• Foto de Roteiro Histórico das Fazendas Centenárias de Miraí
  • Foto de Roteiro Histórico das Fazendas Centenárias de Miraí
  • Foto de Roteiro Histórico das Fazendas Centenárias de Miraí
  • Foto de Roteiro Histórico das Fazendas Centenárias de Miraí
  • Foto de Roteiro Histórico das Fazendas Centenárias de Miraí
  • Foto de Roteiro Histórico das Fazendas Centenárias de Miraí

Dificuldade técnica   Moderado

Horas  4 horas 50 minutos

Coordenadas 9531

Uploaded 18 de Novembro de 2015

Recorded Novembro 2015

-
-
742 m
299 m
0
13
26
51,41 km

Visualizado 519 vezes, baixado 2 vezes

próximo a Miraí, Minas Gerais (Brazil)

Acordar cedo pra descer de Ventania à Miraí pra pedalar, com o corpo querendo ficar na cama descansando, não é fácil. Mas compensou o esforço com mérito!
Meu amigo Paulo Rubens preparou um roteiro digno de um projeto. Seja cicloturismo ou uma boa prova de Maratona XCP, o roteiro duro e belo, desnudou uma parte da história centenária da cidade, das fazendas da época dos escravos, onde algumas estão no estado natural e outras com reformas sofisticadas.
Estradas de terra castigadas pela tempo, bem compactadas, deixou a bike com uma rolagem macia, quase flutuando.
As subidas começaram a vir logo no início do pedal, mostrando que "a parada do dia" não seria moleza.
Ao visitar a primeira fazenda, que está no estado natural , não abandonada, fiquei impressionado. Deu pra ver onde os escravos ficavam, com isso, sentir um pouco do sofrimento que as paredes guardaram. Algumas partes em ruínas mostravam como o tempo não perdoa nada nem ninguém.
Saímos com o espírito de aproveitar a pedalada, que mesmo sendo dura, não seria atrás do menor tempo, mas sim do melhor proveito. E assim foi.
Chegamos em Careço, lugar simples, típico mineiro, onde fomos recebidos por um casal que fez de tudo pra nos agradar. Água gelada do filtro, carne de porco pra colocar no pão, até levar dentro de casa pra tomar água na talha. Seres mais que humanos.
A pedalada seguiu passando por mais 4 fazendas, algumas suntuosas, cada qual com um bocado de histórias e características de cada época.
Terminamos numa trilha até uma pequena cachoeira, escondida, dentro da última fazenda, onde refrigeramos o radiador humano.
Eu só pensava nos amigos que deveriam fazer esse roteiro, provar das subidas e descidas, algumas técnicas, pra sentir de perto essas histórias que nossa geração pode presenciar. São obras que não são comuns no nosso tempo, e a futura geração talvez não veja grande parte disso.
Eu estava com apenas 1 linha de projeto na cabeça. Consegui pensar numa linha diferente, pois o mesmo trajeto é capaz de agradar atletas, amadores e cicloturistas.
Simples, fantástico e interessante. Essa é a definição.
Muito prazer em estar vivo nesse dia pra curtir esse pedal!

1 comment

  • Foto de Jorge Antônio

    Jorge Antônio 2/mai/2018

    Eduardo como faço para fazer esse trajeto uma referência para deixar o carro e pegar a trilha

You can or this trail