Horas  6 horas

Coordenadas 3473

Uploaded 21 de Junho de 2014

Recorded Junho 2014

-
-
1.404 m
709 m
0
35
70
140,38 km

Visualizado 3760 vezes, baixado 103 vezes

próximo a Vila Calafate, Minas Gerais (Brazil)

Detalhes: www.mundooutdoor.com.br
Recomendo a todos este passeio, não sendo necessário o uso de veículo 4x4

Desde que comprei meu TRACKER, venho procurando passeios off-road para fazer com o jipinho. Neste feriado de Corpus Christi, como o tempo estava curto (tinha apenas a tarde livre) resolvi buscar algum nas proximidades de BH. Encontrei no WIKILOC uma trilha para as DUNAS DE PARAOPEBA, compartilhada pelo usuário Tiago Costa TR4. Analisei o percurso e resolvi experimentar.

O percurso de 45,84 km passa pela maravilhosa Serra do Rola Moça, Casa Branca, Brumadinho e terminava nas dunas à margem do Rio Paraopeba. O TRACKLOG inicia próximo à Praça Quatro Elementos, no Bairro Jardim Canadá. Para chegar lá são aproximadamente 20km a partir do centro de BH. Siga pela BR 040, sentindo Rio de Janeiro. Entre à direita no Posto Chefão, depois pegue segunda rua à direita, Av. Montreal, e siga até a praça.

Após um trecho curto por estrada de terra, você chegará à entrada do Parque Estadual do Rola Moça. O horário de funcionamento do parque é de 08h00 às 17h00 (diariamente). Para realizar as atividades monitoradas (trilhas, mananciais, cachoeiras e viveiros) é necessário agendamento prévio. Telefone para contato: (31) 3581.3523. A entrada não tem custo.

A partir da portaria, o caminho segue por uma estradinha asfaltada em ótimas condições, porém sem acostamento. Como queria usar o 4x4, na primeira entrada à esquerda, sai do asfalto e peguei um trecho de terra para brincar um pouquinho. Este caminho é tranquilo, mas quando a estradinha estava quase se juntando novamente ao asfalto havia uma cratera no meio a passagem. Resolvi encarar, passei com bastante cuidado, ficando a tração em apenas 3 rodas e a outra no ar. Situação normal para pilotos experientes, mas esta foi a minha estreia.

De volta ao asfalto, logo a frente, do lado direito, existe um mirante bem amplo. Vale a pena parar e dar uma boa curtida no visual. Tiramos várias fotos e pegamos a estrada novamente. Quando o trajeto faz uma curva acentuada para esquerda, em direção à Casa Branca, segui reto pela estrada de terra por 1km, chegando a outro mirante. Tiramos algumas fotos e retornamos pelo mesmo caminho voltando à estrada asfaltada.

Após 4km de descida acentuada avistamos o MARCO da Estrada Real de Casa Branca. Mais uma vez sai do TRACKLOG seguindo à esquerda. Como conhecia previamente a região, optei por passar na pracinha e na Igreja. Na pracinha existem vários bares, restaurantes e até um supermercado. Compramos rocas e bolos caseiros em uma barraquinha. Casa Branca possui ótimas opções para almoço.

Na sequência, voltamos ao MARCO e pegamos novamente o trajeto em direção às dunas. O caminho segue por estradas de terra bem conservadas, inclusive cruzamos com um caminhão que jogava agua ao chão para abaixar a poeira. Provavelmente, “cortesia” de alguma mineradora. Após vários quilômetros a estrada passou a ser de asfalto. Por todo o trajeto era possível avistar belas paisagens.

Uma boa prática que procuro ter é visualizar o TRACKLOG no Google Earth antes de cair na estrada. Assim, já dou uma analisada no que está por vir, mas em especial procuro através das fotos e marcações de lugares, encontrar novos pontos de interesse nas proximidades. Desta vez não foi diferente. Identifiquei uma Estátua de Índia que fica na entrada da Fazenda Nova Índia e também uma ponte suspensa que sobre o Rio Paraopeba, no povoado de Melo Franco. Estes 2 POIs merecem uma parada. Fotos tiradas, seguimos nosso caminho.

Já chegando às dunas existem placas indicativas para o BAR DO BETO, que fica na margem oposta à prainha. Seguimos tranquilamente até nosso destino.
Aparentemente, o nome correto do local seria Praia da Toca ou Cachoeira Toca de Cima. Não encontrei registros para Dunas de Paraopeba. O local foi uma surpresa agradável. As dunas realmente existem (rsrss), são uma grande extensão de areias as margens do Rio Paraopeba, formando uma espécie de praia.

Como era feriado, o local estava bem movimentado, haviam até mesmo algumas pessoas acampadas na área. A cachoeira em si não é das mais bonitas, pois a região é plana, sendo na verdade uma corredeira. Suas aguas parecem limpas e convidativa para um banho.

Das areias, era possível avistar o BAR DO BETO. Para chegar lá é preciso fazer a travessia em canoas motorizadas ao custo de R$0,50. O ambiente parece ser legal e dizem que oferece um ótimo peixe. Na ocasião havia alguma banda tocando rock nacional bem alto, não chegamos a conhecê-lo. “Dizem que o mais importante em uma trilha não é a saída e nem a chegada, e sim a travessia. No Bar do Beto, no arraial da Toca, em Brumadinho, isso é cumprido à risca. Logo que os viajantes chegam, Roberto Magalhães, o Beto, grita do outro lado: “Esperem que já vou buscá-los.”

A ideia de testar o 4x4 nas areias foi abortada, pois haviam muitas crianças brincando por perto. No caminho de volta, resolvemos voltar a um restaurante rustico que notamos ao passar pelo povoado de Melo Viana. Outra grata surpresa.

A PETISQUEIRA RAPA DE ANGÚ foi campeã por 2 anos do Comida de Buteco de Brumadinho, o BRUTIQUIM. Experimentamos o delicioso prato de costelinha de porco com angu, couve rasgada e molho de pimenta biquinho, acompanhado por um cerva gelada e ao som de Sérgio Reis. O tempero deles é incomparável. O ambiente é simples e agradável, e ainda aceitam cartão de crédito. O atendimento deixou um pouco a desejar, mas foi compensado pela simpatia e amabilidade dos proprietários. O preço de R$18,00 pelo prato é bem justo.

Após essa deliciosa refeição, como já anoitecia, preferimos seguir caminho pela BR381 e chegar em casa mais rápido.
PRAÇA NOSSA SENHORA DAS DORES
PONTE SUSPENSA
RESTAURANTE SABOR DA COMIDA MINEIRA
IGREJA DE SAO SEBASTIAO
MIRANTE DOS VEADOS, EX MORRO DA MINA
ENTRADA DO PARQUE ESTADUAL DO ROLA MOÇA
OPCAO DE CAMINHO POR TERRA

5 comentários

  • Diego Caetano 18/dez/2014

    Cara, show de bola os seus comentários sobre o passeio. Nota 10.
    Fiquei com vontade de ir. Se tudo der certo vou nesse sábado.

  • Foto de MUNDO OUTDOOR

    MUNDO OUTDOOR 9/jan/2015

    Valeu Diego! E ai, fez o passeio? Espero que tenha gostado. Abs

  • Diego Caetano 9/jan/2015

    Cara, ainda nao tive como fazer.
    Meu carro queimou um fusível la que atrapalhou o sistema de tração e cambio, mas assim que der eu vou la sim.

  • Foto de faellmf.

    faellmf. 8/jun/2018

    Fala amigo. Estou pensando em fazer esses passei sábado agora. Tem alguma dica? Estou com medo de errar o caminho

  • Foto de faellmf.

    faellmf. 8/jun/2018

    Fala amigo. Estou pensando em fazer esses passei sábado agora. Tem alguma dica? Estou com medo de errar o caminho

You can or this trail