• Foto de Volta a POrtugal em BTT (versão c/ Via Algarviana) V.2.0
  • Foto de Volta a POrtugal em BTT (versão c/ Via Algarviana) V.2.0
  • Foto de Volta a POrtugal em BTT (versão c/ Via Algarviana) V.2.0
  • Foto de Volta a POrtugal em BTT (versão c/ Via Algarviana) V.2.0
  • Foto de Volta a POrtugal em BTT (versão c/ Via Algarviana) V.2.0
  • Foto de Volta a POrtugal em BTT (versão c/ Via Algarviana) V.2.0

Dificuldade técnica   Só para experientes

Coordenadas 19490

Uploaded 20 de Setembro de 2012

Recorded Setembro 2012

-
-
1.441 m
-4 m
0
670
1.339
2.678,0 km

Visualizado 7385 vezes, baixado 84 vezes

próximo a Sagres, Faro (Portugal)

Este trajeto é uma colagem de vários tracks, por mim percorridos anteriormente.
As principais referências são: - O traçado que marquei desde Lisboa até Viana de Castelo em 2010 e 2011, de seu nome “A Ver Água”; A Travessia do Norte, entre Viana e Rio de Onor, que fiz este ano (2012); A Travessia de Portugal, entre Rio do Onor e Sagres, (2011); O Caminho Português de Este, entre Tavira e Beja, (2010); A Via Algarviana, que percorre o Algarve, entre Alcoutim e o Cabo de São Vicente, 2009; A Travessia do Sul entre Sagres e Tróia, 2010 e Traçados na Arrábida e na EN10. Além de passar por grande parte das Serras e Rios de Portugal.
Como em muitos dos traçados, já não passo há mais de um ano, não posso garantir na íntegra, que estejam 100% cicláveis, além de relembrar que muitos destes trajetos foram efetuados no verão, não estando por isso, sujeito a grandes caudais nas linhas de água.
24-ABR-10 18:19:27
18-AGO-11 16:57:24
13-DEZ-10 17:12:48
17-AGO-11 13:30:32
28-SET-09 17:25:58
15-AGO-12 13:20:14
20-AGO-11 16:21:18
21-AGO-11 17:08:42
02-ABR-11 14:01:13
27-AGO-12 18:21:26
26-ABR-10 10:48:36
20-AGO-12 16:57:51
22-DEZ-08 20:34:08
26-ABR-10 13:02:13
17-AGO-12 14:03:10
28-NOV-10 12:32:44
17-AGO-11 17:03:28
04-OUT-10 13:21:03
14-DEZ-10 10:28:27
18-AGO-12 19:11:22
19-AGO-12 19:39:15
30-OUT-10 12:17:51
16-AGO-12 14:31:48
23-AGO-11 18:51:20

11 comentários

  • Foto de nés

    nés 21/set/2012

    Boas Willy,
    No total, esta travessia pode fazer-se em cerca de um mês, mês e pouco. Dependendo do andamento, e do tempo que se passa em cada terra. No meu caso, posso dar-te uma ideia geral por troços. – Assim, e começando em Lisboa, em direção a Norte, temos até Darque (Viana do Castelo) a NO, a rota “A Ver Água"
    http://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=1587172
    sempre pela costa, 550 km, que fazes em 5 ou 6 dias. Não tem grandes elevações, quase sempre a presença de Água. Rios, Mar, Rias, lagoas, etc. É o puro caminho costeiro, com muita presença de praias e vilas de veraneio. Para quem gosta de caminhos frescos, será por certo, a par da Ecovia do Litoral, um dos maiores atrativos.
    Depois, em direção a Este, pelo Norte de Portugal, desde Viana do Castelo até Rio de Onor (Bragança), passamos a ter quase exclusivamente a presença de montes e serras do Minho e Trás-os-Montes. Algumas de grande agressividade e alto-relevo, desde o Gerês, Peneda e Xurês, até ao Larouco, Coroa e Montesinho. De qualquer maneira o pico mais alto, não passa muito dos 1500mt. Será o ideal para quem não vive sem o subir e descer constantes. A Esta “Travessia do Norte em BTT”
    http://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=3344153
    não será fácil vencer os seus quase 600 km em menos de 7 a 8 dias.
    Seguidamente, e virando o azimute para sul (do lado Este de Portugal fronteiriço, muito perto de Espanha) Passamos para o maior itinerário desta colagem; - “A Travessia de Portugal” e o “Portugal de Lás-a-Lés”,
    http://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=1997266
    são bem mais de mil quilómetros, e demoram mais ou menos 12 dias no terreno. Cruzando todo o país de N a S, e as regiões de Trás-os-Montes e Alto Douro, As Beiras Alta e Interior, O Alto e Baixo Alentejo, e o Algarve, desconhecido e interior. Nesta parte do traçado podemos ter uma noção da realidade de Portugal, o país profundo, inóspito e muitas vezes desértico. Pessoalmente, esta parte da Volta a Portugal em BTT, é a que mais me toca, pela diversidade de relevos, culturas e gentes ao nosso alcance. – A Viagem duma vida!
    A costa Sul de Portugal é atravessada bem perto da costa, na versão da “Ecovia do Litoral” (E.L.),
    http://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=1224468
    e pelo interior montanhoso do Algarve, na versão da “Via Algarviana” (V.A.).
    http://pt.wikiloc.com/wikiloc/view.do?id=479885
    Estas duas opções são completamente distintas no seu relevo, paisagens e dificuldades. Se na E.L. vais bem perto do mar, num total de 250 km, exequíveis em 2 ou 3 dias. Já na segunda hipótese, a V.A., o relevo das serras a

  • Foto de nés

    nés 21/set/2012

    Já na segunda hipótese, a V.A., o relevo das serras algarvias, dificulta bem mais as coisas. Aí os mais de 300 km não demoram menos de 4 a 5 dias.
    Na reta final desta “caminhada” temos o retorno a Lisboa pela costa e algum interior alentejano, até Tróia, pela Travessia do Sul e depois até Lisboa Pela serra da Arrábida e EN 10. 3 a 4 dias serão suficientes para completar estes cerca de 350 km.
    Todo este traçado é maioritariamente efetuado em estradões (tout-venant e corta fogos), caminhos rurais e singles. Também tem alguns quilómetros de estradas rurais asfaltadas e uma ou outra estrada municipal. Tem dois ou três troços de Estrada Nacional, nunca superiores a 15/20 km. Diria, sem margem para grandes dúvidas que todo este projeto terá cerca de 10% de caminhos asfaltados.
    Quer façam o TODO ou em parte, desejo a todos uma boa viagem e boas pedaladas. A época ideal para efetuar esta “Volta” será nos meses de verão. É que para além das três travessias fluviais em barco, tem muitos quilómetros de proximidade com a água, que, em época de chuvas, se complicam de sobremaneira.
    João Galvão (Nés)

  • Foto de daraopedal

    daraopedal 22/set/2012

    É muita fruta mesmo!
    Boas pedaladas

  • Foto de CADIMA

    CADIMA 24/set/2012

    Nés, grande projecto. Tinha tido uma ideia assim depois de ver o teu trajecto de a ver a água, e tinha ficado com um nome para isso que tu idealizas te: "O ULTIMO REDUTO", neste caso de Portugal. Grande abraço Cadima.

  • Foto de nés

    nés 24/set/2012

    Grande Cadima, - Curiosamente, quando construía este trajecto, tive que usar o "tua" Algarviana do Wikiloc, porquê a minha (como sabes, feita em duas vezes), está uma manta de retalhos, e não tive pachorra para a juntar.
    - É mesmo como tu dizes, este enorme projecto, será coisinha para fazermos aí com um grupo de "Malta Fixe"... espero que brevemente... Um dia que consiga ter um mês inteiro só para mim, proponho-vos esta Grande VOLTA A PORTUGAL pelO ÚLTIMO REDUTO...HE...HE:::HE;::;:;:;:;

  • Foto de Manuel Almeida

    Manuel Almeida 28/set/2012

    Esta vai para os "To do"(a fazer) ...

    Obrigado por partilhar. https://pt.wikiloc.com/trilhas-mountain-bike/volta-a-portugal-em-btt-versao-c-via-algarviana-v-2-0-3371769/photo-1476658

  • Foto de Manuel Almeida

    Manuel Almeida 28/set/2012

    Grande empreitada.

    Obrigado, por partilhar.

  • philippe11 30/set/2012

    @NES : Este 15 de outubro queremos fazer com minha esposa, parcors (norte de Lisboa). Nós BTT com reboque estrada (marca Extrawheel). Você acha que é apropriado. Costumávamos ir para a pista e também trilha com esses trailers, mas nós temos que permanecer razoável. Desculpe-me, mas eu não falo Português. obrigado.

  • Foto de nés

    nés 2/out/2012

    Boas philippe11,
    Com a "Extrawheel" as dificuldades vão ser EXTRA. Mas com alguma paciência também se pode fazer este trajecto dessa forma.

    Bonne philippe11,
    Avec "Extrawheel« difficultés seront EXTRA. Mais avec un peu de patience vous pouvez aussi faire cet itinéraire de cette façon.

  • philippe11 2/out/2012

    obrigado.
    Média "Extra", duro ou super bonito?
    Nós odiamos já estar lá.
    sinceramente muito obrigado e espero encontrá-lo um dia seus caminhos ...

  • MeanMachine 14/fev/2013

    Desde o ano passado que ando a ponderar fazer a costa portuguesa. Nessa altura descobri a série "A ver água", e soube logo que esse seria o trajecto a fazer. Agora com o track completo, está um espanto. Agradeço todo o trabalho na compilação de informação. Quando decidir arrancar direi mais qualquer coisa :)

You can or this trail