Baixar

Distância

25,95 km

Desnível positivo

898 m

Dificuldade técnica

Difícil

Desnível negativo

898 m

Elevação máx

573 m

Trailrank

44

Elevação min

200 m

Tipo de trilha

Circular
  • Foto de À DESCOBERTA DA CITÂNIA DE SANFINS (PAÇOS FERREIRA)
  • Foto de À DESCOBERTA DA CITÂNIA DE SANFINS (PAÇOS FERREIRA)
  • Foto de À DESCOBERTA DA CITÂNIA DE SANFINS (PAÇOS FERREIRA)
  • Foto de À DESCOBERTA DA CITÂNIA DE SANFINS (PAÇOS FERREIRA)
  • Foto de À DESCOBERTA DA CITÂNIA DE SANFINS (PAÇOS FERREIRA)
  • Foto de À DESCOBERTA DA CITÂNIA DE SANFINS (PAÇOS FERREIRA)

Hora

7 horas 41 minutos

Coordenadas

1999

Enviada em

23 de fevereiro de 2013

Registrada em

fevereiro 2013

Filtros Avançados

Filtre por mês ou data de registro. Encontre trilhas exclusivas de pessoas que você está seguindo.

Obtenha o Wikiloc Premium Atualização para remover Anúncios
Filtros Avançados Filtros Avançados
Compartilhar
-
-
573 m
200 m
25,95 km

Visualizado 4718 vezes, baixado 57 vezes

perto de Penamaior, Porto (Portugal)

Percurso circular, não sinalizado, classificado de difícil, pois para além da extensão (26 Kms), apresenta locais de difícil acesso e perigosos para pessoas pouco experientes. Tem início e fim no Monte de Pilar, junto ao Cristo Rei, na freguesia de Penamaior, local de extrema beleza, onde é possível observar uma deslumbrante panorâmica sobre a freguesia e sobre o concelho e ver, em dias límpidos, a Cidade do Porto, a Serra da Cabreira e a Serra do Marão.
Fica neste local, implantada sobre uma enorme penedia, a Capela de Nossa Senhora do Pilar. A devoção à Virgem do Pilar remonta pelo menos ao século XVIII.
Passando pela nascente do Rio Leça, no Monte de Santa Luzia, e mais tarde, perto de Valinhas, tivemos de atravessa-lo em local onde não existe ponte...
A Citânia de Sanfins, nas freguesias de Sanfins e Eiriz, está situada num planalto, numa posição cimeira que lhe conferia uma grande segurança face às invasões, é hoje um dos principais testemunhos da cultura castreja do noroeste peninsular.
Numa ampla plataforma, ocupando cerca de 18 hectares, as escavações efetuadas deixaram à descoberta uma centena e meia de habitações de planta circular e quadrangular, agrupados em cerca de 40 conjuntos de unidades familiares.
Entre os séculos II a.C. e o seu total abandono no séc. IV d.C., a Citânia de Sanfins desempenhou um papel de grande metrópole e de centro cultural de toda uma região. Hoje, a sua visita permite-nos uma autêntica lição de história, num local com uma visão panorâmica sobre toda a área do concelho, litoral Atlântico, os vales do Vizela e do Sousa, com as serranias distantes e envolventes da Cabreira, do Marão e do Alvão como pano de fundo.
O Castro do Monte Padrão ou antigo Castro do Monte Córdova é constituído por vestígios de um povoado fortificado que se situa num dos pontos mais elevados do Monte Padrão.
Mais info em: http://www.facebook.com/pages/Caminhantes/119100404885402?sk=photos_albums

1 comentário

Você pode ou esta trilha