• Foto de Aos Dois Cumes da Lousã Percurso 4x4
  • Foto de Aos Dois Cumes da Lousã Percurso 4x4
  • Foto de Aos Dois Cumes da Lousã Percurso 4x4
  • Foto de Aos Dois Cumes da Lousã Percurso 4x4
  • Foto de Aos Dois Cumes da Lousã Percurso 4x4
  • Foto de Aos Dois Cumes da Lousã Percurso 4x4

Horas  3 horas 54 minutos

Coordenadas 5359

Uploaded 10 de Outubro de 2015

Recorded Outubro 2015

  • Rating

     
  • Information

     
  • Easy to follow

     
  • Scenery

     
-
-
1.188 m
50 m
0
26
53
105,23 km

Visualizado 1728 vezes, baixado 138 vezes

próximo a Carvalhais de Baixo, Coimbra (Portugal)

Passeio offroad / TT com o objectivo de, a partir de Coimbra, subir aos dois pontos mais altos da Serra da Lousã.

(Percurso > 95 % offroad/caminhos não asfaltados, com um ponto ou outro que se poderá tornar mais complicado, mas no geral tudo muito acessível. Percurso igual a este: 2 Cumes - Serra da Lousã , mas sem as partes onde os jipes não passam. Percurso não aconselhável para ser feito a solo, pelo menos 2 4x4)

Saindo da zona de Assafarge/Carvalhais, a ida faz-se pelos arrabaldes de Almalaguês e Moinhos até ao Padrão, onde se inicia o ataque à Serra.

Segue-se então a subida ao Alto do Trevim, o ponto mais alto da Serra da Lousã (1 204 metros de altura) em que no pico do inverno não é inédito encontrar neve .

Contornando a montanha por Este e seguindo para Sul, o percurso trilha na direcção do 2.º Cume mais alto da Serra da Lousã, onde se localiza o Aeródromo do Coentral, a 1101 metros de altitude.

O Aeródromo não tem utilização regular e não está vedado, sendo por isso possível visitar e percorrer a s/ pista.
A vista é soberba, dando para perceber a imponência do Pico do Trevim a partir de Sul.

Este segundo cume, denominado Cabeço do Pereiro, encerra ainda outro ponto de interesse: A Capela de Santo António da Neve.

Esta capela, erigida em honra de Santo António, denomina-se "da Neve" porque junto a ela se situam 3 ou 4 poços de neve - os neveiros - para onde no séc. XVIII era recolhida a neve que ia caíndo no inverno.

Chegado o Verão, a neve que se conservava nos neveiros era transportada para Lisboa (pelo Zêzere, em grandes blocos), onde o neveiro-mor do reino a utilizava como matéria prima para a confecção de gelados, tendo por consumidoras finais a corte e família real portuguesas (que trabalheira).

O percurso continua então para Coentral Grande, aldeia surpreendentemente bonita e inóspita, pendurada na Encosta de Castanheira de Pera.

Com tempo, vale a pena parar no Coentral e subir a pé a ribeira de Quelhas, seguindo as placas que sinalizam o percurso desde o centro da aldeia. A ribeira de Quelhas forma uma sequência de cascatas e poços onde dá para dar umas braçadas e/ou fazer um piquenique.

Saindo do Coentral Grande e passando pela aldeia vizinha de Coentral do Fojo, o Track sobe novamente para o topo da Serra da Lousã, através de uma mancha de floresta densa que é o sítio mais provável de todo o percurso para se encontrar veados em estado selvagem.
Cruzando depois as ruínas do antigo entreposto comercial da "Catraia da Ti Joaquina" (vale a pena procurar mais informação sobre este ponto) regressa-se à linha de alturas, percorrendo o estradão do Parque Eólico até chegar a Vila Nova.

Daí o percurso desce à Vila de Miranda do Corvo por um trilho que, mesmo não sendo nada de difícil, tem das passagens mais técnicas de todo o percurso.

Ao tomar o percurso na direcção de Lamas, pelas traseiras do Parque Biológico da Quinta da Paiva/Serra da Lousã, é possível ver lobos, raposas e linces através da vedação, dando para ter uma ideia do que o Parque tem para oferecer.

Daí a Coimbra o percurso faz-se pelos trilhos da zona da Gateira/Alcouce/Monte de Bera/Loureiro/Assafarge.


Circule com cautela, não danifique os caminhos e tome em atenção outros utilizadores dos trilhos.
Modere a velocidade na proximidade das povoações.
Respeite a natureza e a propriedade privada.

Bons passeios

5 comentários

  • Foto de Goncalo Vicente

    Goncalo Vicente 3/jun/2016

    I have followed this trail  View more

    Vale a pena, é um trilho muito interessante, feito em tempo de chuvas acrescenta muita água e lama o que o torna ainda mais melhor.

  • Foto de Jantunes

    Jantunes 3/jun/2016

    Ainda bem que foi do s/ agrado
    Bons passeios

  • João Miranda 25/out/2016

    Boa noite!
    No fds de 3/4 de Dezembro, e eu mais 6 UMM vamos passar um fds á zona da Lousã, e gostávamos de fazer uns tracks por lá!
    Esta será uma boa opção?
    Obrigado!

  • Foto de Jantunes

    Jantunes 26/out/2016

    Boa noite João,

    Este percurso é uma proposta válida para quem esteja em Coimbra e queira ir até ao topo da Serra da Lousã, para depois regressar por um caminho diferente do de ida. Seguindo sempre por montes e caminhos de terra, claro está.

    É um percurso que considero bonito e variado em termos de paisagens e tipo de caminhos, e que poderá ter um algum desafio técnico - dependendo da preparação do jipe, da experiência do condutor e do estado do tempo - mas não tem nenhuma trialeira radical.

    No entanto, se ficarem alojados na Lousã talvez hajam outros tracks - com início e fim nessa Vila - que mostrem mais e melhor desta Serra, que é enorme.
    Esta por exemplo é uma boa proposta: http://www.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=11327106

    Espero ter ajudado

    Bons passeios!

  • Foto de ruimargalho

    ruimargalho 26/fev/2019

    I have followed this trail  verificado  View more

    Track muito bom, recomendo.

You can or this trail