Tempo em movimento  uma hora 46 minutos

Hora  uma hora 53 minutos

Coordenadas 1602

Enviada em 15 de Março de 2020

Registrada em Março 2020

-
-
949 m
646 m
0
2,3
4,6
9,22 km

Visualizado 33 vezes, baixado 5 vezes

perto de Carvalhal de Vermilhas, Viseu (Portugal)

Decidi seguir para Carvalhal de Vermilhas, para realizar o PR9 de Vouzela (Quercus Robur), ao chegar a esta povoação encontrei novas marcações e um novo troço com indicação de PR2 (este PR2 era o dos Loendros que começava em Cambarinho e terminava na Lapa da Meruje, nem sequer passava nesta aldeia de Carvalhal de Vermilhas), assim, decidi seguir as indicações para descobrir este novo PR de Vouzela.
Iniciei junto à Igreja de Carvalhal de Vermilhas e segui no sentido contrário aos ponteiros do relógio, primeiro pelo centro da aldeia de seguida deixamos a aldeia e descemos na direção do Rio Couto, por entre um bosque de carvalhos, ao chegar a este Rio atravessamos o pontão e viramos à esquerda para iniciar a subida na direção da aldeia do Couto, nesta aldeia chegamos ao antigo troço do PR2, passamos junto ao albergue de Santiago e chegamos à estrada de alcatrão, junto à Capela local, neste local seguimos por um trilho junto à capela e subimos para a estrada de ligação à Abelheira, esta parte do troço requer limpeza, tem bastante mato que dificulta a progressão, ao chegar à estrada subimos para a aldeia da Abelheira, este troço é agora o antigo caminho do PR2, passa na aldeia e junto ao chafariz, vira-se à esquerda e segue na direção da Lapa da Meruje, o caminho primeiro desce-se até a uma linha de água, para depois iniciar uma subida ligeira até encontrarmos a estrada de alcatrão que liga Carvalhal de Vermilhas à Lapa da Meruje.
É neste local que se encontra a placa indicativa com indicação à direita para a Lapa e à esquerda para a aldeia de Carvalhal de Vermilhas, virei à esquerda na direção da aldeia e, ora pela estrada, outras vezes por caminho de montanha paralelo à estrada, lá chegamos à aldeia onde iniciamos este novo traçado que ainda não se encontra totalmente sinalizado.
É um percurso fácil, parte dele era o antigo PR2 de Vouzela, infelizmente toda esta zona foi muito degradada pelo incêndio de 2017.
foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

foto

Foto

Comentários

    Você pode ou esta trilha