Horas  4 horas 22 minutos

Coordenadas 2433

Uploaded 15 de Junho de 2018

Recorded Outubro 2017

-
-
274 m
124 m
0
3,6
7,1
14,21 km

Visualizado 328 vezes, baixado 32 vezes

próximo a Lestedo, Galicia (España)

O pequeno almoço soube muito bem, saímos alegres e bem dispostos para o frio às 6:15 da manhã, sem saber ainda o que nos esperava.
O frio era muito, mas também era muita a humidade, pairava no ar gélido e sem vento uma miríade infinita de gotículas de água que se depositavam como geada sobre as plantas em redor de nós. De todas as luzes da rua pendiam densos cones de luz que começavam como um pontinho junto de cada lâmpada e alargavam até desenhar um grande círculo ao tocar no solo.
A camada de humidade pairava a muito baixa altitude, pelo que o céu... esse permanecia perfeitamente visível, as estrelas cintilando gloriosas. Mesmo tendo alguma pressa de chegar ao destino, não resistimos, foram dezenas as fotos e vídeos, em particular do curioso fenómeno que a minha lanterna Petzl Reactik Plus provocava: o intenso fluxo luminoso provocava uma reacção electrostática e térmica nas gotículas, obrigando-as a uma dança frenética diante de nós enquanto caminhávamos.

Para além da beleza do frio amanhecer, o percurso não teve grande história. Já perto de Aldrei fomos brindados com belas perspectivas sobre o Pico Sacro, a sua silhueta recortando-se contra o laranja do céu da alvorada, e mais adiante passamos num bonito recanto, onde se encontra a Ermida de Santa Lúcia.
Depois chegamos ao Os Cruces, ansiosos pelo nosso habitual reforço alimentar - o bar abria no preciso momento em que chegamos. Desta vez foi a receita tradicional dos peregrinos em Espanha, para encerrar este CPI: cafe con leche e tostada e... selo!
Mais adiante, depois de cruzar a AP-9, passamos sobre a linha férrea, no local exacto onde se deu o acidente de 2013, e onde diversas e comoventes mensagens recordam as vidas estupidamente perdidas.

Finalmente entramos no Obradoiro, depois de passar a correr os arruamentos de Santiago, como sempre acontece.
A enorme felicidade da chegada, as fotos... a troca de felicitações com outros peregrinos... e fomos deixar as mochilas no alojamento que tínhamos reservado, ali a uns metros.
Depois foram 50 minutos de espera na fila para passar a segurança de acesso à Catedral. Valeu a pena, claro, ainda mais por ser uma Missa do Peregrino muito especial. Além de estarmos na Casa de Santiago, Padroeiro da Espanha, era uma ocasião solene com muitos celebrantes de várias procedências, pois o 12 de Outubro é feriado nacional, dia da chegada de Colombo à América em 1492. É também o dia dedicado à Señora del Pilar, padroeira da Hispanidade, e cujo andor ocupava um lugar de destaque na missa.
A aparição da Virgem Maria (ainda em vida carnal) a S. Tiago em Saragoça é afinal uma história que une dois dos mais importantes personagens da vida de Cristo, liga duas cidades diametralmente opostas em Espanha, liga toda a comunidade hispânica no mundo. A Catedral de Santiago, um dos maiores destinos de romagem do mundo Cristão, e a Basílica de Nuestra Senora del Pilar, provavelmente o primeiro templo Mariano da História.

Foi muita a emoção, tivemos que nos ir acalmar. Como sempre na Bodeguilla de San Roque.
E depois... uma hora na fila da Oficina do Peregrino para obter a Compostela.

-*-*-
Espero que este relato e registo gps de todo o CPI seja útil a futuros Peregrinos. Na minha opinião, é dos mais bonitos caminhos com partida no território Português. Não hesitem.
-*-*-

O CPI

O Caminho Português do Interior é um dos trajectos utilizados pelos peregrinos Portugueses para chegar a Santiago de Compostela. Por ele seguiam os que partiam da zona Centro, em redor de Viseu, e, claro, todos aqueles que viviam no eixo Viseu > Chaves. Também de Coimbra alguns seguiam por esta via, quando queriam evitar o Caminho Central que seguia via Porto > Valença, ou pretendiam juntar-se a outros grupos que partiam do interior.
Os peregrinos da Via da Prata, que segue de Sevilha até Astorga, onde se junta ao grande Caminho Francês, na maior parte das vezes deixavam a via da Prata em Granja de Moreruela onde tomavam a Via Sanabresa; outros saiam antes, em Zamora, entravam em Portugal por Quintanilha e saiam por Vinhais, atingindo depois Verin. Em qualquer caso todos acabavam por se juntar e nomeadamente a partir de Ourense todos seguem o mesmo trajecto até ao Campo de Estrelas - os do Caminho Interior Português e os da Via da Prata.
Foi um dos mais bonitos dos muitos caminhos que já fiz até Santiago, sobretudo na metade portuguesa do percurso. O Outono é mesmo a altura ideal para o fazer, com os dias mais curtos, as temperaturas amenas, os céus calmos. E a paisagem é espectacular, começando logo com os marmeleiros carregados, salpicando de amarelo toda a paisagem em torno de Viseu, o colorido feérico das vinhas que nos acompanha desde Reconcos, próximo de Lamego, até Vila Real, ou a beleza dos castanheiros e carvalhos vestindo-se de tons outonais até Chaves. E a abundância não tem limites: comemos toneladas de marmelos, maçãs, nozes (muitas nozes!), castanhas, amoras (serôdias!), pêras, uvas, medronhos...
.
Aqui ficam os links para os registos de cada uma das etapas:
Track Integral 457 km agregador das 21 etapas
Etapa 01 15.82 km Farminhão - Fontelo
Etapa 02 17.79 Km Fontelo - Almargem
Etapa 03 24.56 Km Almargem - Ribolhos
Etapa 04 23.90 Km Ribolhos - Aldeia do Codeçal
Etapa 05 21.02 Km Aldeia do Codeçal - Lamego
Etapa 06 21.06 Km Lamego - Santa Marta de Penaguião
Etapa 07 19.68 Km Santa Marta de Penaguião - Vila Real
Etapa 08 27.50 Km Vila Real - Parada de Aguiar
Etapa 09 23.76 Km Parada de Aguiar - Vidago
Etapa 10 18.99 Km Vidago - Chaves
Etapa 11 29.93 Km Chaves - Verín
Etapa 12 21.39 Km Verín - Viladerrei
Etapa 13 24.48 Km Viladerrei - Sandiás
Etapa 14 14.01 Km Sandiás - Allariz
Etapa 15 24.05 Km Allariz - Ourense
Etapa 16 23.98 Km Ourense - Cea
Etapa 17 21.40 Km Cea - Castro Dozón por Oseira
Etapa 18 25.38 Km Castro Dozón - Lalín - A Laxe
Etapa 19 18.04 Km A Laxe - Bandeira
Etapa 20 25.19 Km Bandeira - Pico Sacro - Lestedo
Etapa 21 14.21 Km Lestedo - Santiago de Compostela
.
Mapa geral da Peregrinação:
.
;
.
< - - >
Inscrição referente à lenda dos touros bravos que Atanásio e Teodoro amansaram.

2 comentários

  • red sandstone 12/mai/2019

    hola
    he leido todas las etapas y la verdad es que me he disfrutado de su lectura, los waypoint son de mucha ayuda, espero realizar la ruta este verano.
    un saludo desde cadiz-españa.

  • Foto de papaleguas

    papaleguas 13/mai/2019

    Olá, red sandstone, muito obrigado pela apreciação.
    Para mim é o Caminho mais bonito que parte de terras portuguesas em direcção a Santiago. Mas atenção, de Verão a zona entre Lamego e Vila Real vai ser bem quente...
    Um abraço,

You can or this trail