Baixar

Distância

23,31 km

Desnível positivo

175 m

Dificuldade técnica

Moderada

Desnível negativo

550 m

Elevação máx

553 m

Trailrank

55

Elevação min

128 m

Tipo de trilha

Mão Única

Tempo em movimento

5 horas 7 minutos

Hora

6 horas 13 minutos

Coordenadas

4045

Enviada em

31 de maio de 2018

Registrada em

maio 2018
Seja o primeiro a aplaudir
Compartilhar
-
-
553 m
128 m
23,31 km

Visualizado 426 vezes, baixado 47 vezes

perto de Junquera de Ambía, Galicia (España)

7h e pés ao caminho!... A etapa não era longa (24 Kms) tão pouco difícil já que muito a descer e pouco a subir. O pior que tinha era ser maioritariamente em asfalto. O ponto de maior interesse seria a Igreja do Mosteiro de Santa Maria La Real de Xunqueira de Ambría. Data o Mosteiro do século VIII sendo a Igreja do séc XII e a torre sineira, belíssima em estilo barroco, do século XVI. Também o belo cruzeiro junto à igreja nos chamou a atenção. Ainda um monumento dedicado a Camilo Perez de Castro, filho da terra ao que parece, nada mais me foi dado saber. Interessante são depois as indicações do "Camino": obras artisticamente feitas em pedra sempre com o bastão, a vieira e a cabaça, por vezes apenas alguns deles e, por vezes com a imagem do Santo estilizada. Estas mascas vão aparecendo ao longo do Caminho Mozárabe. Além apenas o verde primaveril de campos e colinas nos enchem o olhar, não se pode dizer que é um caminho bonito.
Seria pois uma etapa sem estória não fora o "tralho" dado por um elemento do grupo que se "estendeu ao comprido" no meio da estrada e se esbardalhou.
Atenção futuros peregrinos, um conselho: tende muito cuidado com os passeios ao lado da estrada nesta zona do caminho. Não sei porquê mas existem umas meia-luas rebaixadas que são um perigo. Além disso os lancis são inclinados, pelo que é fácil acontecer uma esbarradela.
Comprovou-se que também aqui há gente simpática. Um senhor parou de imediato, prontificou-se para levar o elemento acidentado até à farmácia mais próxima onde lhe trataram as feridas gratuitamente. Bem hajam nuestros hermanos!
Estamos agora no Albergue do Convento de São Francisco em Ourense. Um aproveitamento de uma ala do convento com uma estrutura moderna no interior, boas camas, bons balneários mas equipamento de cozinha resumido a placa elétrica, frigorífico, microondas e lavalouça. Nem um prato, talher ou copo. Que tolice, quem pensa cozinhar com tantos restaurantes por perto?... Nós, porque (e só por isso) andamos no Caminho há 13 dias.
Aproveitei para visitar o casco histórico da cidade, que não conhecia. Fiquei positivamente motivado para uma visita mais alargada que não condicionada pelo levantar cedo e caminhar com 10 Kg às costas no dia seguinte. A catedral, as termas e todos os monumentos históricos merecem isso.
Local religioso

Mosteiro de Santa Maria la Real

Foto

Indicações artísticas dão a direção do Camino Mozárabe

Foto

Passando sob um Cerquinho, quem diria?

Local religioso

Igreja de 'A Pousa'

Foto

Muito asfalto na etapa

Foto

Pequeno Pueblo ao longe

Foto

Mais asfalto mas ladeado de 'Maias' floridas

Foto

Casas floridas alegram este 'camino'

Foto

Um forno à antiga

Foto

Túnel na OU-0102 sob a linha férrea

Foto

Alguma indústria química no caminho

Foto

Um cruzeiro, umas alminhas e mais uma indicação artística do camino mozárabe

Foto

Caminho bem sinalizado

Foto

Se alguém se perder não culpem a falta de sinalização

Foto

Num dos poucos troços de terra

Foto

Seixalbo - Um pueblo interessante

Foto

Parroquia de San Breixo

Foto

Um cruzeiro moderno em propriedade privada

Comentários

    Você pode ou esta trilha