Tempo em movimento  3 horas 9 minutos

Horas  4 horas 32 minutos

Coordenadas 1941

Uploaded 28 de Abril de 2019

Recorded Abril 2019

-
-
292 m
95 m
0
2,8
5,5
11,04 km

Visualizado 7 vezes, baixado 2 vezes

próximo a Vila Fria, Aveiro (Portugal)

Hoje foi dia de visitar a zona de Sever do Vouga para fazer o PR 2.3 - Cabreia e Minas do Braçal.

Distancia: 11.05 kms
Dificuldade: Fácil ( 3 em 7 )
Total plano/subida/descida: 5.135kms/2.562kms/2.782kms
Caminhos rurais, municipais e florestais
Sinalização/marcação: muito incompleta e por vezes inexistente. Locais existem que podem dar origem a confusão, pois o trilho 2.3 cruza-se com o 2.2, sem que haja explicação sobre tal nos locais.

Fizemos o percurso como indicado pelo folheto, ou seja,fomos a jusante do rio Mau, com partida do Parque de lazer do Braçal. Os primeiros 1.9 kms são feitos por estrada de alcatrão, praticamente sem movimento mas mesmo assim...alcatrão. Mesmo assim somos acompanhados pelo gorgolejar da água do rio e pelo chilreio das aves. Entramos depois num estradão estreito em terra que nos leva até ao Complexo Mineiro do Braçal/Malhada onde podemos ver as estruturas abandonadas há muitos anos, aquando da extracção de chumbo. As histórias que tais edifícios nos poderiam contar.

Continuamos por caminho de terra, até chegarmos ao Parque das Minas do Braçal. Algo de muito interessante e que nos faz adivinhar o quão bonito e bem tratado que era, com árvores e arbustos muito bonitos apesar do abandono e casas que no seu conjunto e com o ambiente verde à sua volta, devem ter sido local muito aprazível para se viver. Todo este empreendimento mineiro foi desativado em 1959!

A partir daqui, começamos a subir - viemos sempre a descer e em plano - para o que nos pareceu a parte mais monótona e desinteressante do percurso, percorrendo estradão e caminhos por meio de eucaliptos e a sol descoberto.

Por fim a descida para a Cascata da Cabreia e respectivo parque de lazer, com uma beleza muito própria e cativante. Bom sitio para descontrair após este trilho lúdico e fácil e para se merendar.

No final e apesar do troço menos interessante, uma boa e bem aproveitada manhã em contacto com a natureza de botas nos pés e mochila às costas.

Comentários

    You can or this trail