Tempo em movimento  5 horas 41 minutos

Horas  9 horas 50 minutos

Coordenadas 3066

Uploaded 22 de Abril de 2019

Recorded Abril 2019

-
-
1.664 m
1.326 m
0
4,3
8,5
17,06 km

Visualizado 30 vezes, baixado 1 vezes

próximo a Saltinho, Santa Catarina (Brazil)

O segundo dia já foi mais punk, tanto pelo quanto andamos, e também pela dificuldade do terreno. Objetivo do dia era chegar até a Grande Cachoeira do Rio Canoas, voltar e subir até o Morro da Boa Vista para acampar.

Armamos as cargueiras e deixamos elas escondidas na mata e começamos indo em direção a Grande Cachoeira do Rio Canoas. O caminho de ida até a parte de cima da cachoeira foi bem tranquilo. Optamos por descer até a parte de baixo e tomar um banho na cachoeira, porém o mato estava muito alto. As trilhas existentes se misturam com as milhares de trilhas que o gado abre no local, você anda descendo em zigue-zague o tempo todo, e quando percebe já não esta em trilha alguma. Como a mata estava alta, optamos por voltar e deixar para descer lá numa próxima oportunidade (a cachoeira é linda e tem um poço pra banho maravilhoso também). Essa decida é muito técnica, e eu classificaria ela como muito difícil.

Na volta da cachoeira, optamos por seguir uma trilha no Wikilock. Por azar nosso, grande parte do caminho foi pela parte baixa, que é um alagado total. O tempo todo andando por cima de turfas e outros matos para não afundar no alagado. Achamos este terreno muito cansativo de andar, sem os bastões de caminhada deve ser muito pior. A caminhada foi demorada e cansativa. Conseguimos voltar até a cachoeirinha próximo de onde acampamos, descansamos, pegamos as cargueiras e seguimos viagem.

Tínhamos algumas opções de caminho para seguir até o Morro da Boa Vista, ou subíamos o morro que forma parte do vale, ou contornaríamos pelas encostas até chegar lá. Escolhemos contorná-lo pela direita. Novamente, uma caminhada bem cansativa pelo terreno alagado. Ao longo de todo o percurso, mesmo em partes altas nos morros, a maior parte do tempo era um terreno irregular. Com a cargueira, tudo fica mais difícil. A maior preocupação foi: temos que achar uma área de camping... porém não achávamos lugar algum para isso. Ou o terreno era irregular, ou estava enxarcado. Por sorte, encontramos um único ponto possível de armar barraca (parecia um local que era utilizado para alimentar o gado). Por sinal, um local muito bom de acampar.

Comentários

    You can or this trail