstreetmap?

  • Foto de Alexandre Arins

    Alexandre Arins 2/dez/2016

    Olá, pode publicar no Openstreetmap sim, sem problemas

You can or this trail