Horas  8 horas 15 minutos

Coordenadas 2127

Uploaded 18 de Agosto de 2016

Recorded Agosto 2016

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
2.143 m
1.011 m
0
4,9
9,8
19,62 km

Visualizado 3482 vezes, baixado 127 vezes

próximo a Fuente Dé, Cantabria (España)

FOTOS DESTA E DE OUTRAS TRILHAS EM ”CAMINHANTES"
"El Anillo de Picos" é uma grande rota circular de nove dias pelos três maciços que compõem o Parque Nacional dos Picos da Europa.
Existem, oficialmente, três modalidades, a primeira delas, de dificuldade média, é conhecida como “El Anillo Vindio” que percorre o maciço Ocidental, a segunda, com dificuldade alta, “El Anillo Extrem” que percorre o maciço Ocidental e Central e por último, com dificuldade muito alta, “El Anillo Três Macizoz” que percorre os três maciços dos picos. A vantagem do Anillo é que não é obrigatório começar em nenhum sítio concreto, pode-se começar em qualquer ponto de acesso ao trilho e percorrer na direção que se preferir. Por recomendação dos próprios guardas dos refúgios é preferível começar pelo maciço ocidental ou pelo oriental, se se deseja fazer “El Anillo Três Macizos”, uma vez que ambos são tecnicamente mais suaves e perfeitos para se prepararem para a hora de fazer o maciço central, tecnicamente mais difícil e exigente!
Em 2015 fizemos o Anillo Vindio, este ano optamos por “criar” o nosso Anillo, fizemos o maciço oriental e central, percorrendo cerca de 90kms em cinco dias. Com início em Fuente Dé (El Cable) seguimos o traçado oficial do Anillo (no sentido contrário aos ponteiros do relógio), excepto na etapa que optamos por passar por Bulnes e Poncebos, fazendo a Ruta de Cares completa. Pernoita e/ou passagem nos refúgios Casetón de Andara (1725m), Tenerosa (1300m), Vega de Urriellu (1960m), Jou de Los Cabrones (2034m), Garganta Del Cares - hostal (183m), Collado Jermoso (2064m) e Cabaña Verónica (2325m). O Anillo dos Picos Oriental e Central tem tanto de exigente como de difícil, quer fisicamente, quer tecnicamente, mas recompensado por magníficas paisagens e experiências proporcionadas pelo ambiente de alta montanha.

1ª Etapa: Fuente Dé (El Cable) – Casetón de Andara
2ª Etapa: Casetón de Andara – Vega de Urriellu
3ª Etapa: Vega de Urriellu – Poncebos
4ª Etapa: Poncebos – Collado Jermoso
5ª Etapa: Collado Jermoso – El Cable (Fuente Dé)

Trilha completa: El Anillo de Picos en cinco etapas (Macizoz Oriental y Central)

1ª ETAPA: FUENTE DÉ (EL CABLE) – CASETÓN DE ANDARA

Realização: 13 Agosto 2016
Entrada: Por Liébana (Fuente Dé)
Pernoita: Refúgio Casetón de Andara (1725m)
Percurso: El Cable - Hotel Áliva - Vegas del Toro - Canal de Jidiellu - Collado Valdominguero - Casetón de Andara

Como habitualmente, quando vamos aos picos, optamos por sair de véspera, ao início da tarde e pernoitar em Mansilla de Las Mulas no Albergue de Peregrinos “El Jardín del Camiño”. No dia seguinte percorremos a distância que nos faltava até Fuente Dé, chegamos por volta das 10 horas locais. Local muito procurado, inicio de fim de semana prolongado, tivemos de aguardar mais de duas horas para subir no teleférico… Já passavam das 13 horas quando iniciamos o percurso em El Cable. Seguimos o caminho empedrado bem definido e muito concorrido pelos turistas em direção ao Hotel de Áliva, passamos junto ao Chalet Real, e pouco depois estávamos no Hotel Áliva, local para um pequeno reforço. Seguimos por um agradável caminho que variava entre terra e cascalho até Vegas del Toro, conjunto de casas em ruínas, onde existe uma fonte para abastecer as garrafas de água para a íngreme subida que nos esperava pelo Canal de Jidiellu. Passando as casas, deixamos o caminho e cortando à direita iniciamos a difícil e exigente subida, quer pelo desnível quer pelo calor que se fazia sentir nesse dia. A parte final é bastante exposta e exige técnica de escalada para ultrapassar o último bloco de pedra que nos separa do Collado Valdominguero, local que aproveitamos para recuperar forças. A partir daqui voltamos a ter um caminho acessível e agradável de fazer até ao refúgio de Casetón de Andara. O refúgio é pequeno, mas muito agradável graças à simpatia dos guardas Kike e Rafa.

4 comentários

  • Foto de fernandapacheco

    fernandapacheco 22/ago/2016

    I have followed this trail  View more

    Ascensão pelo Canal de Jidiellu muito difícil devido ao calor que se fazia sentir, zona muito exposta. Paisagens magnificas.

  • PicosAlpinos 22/ago/2016

    Excelente descrição de um trilho que nos deixa um desejo enorme de ir e apreciar. Muito bom trabalho mais uma vez.
    Obrigado pela partilha.

  • Foto de Helena Carvalho

    Helena Carvalho 22/ago/2016

    Sem dúvida! Nunca se esquece!... 😉

  • DiogoHiker 4/nov/2017

    Obrigado pela partilha

You can or this trail