Horas  8 horas 37 minutos

Coordenadas 1831

Uploaded 20 de Agosto de 2016

Recorded Agosto 2016

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.952 m
864 m
0
4,2
8,4
16,86 km

Visualizado 2879 vezes, baixado 112 vezes

próximo a Sotres, Asturias (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"
"El Anillo de Picos" é uma grande rota circular de nove dias pelos três maciços que compõem o Parque Nacional dos Picos da Europa.
Existem, oficialmente, três modalidades, a primeira delas, de dificuldade média, é conhecida como “El Anillo Vindio” que percorre o maciço Ocidental, a segunda, com dificuldade alta, “El Anillo Extrem” que percorre o maciço Ocidental e Central e por último, com dificuldade muito alta, “El Anillo Três Macizoz” que percorre os três maciços dos picos. A vantagem do Anillo é que não é obrigatório começar em nenhum sítio concreto, pode-se começar em qualquer ponto de acesso ao trilho e percorrer na direção que se preferir. Por recomendação dos próprios guardas dos refúgios é preferível começar pelo maciço ocidental ou pelo oriental, se se deseja fazer “El Anillo Três Macizos”, uma vez que ambos são tecnicamente mais suaves e perfeitos para se prepararem para a hora de fazer o maciço central, tecnicamente mais difícil e exigente!
Em 2015 fizemos o Anillo Vindio, este ano optamos por “criar” o nosso Anillo, fizemos o maciço oriental e central, percorrendo cerca de 90kms em cinco dias. Com início em Fuente Dé (El Cable) seguimos o traçado oficial do Anillo (no sentido contrário aos ponteiros do relógio), excepto na etapa que optamos por passar por Bulnes e Poncebos, fazendo a Ruta de Cares completa. Pernoita e/ou passagem nos refúgios Casetón de Andara (1725m), Tenerosa (1300m), Vega de Urriellu (1960m), Jou de Los Cabrones (2034m), Garganta Del Cares - hostal (183m), Collado Jermoso (2064m) e Cabaña Verónica (2325m). O Anillo dos Picos Oriental e Central tem tanto de exigente como de difícil, quer fisicamente, quer tecnicamente, mas recompensado por magníficas paisagens e experiências proporcionadas pelo ambiente de alta montanha.

1ª Etapa: Fuente Dé (El Cable) – Casetón de Andara
2ª Etapa: Casetón de Andara – Vega de Urriellu
3ª Etapa: Vega de Urriellu – Poncebos
4ª Etapa: Poncebos – Collado Jermoso
5ª Etapa: Collado Jermoso – El Cable (Fuente Dé)

Trilha completa: El Anillo de Picos en cinco etapas (Macizoz Oriental y Central)

2ª ETAPA: CASETÓN DE ANDARA – VEGA DE URRIELLU

Realização: 14 Agosto 2016
Pernoita: Refúgio Vega de Urriellu (1960m)
Percurso: Casetón de Andara - Collado Soles - Majada del Robro - Sotres - Invernales del Texu - Majada de La Robre - Cabanas de Canero - Collado Pandébano - Majada de La Tenerosa - Vega de Urriellu (Naranjo de Bulnes)

O maciço de Ándara estende-se de sudoeste a noroeste, dividindo-se em duas vertentes no ponto onde se encontra as maiores altitudes em volta do círculo de Ándara. O Rio Duje, a oeste, separa este maciço dos Urriellus e o Rio Deva, a este, marca o limite oriental dos Picos da Europa. Em seu interior encontram-se vários restos de explorações mineiras (minas de Mazarrasa, Evangelista, La Providencia…) atualmente abandonadas, ainda são visíveis os restos das construções associadas a esta atividade. O Refúgio de Montanha de Casetón de Àndara está anexo a uma antiga exploração mineira.
Saímos após o pequeno almoço, passando pela antiga exploração mineira para abastecer água, seguimos o caminho empedrado do PR-PNPE 28, deixando-o sensivelmente ao quilometro 1,8 para cortar à esquerda por um caminho de pé posto, por entre vegetação verdejante em direção ao Collado Soles. Continuamos por caminho de pé posto, agora numa descida um pouco mais acentuada até ao carreiro de terra batida em Majada del Robro, o qual seguimos em direção à pequena localidade de Sotres. Paramos no miradouro para apreciar a beleza do Vale de Vegas del Toro e continuamos, pouco depois estávamos em Sotres. Pequena mas agradável localidade onde aproveitamos para o reforço da manhã num dos muitos bares existentes. Depois de um bom descanso, atravessamos a localidade pela estrada alcatroada e sensivelmente a dois quilómetros cortamos à esquerda por caminho de terra em direção às Invernales del Texu. Local com fonte para abastecer as garrafas de água, bem precisa para ajudar a superar a longa subida… O percurso mantém-se pelo caminho de terra, passa pela Majada La Robre e quando está prestes a acabar deixamo-lo para seguir um caminho de pé posto em direção às Cabanas de Canero e Collado de Pandébano. Mantemos o trilho por caminho de pé posto, mas muito bem definido devido ao elevado número de pedestrianistas que o usam para os seus passeios até a Majada de La Tenerosa e Veja de Urriellu (Naranjo de Bulnes). Chegados à Majada de La Tenerosa paramos no seu refúgio para um merecido reforço e longo descanso… A partir daqui seguimos o caminho empedrado com magnificas panorâmicas até Vega de Urriellu, local onde pernoitamos. O refúgio apesar de ser bastante grande para um abrigo de montanha é muito procurado por trekkers e escaladores, oferece boas condições de alojamento e de alimentação.

5 comentários

  • Foto de fernandapacheco

    fernandapacheco 22/ago/2016

    I have followed this trail  View more

    A localidade de Sotres é muito agradável. Etapa com magnificas panorâmicas até Vega de Urriellu.

  • PicosAlpinos 22/ago/2016

    Excelente descrição de um trilho que nos deixa um desejo enorme de ir e apreciar. Muito bom trabalho mais uma vez.
    Obrigado pela partilha.

  • DiogoHiker 4/nov/2017

    Obrigado pela partilha

  • Zesty Finn 27/mar/2019

    I have followed this trail  View more

    v useful

  • Foto de Caminhantes

    Caminhantes 27/mar/2019

    Thank you for your comment and review

You can or this trail