Horas  4 horas 51 minutos

Coordenadas 2556

Uploaded 9 de Março de 2016

Recorded Março 2016

-
-
1.118 m
961 m
0
8,8
18
35,15 km

Visualizado 1040 vezes, baixado 87 vezes

próximo a Carrancas, Minas Gerais (Brazil)

O complexo da Zilda é possivelmente o mais badalado da região, visto que a quantidade atividades no local é grande.

Saindo do centro de Carrancas são 12 km em estrada de terra, a sinalização é boa e te deixa dentro do parque. Depois, se vira... A última placa mostra quais são os atrativos e então você está por sua conta para achar o caminho. Ao contrário do complexo da Esmeralda, aqui não tem nenhuma placa mostrando pra onde você deve ir.

O complexo é dividido em 3 partes:

- Lado Esquerdo: siga pela rua de terra até o final e encontrará a Cachoeira do Índio. Atravesse o rio pela parte menor (e cuidado com as pedras) e entre na trilha que corta a mata. Siga o rio que estará a sua esquerda e chegará na Cachoeira da Zilda. Para acessar a cachoeira na parte baixa, que é onde tem uma prainha legal de nadar, É possível ir pelas pedras, ao lado direito, ou atravessar o rio e ir pelo lado esquerdo. Escolhemos o esquerdo, e se você fizer o mesmo, cuidado para atravessar ás águas. A correnteza é mediana, mas as pedras são muito lisas, então, devagar e cuidado onde pisa. Chegando lá, você pode seguir pelo rio a esquerda (é raso e não tem pedras nesta parte) e acessar mais uma queda que forma o Poço da Proa. Aí é só pra ver mesmo, pois não dá pra nadar.

- Lado Direito: Aqui não tem erro. O caminho curto e bem visível leva ao Escorregador e ao Poço do Escorregador. Além de formar uma piscina bem bonita, o escorregador proporciona bastante diversão. Parece que a natureza fez aquela pedra exatamente para este fim. Como este atrativo fica em propriedade particular, pagamos R$ 3,00 para entrar.

- Meio: Aqui ficam a Racha da Zilda, Poço Guatambú e Poço Sonrisal (segundo relatos, o lugar de mais difícil acesso, porém o mais bacana da região). Também fica em propriedade particular. Estava fechado... chamamos várias vezes. Até tinha um carro na garagem, mas se tinha alguém dentro da casa, não quis atender... Uma pena, pois sabendo dos desafios do local, estávamos dispostos a pagar um guia pra nos levar... Perdemos uma parte do passeio, e alguém perdeu $$...

Enfim, o lugar é bacana. Reserve um dia todo para visitar este complexo. Mesmo não indo a todos os atrativos, nós chegamos lá por volta das 10:00 e só saímos depois das 14:00.

O trajeto termina no restaurante da Toca, onde o rango é prato cheio, bom e barato.
Chegada
Cachoeira dos Índios
Cachoeira Zilda
Pinturas Rupestres "Milenares"
Supostamente entrada pra Racha da Zilda
Entrada do Escorregador
Escorregador
Poço do Escorregador

1 comment

You can or this trail