Horas  uma hora 33 minutos

Coordenadas 963

Uploaded 7 de Novembro de 2016

Recorded Novembro 2016

-
-
1.338 m
958 m
0
6,1
12
24,59 km

Visualizado 971 vezes, baixado 42 vezes

próximo a Milho Verde, Minas Gerais (Brazil)

Trajeto desde o centro de Milho Verde até a cachoeira Maria Bruna, nos arredores de Capivari. O primeiro trecho foi feito em veículo 4x4 e o trecho final a pé.

COMO CHEGAR:
Milho Verde é um povoado situado no alto da Serra do Espinhaço, o vilarejo pertence ao município de Serro e dista 24km da sede, acesso totalmente asfaltado. Outra cidade da região é Diamantina, o acesso mais curto por aqui é via Estrada Real, são 40km de estradas parcialmente asfaltadas.
Em relação a Belo Horizonte, Milho Verde está a 245km pelo caminho mais curto, com poucos trechos de terra; ou 340km, pelo caminho totalmente asfaltado.
Quaisquer dúvidas consulte a ferramenta "Get driving directions to this location", na coluna à direita da tela.

A ESTRADA/TRILHA:
A saída de Milho Verde é feita pela rodovia que dá acesso à Serro. Cerca de 3.7km após deixar a cidade, é preciso entrar à esquerda no trevo de acesso ao povoado de Capivari. São aproximadamente 11km por estradas de terra em boas condições até o povoado, trecho acessível por qualquer tipo de veículo.
Chegando ao povoado, é preciso tomar a mesma saída para a cachoeira Tempo Perdido, entrando à esquerda numa estrada vicinal. Após a passagem pela ponte sobre o Ribeirão Capivari, começa uma subida de serra, trecho estreito e irregular que merece atenção.
Quase no final da subida é preciso entrar à direita, seguindo as placas indicativas para o Pico do Itambé.
Neste trecho a estrada apresenta alguns pontos arenosos, mas nada que prejudique a passagem de veículos de passeio. A estradinha embrenha num trecho de mata e desemboca em uma tronqueira.
Adiante há uma ponte recém construída e, logo depois, é o ponto onde deixamos o carro estacionado, em uma das poucas sombras. Salvo engano, o local onde a trilha se inicia é conhecido por Poço Preto.

A estrada continua no rumo nordeste, subindo uma das encostas do Pico do Itambé, mas o roteiro agora é por trilhas sujas até a cachoeira Maria Bruna. Iniciamos por um ligeiro aclive, entre campos rupestres e áreas de capoeira, onde a trilha está bem demarcada. Após uma tronqueira tomamos uma trilha menos consolidada que seguia à esquerda, passando por uma área de capoeira, onde possivelmente ocorre a criação de animais.
Em ligeiro declive passamos por um trecho confuso, de capoeira alta. Continuamos no rastro de uma trilha suja e, mais abaixo, cruzamos um córrego, com pouquíssima água. Do outro lado basta ir descendo pelos lajeados, andando paralelamente à mata ciliar, até desembocar no poço da cachoeira Maria Bruna.

Fomos em novembro, fim do período de seca. A vazão era pequena, mas ainda assim a queda era interessante. O poço da cachoeira circula, em meia lua, uma praia de cascalho. Grande parte do local é raso, somente os pontos mais próximos da cachoeira e do paredão apresentavam maior profundidade.

Desde de Milho Verde são aproximadamente 23km até o ponto de estacionamento. O restante, cerca de 1.3km, é percorrido a pé por "trilhas sujas", não consolidadas totalmente. O trecho final não apresenta muitas dificuldades para o visitante, portanto a dificuldade é baixa.

OBSERVAÇÕES:
> Cachoeira inserida na APA Águas Vertentes, até então (novembro/2016) o acesso é livre e gratuito;

> Você está em uma unidade de conservação estadual: LEVE SEU LIXO DE VOLTA e NÃO FAÇA FOGUEIRAS;

> Não há qualquer infraestrutura no local ou nas proximidades, leve água e lanche;

> Como a trilha não é totalmente consolidada, há alguns trechos confusos em meio a capoeira, mesmo com o GPS. A orientação é seguir o rumo, já que muitas trilhas vão para o mesmo lugar;

> Por mais que a trilha seja curta e tenha alguma parte sombreada, não custa lembrar: use chapéu e protetor solar.

View more external

3 comentários

  • Foto de Cesar_AA

    Cesar_AA 7/fev/2017

    Boa Tarde, Helio
    Pelo que vi em seu passeio, você poderia me dizer até qual ponto o carro tem acesso , fiquei confuso sobre a marcação da tronqueira...e se é permitido acampamento no local, Logico sem degradação do mesmo.

    Obrigado

  • Foto de Hélio Jr

    Hélio Jr 7/fev/2017

    Olá Cesar,
    a estrada é de livre acesso. A marcação "tronqueira" antes do "início da trilha" se refere a uma tronqueira para veículos, só abrir e fechar. Creio que é possível chegar em qualquer veículo até o ponto "estacionamento" (KM23,3 no mapa). Fomos em um 4x4, mas não traçamos o veículo em nenhum ponto. Atenção somente no KM19,8, que possui um trecho de areia, mas há um desvio à direita bem cascalhado (olhe no mapa).
    A cachoeira fica em uma área de livre acesso também, não há qualquer impeditivo para acampar no local, desde que com discrição. O difícil é conseguir uma área boa para montar barraca nas proximidades do poço.


    Boa pernada!

  • Foto de Cesar_AA

    Cesar_AA 8/fev/2017

    Obrigado pelas informações Helio, agora é aguardar está chuva e dar aquela pernada kkkkkk
    Abraços

You can or this trail