Horas  6 horas um minuto

Coordenadas 2885

Uploaded 22 de Julho de 2019

Recorded Julho 2019

-
-
76 m
37 m
0
54
108
215,24 km

Visualizado 59 vezes, baixado 0 vezes

próximo a Humaitá, Amazonas (Brazil)

Essa rodovia já foi totalmente asfaltada na década de 70. De acordo com relatos de moradores antigos, a empreiteira Queiroz Galvão destruiu intencionalmente o asfalto usando tratores e dinamite com o intuito de favorecer o transporte por balsas na região amazônica.
Recentemente houve grande debate sobre o futuro da rodovia e pesquisadores ficaram contra o asfaltamento alegando motivos de preservação da biodiversidade.
Após o Golpe de Estado que mudou a agenda governamental em relação à Amazônia, a ideia de asfaltar a rodovia tomou força e 2 terços do antigo traçado já foram terraplanados para receber asfalto.
Em nossa viagem filmamos diversos trechos onde aparecem as marcas do trator que retirou partes do antigo pavimento.
Novos tempos, os políticos tradicionais ligados ao sistema hidroviário perdem força. Os políticos ligados ao agro pop mostram que o corredor exportador de grãos usa todos os modais para escoar a sua produção e, de quebra, abrem novas áreas de produção na Amazônia. Ambientalistas afirmam que a área protegida no entorno desse trecho da BR 319 é superior ao território da Alemanha.

07 _ 2019
Trecho do antigo pavimento com muitas "panelas".
As pontes informam a distância que falta para chegar em Careiro da Várzea.

Comentários

    You can or this trail