• Foto de Rota das Minas de Ouro e Volfrâmio
  • Foto de Rota das Minas de Ouro e Volfrâmio
  • Foto de Rota das Minas de Ouro e Volfrâmio
  • Foto de Rota das Minas de Ouro e Volfrâmio
  • Foto de Rota das Minas de Ouro e Volfrâmio
  • Foto de Rota das Minas de Ouro e Volfrâmio

Horas  5 horas 34 minutos

Coordenadas 3272

Uploaded 9 de Fevereiro de 2013

Recorded Fevereiro 2013

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.111 m
149 m
0
15
31
61,96 km

Visualizado 7458 vezes, baixado 257 vezes

próximo a Cabo do Soito, Coimbra (Portugal)

O Património Industrial dos anos 30 do século passado, encontra-se em “desconstrução” absoluta, nomeadamente as Antigas Minas da Serra da Lousã, cuja concessão passa nessa altura da sociedade Minas da Serra da Lousã, Limitada (Irmãos Cardoso Pinto), para a CUF (Companhia União Fabril), que as explorou entre 1938-39 e o ano de 1952.
De acordo com os registos de pessoal que tralhava na mina os registos mostram que o pessoal variava de acordo com a procura e que os registos do período 1943 a 1950, mostram um efectivo variando entre os 83 e os 115 trabalhadores. Os operários de fundo da mina eram cerca de 40% e o restante 60% pessoal de superfície. Nos registos de produção os valores mostram que para o ano de 1952, totalizavam 46598 gramas de ouro e 169714 gramas de prata.
Em 1952 as Minas encerraram a sua exploração e assim permanece até hoje.
Durante a II Grande Guerra Mundial, Então o volfrâmio ou tungsténio era uma forte moeda de troca e foi durante muitos anos uma fonte de rendimento de muitas famílias. Em tempos a RTP, exibiu uma série sobre o interesse do volfrâmio e do tungsténio das guerras que isso gerou nos meios rurais.
As Antigas Minas de Ouro da CUF são um desses exemplos, em que “na altura da miséria absoluta, andavam os povos serra acima, serra abaixo à procura do Ouro Negro”. Ainda hoje se ouvem muitos relatos de pessoas que escavavam as serranias à cata do volfrâmio e a fugir das autoridades, já, que era proibido pelo regime de então.
Hoje este Património de Arqueologia Industrial, está ao abandono total, não deixando por isso de ser um óptimo local a visitar. A exploração, parece que foi abandonada de repente e alguns dos edifícios encontram-se tal como foram deixados.

Embora a aldeia já exista há vários séculos, a sua maior expansão deu-se durante os inícios e até ao meio do Século XX, havendo uma das maiores minas de volfrâmio na área. Estas minas ofereceram postos de trabalho até mais ou menos 1953, quando fecharam por causa da procura de volfrâmio ter entrada em queda. Existiam também minas privadas exploradas por individuais e minas de estanho mais encima no monte.

Bem perto na Cabreira, havia uma das maiores minas de volfrâmio na área, que promoveram o maior desenvolvimento da Aldeia, até meados do século passado. Estas minas ofereceram postos de trabalho até mais ou menos 1953, quando fecharam por causa da procura de volfrâmio ter entrada em queda. Existiam também minas privadas exploradas por individuais e minas de estanho mais encima no monte.
Lugar das Cabeçadas

6 comentários

  • Rui Arega 15/fev/2013

    Mais um excelente percurso, Obrigado Parola

    Abç

    Arega

  • Foto de LULO_Adventure

    LULO_Adventure 26/mar/2013

    .
    Hola compañeiro, el track va por pista ó carretera???

    Muito Obrigado por los Tracks!

  • Foto de ParolaGoncalves

    ParolaGoncalves 26/mar/2013

    Buenas.
    Siempre por pista florestal.
    Saludos

  • Jpat 6/mai/2013

    Boas,

    dá pra fazer bem de mota trail com pneus mistos (a fugir pro estrada)?

    Obrigado!!
    Joao

  • Foto de Francisco Silva

    Francisco Silva 12/jun/2014

    Rota realizada no passado fim de semana. Tenho a dizer que os acessos (trilhos) encontram-se muito degradados em algumas zonas (existência de muita vegetação), demonstrando que não são percorridos há muito tempo. Por outro lado, tem excelentes corta fogos que requerem alguma técnica, tornando-se um belo desafio para o condutor. Paisagisticamente, é muito bom!

    Obrigado pela partilha! https://pt.wikiloc.com/trilhas-off-road/rota-das-minas-de-ouro-e-volframio-3961537/photo-1885751

  • Foto de Francisco Silva

    Francisco Silva 14/jun/2014

    I have followed this trail  View more

    Corta fogos a exigirem alguma técnica. Também se verifica que alguns deles não passa "pessoal" a algum tempo, devido à enorme vegetação que os encobre. De resto, excelentes paisagens. Percurso para realizar num dia para ser tranquilo.
    Obrigado pela partilha!

You can or this trail