Dificuldade técnica   Fácil

Horas  6 horas 12 minutos

Coordenadas 2644

Uploaded 22 de Fevereiro de 2018

Recorded Fevereiro 2018

-
-
554 m
39 m
0
16
32
64,25 km

Visualizado 115 vezes, baixado 13 vezes

próximo a Assenta, Santarém (Portugal)

Pela Serra de Aire e Candeeiros
A serra e o Homem

À semelhança do vale do Douro com os socalcos para as vinhas ou, porque não, dos arrozais de montanha comuns em países do extremo Oriente como a China ou as Filipinas, também as serras de Aire e Candeeiros sofreram ao longo dos séculos uma adaptação da natureza às necessidades do Homem.

Esta convivência está tão profunda e harmoniosamente enraizada na serra, que não é hoje possível imaginá-la sem os “chousos”, os “maroiços”, as vacas e as oliveiras.

Do miradouro próximo do lugar de Covão do Feto, entre Minde e a Serra de Santo António, tem-se para mim a melhor das vistas sobre as Serras de Aire e Candeeiros, numa paisagem muito influenciada pela presença humana.

Hora de Início: 02/18/2018 07:24

Hora de Fim: 02/18/2018 13:36

Distância percorrida: 64,2 km (06:12)

Tempo em andamento: 03:42

Velocidade média: 10,35 km/h

Média em movimento: 17,29 km/h

Velocidade Máxima: 61,18km/h

Altitude Mínima: 38 m

Altitude Máxima: 553 m

Velocidade de Subida: 501,1 m/h

Velocidade de Descida: -500,3 m/h

Ganho de altitude: 1336 m

Perca de altitude: -1328 m

Tempo de Subida: 02:40

Tempo de Descida: 02:39

View more external

  • Foto de 0000660 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000660 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000660 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000660 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000660 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000660 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
Chousos e Maroiços A grande quantidade de pedra que cobria os terrenos tornando-os impróprios para a agricultura foi ao longo dos séculos sendo retirada e aproveitada ao mesmo tempo para a elevação de muros de pedra solta que delimitam as propriedades e são hoje uma das imagens mais características destas serras. São os chamados “chousos”. Por vezes quando a pedra é muito dura... ....como é o caso da zona da Serra de Santo António, são para alem dos “chousos” erguidos “maroiços” montes de pedra solta espalhados pelo terreno. Estes da fotografia ficam próximo do Covão do Feto.
  • Foto de 0000661 - CASTELO DE ALCANEDE - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000661 - CASTELO DE ALCANEDE - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000661 - CASTELO DE ALCANEDE - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000661 - CASTELO DE ALCANEDE - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000661 - CASTELO DE ALCANEDE - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000661 - CASTELO DE ALCANEDE - http://www.portugalprofundo.com/439009679
PEGADAS DINOSSAUROS em VALE DE MEIOS. ALCANEDE - RIO MAIOR - SERRA CANDEEIROS Descobertas em 1994 na zona de exploração de uma pedreira conhecida como a Pedreira do Galinha, o monumento das pegadas dos dinossauros das Serras de Aire e Candeeiros é uma viagem ao passado. Uma viagem que nos leva há 175 milhões de anos atrás, ao tempo em que a Europa ainda estava ligada à América e que a terra era dominada por essas criaturas gigantes. Vale de Meios - Pé da Pedreira Icnofósseis: Pegadas de dinossauros terópodes e saurópodes Periodo: Jurássico médio Centenas de trilhos com pegadas de dinossauros terópodes Pegadas com muito bom detalhe Uma das maiores jazidas com pegadas de dinossauros terópodes da Peninsula Ibérica
  • Foto de 0000662 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000662 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000662 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000662 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
Os Moinhos de Vento Pelos topos das serras são muitos os que em ruínas dão testemunho de um passado em que a força do vento era a forma de transformar os cereais em farinha, especialmente no Verão, quando a água quase deixa de correr nos rios. Entretanto começam-se a ver alguns belos exemplos de restauros em que estes são adaptados a casas de férias. Espero que o vento continue a soprar não só para as enormes eólicas que agora povoam a paisagem, mas também para manter viva a memória desta actividade.
  • Foto de 0000663 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000663 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000663 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000663 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000663 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000663 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
Pormenores... IN Moinho da Senta - Rio Maior A idade não perdoa... mas a beleza da velhice enquadra-se perfeitamente na paisagem.
  • Foto de 0000664 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000664 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000664 - http://www.portugalprofundo.com/439009679
  • Foto de 0000670 - FÓRNEA
  • Foto de 0000670 - FÓRNEA
  • Foto de 0000670 - FÓRNEA
  • Foto de 0000670 - FÓRNEA
  • Foto de 0000670 - FÓRNEA
O anfiteatro natural da Fórnea é um dos meus locais favoritos na serra. Pode chegar a esta enorme depressão a partir de Alcaria (para a base) ou do Chão das Pias (para o topo). Para os mais aventureiros é possível subir a encosta, mas não há propriamente um trilho marcado.
  • Foto de 0000672 - PORTO DE MÓS
  • Foto de 0000672 - PORTO DE MÓS
  • Foto de 0000672 - PORTO DE MÓS
Castelo de Porto de Mós Com os seus belos torrões verdes o castelo de Porto de Mós parece saído de um conto de fadas e domina o vale do Lena na sede do concelho que abrange grande parte da serra de Aire e Candeeiros.
Nome: Segment 1

Hora de Início: 02/18/2018 07:24

Hora de Fim: 02/18/2018 13:36

Distância percorrida: 64,2km (06:12)

Tempo em andamento: 03:42

Velocidade média: 10,35km/h

Média em movimento: 17,29km/h

Velocidade Máxima: 61,18km/h

Altitude Mínima: 38m

Altitude Máxima: 553m

Velocidade de Subida: 501,1m/h

Velocidade de Descida: -500,3m/h

Ganho de altitude: 1336m

Perca de altitude: -1328m

Tempo de Subida: 02:40

Tempo de Descida: 02:39

Comentários

    You can or this trail