-
-
1.602 m
56 m
0
91
181
362,01 km

Visualizado 3485 vezes, baixado 269 vezes

próximo a Monte da Francisquinha, Portalegre (Portugal)

Passeio com inicio em Nisa passando por Serra da Malcata e Serra da Estrela. Parte do track é o utilizado no Transportugal

12 comentários

  • Foto de Nélio Nunes

    Nélio Nunes 24/mai/2014

    Excelente foto ;) https://pt.wikiloc.com/trilhas-off-road/serra-da-malcata-e-serra-da-estrela-6905234/photo-3879328

  • Foto de Out There Overland

    Out There Overland 24/mai/2014

    :) obrigado, finalmente comprei uma maquina melhor e estou satisfeito com o resultado. https://pt.wikiloc.com/trilhas-off-road/serra-da-malcata-e-serra-da-estrela-6905234/photo-3879328

  • Foto de arriscaete

    arriscaete 26/jan/2015

    Você pode alternar facilmente de Serra da Penha Garcia para Malcata ? . Obrigado

  • Foto de Out There Overland

    Out There Overland 27/jan/2015

    Olá,

    Este track não é complicado. Apenas atenção entre km 158 e km164. Há algumas cancelas que necessitam ser abertas.

    Fotos em;
    https://rs70.wordpress.com/category/viagens-2014/v-velha-de-rodao-unhais-da-serra/

  • Foto de MarcosAntonio

    MarcosAntonio 9/mar/2016

    Boas,
    Passeio extraordinariamente interessante e ainda companhado de fotos!! Estamos a pensar mesmo em fazê-lo na Páscoa pois também arrancamos de Portalegre. Ora, a parte das cancelas, há mesmo que atravessar propriedades privadas? Ou é tudo por caminhos públicos? Já agora, para a Serra da Malcata e da Estrela, solicitou-se alguma permissão do parque ou do ICNF?
    Muito obrigado.

  • Foto de Out There Overland

    Out There Overland 9/mar/2016

    Boa noite Marcos.
    Antes de mais muito obrigado pelo seu elogio. Desejo antes de mais que desfrutem ao máximo deste passeio e em total segurança. Relativamente a cancelas, SEMPRE que as mesmas referem que pertencem a propriedades privadas, sempre que têm cadeados ou que possuam qualquer informação que limite a passagem, nós procuramos alternativas. No que concerne a licenças, como geralmente vamos a solo e não estamos envolvidos em qualquer "actividade" organizada, limita-mo-nos a usufruir dos caminhos públicos que tanto quanto sei não é exigida qualquer licença. Sempre em total respeito pela natureza, nunca saindo dos caminhos. Quando viajamos o nosso mote é que devemos deixar tudo como se nunca la tivéssemos estado.
    Espero que se divirtam e terei o maior prazer em posteriormente ver como tudo correu,
    Abraço

  • ToniTurbo 23/nov/2016

    Boa noite.
    Em primeiro lugar, obrigado pela partilha.
    Estou a analisar o seu percurso o qual gostaria muito de vir a fazer na Primavera, e que me parece muito lindo.
    Por favor esclareça-me um dúvida se possível; Quanto tempo lhe demorou o percurso?
    Caso tenham sido pelo menos dois, qual o local de estadia?

    Um abraço e mais uma vez obrigado.

    A. Nunes

  • Foto de Out There Overland

    Out There Overland 13/dez/2016

    Boa Noite Nunes,

    O percurso foi realizado em três dias, tendo pernoitado em Castelo Branco e no Sabugal. Mas penso que pode ser feito em dois dias, moro em Lisboa e no primeiro dia já sai um pouco tarde.

    Penso que é um percurso lindíssimo para se fazer na primavera.

    Aproveito e deixo um link com alguma descrição do percurso e com algumas fotos

    https://rs70.wordpress.com/category/viagens-2014/v-velha-de-rodao-unhais-da-serra

    Aproveite bem.

    Abraço

  • ToniTurbo 14/dez/2016

    Boa noite Ricardo,

    Muito obrigado pela sua amável resposta.

    Parabéns pelo seu Blog. Tem reportagens com fotos lindíssimas.
    É também para mim uma actividade apaixonante. TT turístico e fotografia.

    Uma vez mais obrigado pela partilhas.

    Um abraço,

    A. Nunes

  • Foto de MarceloPA

    MarceloPA 20/fev/2019

    Fiz este percurso de 14Fev19 a 17Fev19.
    Desde Nisa até Castelo Branco, o caminhi está em bom estado, boas paisagens, de salientar um ponto que tem um parte de merendas, e uma vista lindíssima já perto da "celtejo".
    De Castelo Branco segui para a Serra da Malcata.
    Aqui começaram as cancelas, onde algumas já tem grandes correntes e cadeados, olhando o mapa e fazendo mais uns quilómetros, supera-se.
    Perto da barragem, onde se corta à direita, em Penha Garcia, o caminho está inacessível, combros altos de silvas (maiores que o jipe), voltei atrás e o track cruza-se com a estrada mais a frente.
    Já na Serra da Malcata

  • Foto de MarceloPA

    MarceloPA 20/fev/2019

    Continuação *

    Já na Serra da Malcata, o caminho está péssimo, muito pouco cuidado, inclusive tive de fechar os espelhos para passar entre pinheiros, durante uns Km, enquanto que 2 metros ao lado, separado por um combro encontrava-se a parte espanhola, super bem cuidada, num ponto "passei-me para lá " e depois voltei ao track mais a frente para fugir à vegetação pela altura do capot e árvores laterais que teimavam em fechar o caminho.

    Acabei por ficar em Rapoula do Côa, perto do sabugal (magnificas terras)

    a parte mais bonita, entre Sabugal e A Serra da Estrela, passando pela Guarda claro, subir o Vale glaciar, as "florestas encantadas" vistas de rios riachos e cascatas!

    Aproveitem!

  • Foto de Out There Overland

    Out There Overland 20/fev/2019

    MarceloPA, muito obrigado pelo teu feedback!!! O track já tem uns bons anos e infelizmente no nosso pais o que naturalmente se vai deteriorando, as autoridades competentes nada fazem para contrariar essa tendencia natural. O teu relato é ainda mais impressionante se levarmos em conta as tão badaladas medidas implementadas pelo governo relativamente à limpeza de caminhos e acessos. Muito triste! Relativamente à realidade que referes quando se atravessa a fronteira, não há uma única vez que passe para Espanha (e vou várias vezes para Espanha) que não chegue a essa mesma conclusão. Nem é necessário qualquer tabuleta a dizer que já estou em Espanha, só pelo estado de conservação percebo imediatamente que já não estou em Portugal. Como dizia o anuncio.... Há uma linha que separa... neste caso, a competência, do laxismo e do deixa andar. Espero que o santuário que é a Serra da Malcata, nunca tenha a infelicidade de ter a tragédia que ocorreu em Pedrogão, porque pelo teu relato... os resultados serão muito idênticos. Mais uma vez muito obrigado pela tua partilha! Ricardo Santos

You can or this trail